Jon Ola Sand: "Precisamos de discutir se podemos convidar o Cazaquistão para o Festival Eurovisão"


Pela primeira vez, a União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) abordou a possibilidade do Cazaquistão participar no Festival Eurovisão: "Precisamos de discutir se podemos convidar o nosso membro associado do Cazaquistão para participar no ESC no futuro".

Numa conferência de imprensa online conduzida pela BTRC, Jon Ola Sand, diretor de eventos ao vivo da EBU/UER, afirmou que a participação do Cazaquistão no Festival Eurovisão precisa de ser discutida. "Precisamos de discutir se podemos convidar o nosso membro associado do Cazaquistão para participar no Festival Eurovisão dos adultos no futuro. Mas isto faz parte de uma discussão mais ampla na EBU/UER e espero que possamos falar dessa questão mais tarde" afirmou Jon Ola Sand, sendo a primeira vez que a EBU/UER abordou a possibilidade do Cazaquistão participar no Festival Eurovisão.

A Khabar Agency, emissora do Cazaquistão, é membro associado da EBU/UER, tendo a sua estreia  no Festival Eurovisão Júnior sido aprovada pelo Grupo de Referência do concurso infanto-juvenil. Caso o Cazaquistão deseje participar no Festival Eurovisão, a emissora precisará de ser convidada pela EBU/UER, com aprovação do Grupo de Referência, seguindo o mesmo processo da Austrália.




 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: eurovoix /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

6 comentários:

  1. Anónimo17:51

    Mudem logo o nome da eurovisao para worldvision

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:30

      O cazaquistao tambem e considerado Europa. No Futebol a liga do Cazaquistao pertence a Uefa assim como a seleçao

      Eliminar
  2. Anónimo18:27

    Fazia mais sentido convidar Kazaquistão para a Eurovision Asia, mas enquanto isso não estreia não vejo contra Kazaquistão participar, duvido que passe da semifinal... just saying

    ResponderEliminar
  3. Depois mandam là o dimash e levam logo o caneco à primeira ��

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:38

    Se é admitido para participar no JESC, por que razão não pode tomar parte no ESC, se a entidade organizadora (EBU) é a mesma? Mudará de posição geográfica entre novembro e maio? Por outro lado, se Marrocos pode participar (não o faz porque não tem interesse) e já teve uma intervenção em 1980, se o Azerbaijão também pode tomar parte (a latitude, à partida, não é diferente - só a dimensão geográfica) e se a Austrália é aceite, o que pode impedir a participação do Cazaquistão no ESC? Historicamente fez parte de um país (URSS) que era considerado simultaneamente europeu e asiático...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo21:29

    Para o junior pode participar pois nao sufientes participantes e querem expandi lo a força toda. Ja no ESC ja nao deixam.. Enfim. Oportunistas

    ResponderEliminar