[AO VIVO] Entre Portugal e Argentina, o "fado" e o "tango" encontraram-se no Funchal


"FadoTango", com Luís Sousa e Vânia Fernandes, encheu o Teatro Baltazar Dias, no Funchal, com diversas "viagens" entre Portugal e a Argentina. O ESCPORTUGAL rumou à Ilha da Madeira e conta-lhe tudo sobre o espetáculo.




O Teatro Baltazar Dias, no Funchal, recebeu, no passado fim-de-semana, o musical "Fado Tango", inspirado na ideia de António Macedo e com seleção de textos e textos originais de Fernando Heitor. Sob encenação de Filipe Luz, o espetáculo levou-nos a viajar ao som e ritmo do "fado" e do "tango". Dois estilos diferentes mas, ao mesmo tempo, muito semelhantes. O ESCPORTUGAL "voou" até ao Funchal e conta-lhe tudo sobre o espetáculo.



Com a sala completamente cheia, "Fado Tango" começou com a declamação do poema de José Régio, "Fado Português", cantado por alguns dos mais conhecidos fadistas, como Amália Rodrigues e Dulce Pontes, seguindo-se declamações de poemas portugueses e argentinos, de forma intercalada. No cenário, as malas alusivas às viagens entre as duas culturas dominavam, sendo que, nas projeções, eram transmitidas imagens de Lisboa e Buenos Aires, em representação do fado e do tango, respetivamente.



Com a representação, o canto e a dança unidos no espetáculo, as personagens do Tango foram desempenhadas pelo ator Fábio Ferro e pelo cantor Luís Sousa, enquanto que a atriz Mariana Faria e a cantora Vânia Fernandes deram voz e corpo ao Fado. Quer pelos seus papéis, quer pelo canto ou pela representação, os quatro transmitiram, "cada um à sua maneira", as mensagens que são comuns aos dois estilos: a dor, a tristeza, o desespero, a angústia, a espera do regresso do seu amado...


Tangos como "Volver" e "El día que mi quieras", na voz de Luís Sousa, e fados como "Vielas de Alfama" e "Medo", na voz (inconfundível) da "nossa" Vânia Fernandes, marcaram o espetáculo que contou com os bailarinos João Pedro Marques e Sandra Catanho. Por sua vez, Carolina Coutinho, Catarina Inês, Emilie Mangoni, Énia Caires, Francisca Henriques, Joana Teixeira, Kátia Carvalho, Lidiane Duailibi, Márcia Aguiar e Sofia Almeid formaram o coro que acompanharam, em diversos momentos, os cantores principais, enquanto os músicos Galbor Bolba (contrabaixo), Jorge Vidal (piano) Marco Abrantes (viola). Norberto Cruz (bandolim) e Slobodan Sarcevic (acordeão) tiveram a responsabilidade de todos os momentos musicais.


Um grande BRAVO a todos os intervenientes neste musical, pelo seu conhecimento, talento e profissionalismo, que, ao longo de todo o espetáculo nos levaram numa viagem pelo tempo e pelo espaço, entre o passado e o presente e entre Portugal e a Argentina. Para terminar, o "tango" e o "fado", nas vozes de Luís Sousa e Vânia Fernandes, "encontraram-se", terminando o espetáculo com um beijo apaixonado ao som do fado "Verdes Anos". Esperamos que este seja apenas o primeiro de muitos locais a receber este musical que, sem dúvidas, tem tudo para encher salas ao longo do nosso país!

Texto de Nuno Nunes, membro do ESCPORTUGAL Regiões

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: Créditos Célia Carmo

Sem comentários