[AO VIVO] Dora Maria com Manuela Bravo e Jorge Benvinda na abertura do 'Nisa em Festa 2018'


Encontros, espetáculo de Dora Maria, abriu o Nisa em Festa 2018 cujo primeiro dia foi dedicado à Vila de Nisa. Manuela Bravo e Jorge Benvinda como convidados da fadista. O ESCPORTUGAL marcou presença no evento e mostra-lhe tudo.

Pelo quinto ano consecutivo, a Praça da República, praça central da Vila de Nisa, voltou a encher-se para receber o 'Nisa em Festa', evento organizado pela Câmara Municipal. O primeiro de quatro dias de concertos, totalmente dedicado a Nisa, decorreu ontem e o ESCPORTUGAL marcou presença... e mostra-lhe tudo (ou quase tudo).

Depois da inauguração pelas entidades e a arruada com os Bombos de Nisa, o espetáculo Encontros de Dora Maria, cantora e fadista de raízes nisenses, deu o mote para a abertura da animação musical. Apesar de confinado ao palco secundário do recinto, foram muitos os milhares de espectadores que, desde o primeiro minuto, fizeram questão de marcar presença para ouvir e aplaudir "uma filha da terra".

Envergando uma saia com os típicos bordados de Nisa, o concerto abriu com "Terra de além Tejo" seguindo-se "Nesta vida tudo é fado", acompanhado a plenos pulmões pelos nisenses que, em outubro passado, havia recebido o espetáculo da fadista. Em jeito de homenagem a um dos maiores nomes da música portuguesa, José Afonso, "Maria Faia" seguiu-se no alinhamento, contando com a subida ao palco de Manuela Bravo, vencedora do Festival da Canção de 1979.



Sozinha em palco, Manuela Bravo recordou um dos temas de um dos maiores sucessos do cinema português, 'O Costa do Castelo', entoando 'Do Castelo à Madragoa'. Mas foi com 'Sobe Sobe Balão Sobe', tema com que representou Portugal em Jerusalém, que Manuela Bravo pôs a vila alentejana a cantar em plenos pulmões, sendo o ponto alto do concerto.

"Xerazade" e "Pescador de Olhos Azuis", tema composto por José Cid, seguiram-se no alinhamento, com Dora Maria a recordar as noites de verão passadas em Nisa, antes de dar voz a "Pode Ser Saudade". Com "Vais Estranhar", tema composto por Nuno Figueiredo e Jorge Benvinda, dupla que concorreu no Festival da Canção 2017, Dora Maria apresentou o segundo convidado da noite.

Jorge Benvinda, quarto classificado no Festival da Canção 2017 com "Gente Bestial", tomou as rédeas do espetáculo, mostrando a "sua veia fadista", interpretando, num tom descontraído, dois dos temas mais conhecidos daquela que é a "canção portuguesa": "Nem As Paredes Confesso" e "Rosinha dos Limões", temas imortalizados por Amália Rodrigues e Max, respetivamente.


A aproximar-se da fase final do espetáculo, Dora Maria deu voz a um dos 'fados' mais marcantes para todos os eurofãs portugueses: 'Loucura', tema com o qual Ana Moura abriu as hostilidades da Grande Final do Festival Eurovisão 2018. Seguiu-se "O Xaile da Minha Mãe", em conjunto com a sua mãe, e "A Vida Vai", tendo o concerto terminado com "Boa Nova", interpretado pela fadista com a ajuda da... Presidente da Câmara de Nisa, Idalina Trindade.

Terminado o concerto de Dora Maria, o Nisa em Festa 2018 continuou no lado oposto do recinto, com o grupo UHF a subir ao palco principal com a Sociedade Musical Nisense. Gisela João, Diogo Piçarra, Carolina Deslandes e Quim Barreiros atuam no evento nos próximos dias, tal como pode recordar AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte, Imagem e Vídeo: ESCPORTUGAL

2 comentários:

  1. Anónimo00:03

    Voces ja nao publicam o top.oficial de portugal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sai amanhã ao final da manhã :)

      Eliminar