ESC2019: EBU/UER confirma a disputa entre as emissoras de França e Israel


Apesar da embaixadora de França em Israel ter desmentido as notícias, a EBU/UER confirmou que está em discussões com a KAN sobre a produção da série "Duz Pua".


A imprensa israelita avançou, esta tarde, que a emissora francesa ameaçou retirar-se do Festival Eurovisão 2019 devido aos planos da KAN em transmitir "Duz Pua", série cujo protagonista é um cantor francês de origem muçulmana que está a concurso no Festival Eurovisão, fingindo ser homossexual e suspeito de ser terrorista. Apesar de Hélène Le Gal, embaixadora francesa em Israel, ter desmentido as notícias, a União Europeia de Radiodifusão confirmou as discussões com as duas emissoras.

"A EBU/UER está ciente da série cómica produzida pela KAN baseada no Festival Eurovisão. A EBU/UER enfatiza a importância da liberdade de expressão e da reputação do evento" pode ler-se num comunicado transmitido à imprensa israelita, onde confirma "as discussões com a emissora anfitriã do Festival Eurovisão, KAN, sobre a produção da série para garantir que o resultado seja o desejado para os dois lados".

A publicação avançou, esta tarde, que a emissora francesa garantiu retirar-se do concurso, caso a KAN não cancele a transmissão, tendo em conta que o país será representado por Bilal Hassani, cantor francês de ascendência marroquina e homossexual assumido. O jornal informa também que a EBU/UER está em contacto com as duas emissoras sobre a situação, sendo que a KAN garante que tem o direito de transmitir o programa devido às leis de liberdade de expressão.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix/ Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

2 comentários:

  1. Anónimo21:56

    Portugal: Coloca polícias à porta dos hotéis, têm polícia a escoltar os autocarros dos hotéis à Altice Arena, têm dispositivos de segurança à entrada de todos os recintos da eurovisão

    Israel: Lembra-se de criar uma série a insinuar que a eurovisão vai estar cheia de terroristas e passá-la em maio, o governo queixa-se que não têm dinheiro para um dispositivo de segurança e os tablóides começam a difamar artistas

    Depois dizem que a produção em Portugal foi má 😂😂😂

    ResponderEliminar
  2. Este argumento para uma série é dos mais ridículo. Totalmente amador e desnecessário. Preocupem-se em organizar um ESC melhor que o de 1999 e deixem-se de historietas...

    ResponderEliminar