[AO VIVO] Diogo Piçarra rendido ao público de Nisa


É um dos maiores nomes da música pop portuguesa e move multidões a cada concerto que faz... O ESCPORTUGAL esteve presente no 'Nisa em Festa' onde milhares de espectadores vibraram com Diogo Piçarra.


Cabeça de cartaz do evento deste ano, Diogo Piçarra subiu ao palco do Nisa em Festa no passado domingo, 12 de agosto, depois de Carolina Deslandes ter encantado todos os presentes, como pode recordar AQUI. Com milhares de pessoas à sua espera (atrevemo-nos mesmo a dizer que foi a maior enchente da história do evento), a Praça da República, em Nisa, tornou-se pequena para receber todos aqueles que se deslocaram ao Alto Alentejo para ouvir o cantor algarvio.


E bastaram os primeiros acordes da banda que o recinto enloquecer. Uma moldura humana inexplicável cantou, intensamente, todos os temas que Diogo Piçarra, na sua tour DO=S, levou a Nisa, começando por Era Uma Vez" e "Já Não Falamos", depois de uma pequena introdução. Seguiram-se "Erro" e "Caminho" até que chegou um dos muitos momentos altos do concerto: "Até ao Fim", tema gravado com Agir, foi cantado a plenos pulmões pelo público, deixando o cantor literalmente surpreendido com o caloroso público que o recebeu numa fria noite de verão.

De viola em punho e na extensão do palco, Diogo Piçarra deu voz a "Paraíso" e "Trevo" mostrando a sua enorme ligação ao público que o segue e lhe solidifica um lugar que já é seu na história da música portuguesa. "Abrigo" seguiu-se no alinhamento, até que chegou a vez de dar "corpo e alma" a "História", tema que recentemente foi considerada a Melhor Canção do Ano 2017, no #MCA2017. Juntamente com uma dupla de bailarinos, que o acompanhara em praticamente todas as suas canções, o jovem cantor algarvio colocou a vila de Nisa ao rubro...


Contudo, Diogo Piçarra mostrou também o seu lado multifacetado enquanto músico. Depois de ter tocado viola, o cantor fez um solo de bateria e, ao piano, foi o responsável por um dos momentos mais emocionantes da noite. Interpretando "Entre as Estrelas", com o recinto iluminado com pequenas luzes dos smartphones do público, Diogo Piçarra pediu aos presentes para cantarem consigo e dedicarem a interpretação a todos os "entes queridos que já desapareceram"... Um momento impossível de descrever e que levou às lágrimas muitos dos espectadores.


A aproximar-se do final do concerto, "200" e "Wall of Love", com o último a requerer uma coreografia especial do público, seguiram-se no alinhamento, onde também houve lugar para dois dos êxitos da carreira de Diogo Piçarra: "Tu e Eu" e "Dialeto". 

Terminado o concerto, eis que houve uma surpresa para todos aqueles que se recordam da fugaz participação do cantor no Festival da Canção 2018: "Canção do Fim" ouviu-se em todo o recinto do Nisa em Festa 2018, tendo sido acompanhada pelas dezenas de fãs que esperavam ainda um "regresso" do cantor ao palco... algo que acabou por não acontecer. Porém, as opiniões era unânimes entre os fãs e os "menos fãs" de Diogo Piçarra na Praça da República: "um grande grande concerto". E fica a pergunta no ar: Será que teremos o Diogo novamente no Festival da Canção num futuro próximo?


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte, Imagem e Vídeo: ESCPORTUGAL

Sem comentários