Reino Unido: SuRie comenta a invasão de palco durante a sua atuação

SuRie, a representante do Reino Unido no Eurovision Song Contest 2018, comentou a invasão de palco que aconteceu durante a sua atuação. A cantora ficou com alguns hematomas na mão direita.


Durante a atuação de SuRie, representante do Reino Unido, na grande final da Eurovisão 2018, um homem subiu ao palco, tirou o microfone à cantora e tentou passar uma mensagem contra os media britânicos e promover o seu livro. Quando os seguranças conseguiram agarrar DR AC Activist, SuRie voltou a segurar o microfone e continuou a sua performance. 

Numa entrevista ao programa televisivo This Morning, SuRie afirmou que "não houve tempo para sentir medo, não houve. De repente ele estava ali, a segurança chegou tão rápido quanto ele chegou ao palco, ele agarrou o microfone, durante uns segundos esteve fora das minhas mãos mas a música continuou, as coristas ainda estavam a cantar, o público ainda estava a gritar. Por isso eu desviei-me durante um bocadinho mas continuei a bater palmas. Virei-me e vi o microfone no chão e pensei isto é meu vou acabar a canção. Tenho alguns hematomas na mão, no sítio onde estava a agarrar o microfone. Mas estou bem".

SuRie falou ainda da decisão de não atuar novamente. A cantora e a sua equipa sentiram que não precisavam de fazer tudo outra vez pois estavam contentes com a atuação e a recuperação que fizeram. "Não quero votos por simpatia", afirmou.

Entretanto, o invasor de palco foi libertado esta segunda-feira depois de se ter apresentado perante um juiz. Teve de pagar uma fiança e estará à espera que a investigação ao caso termine para conhecer a sua pena.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCToday / Imagem: Express.co.uk

5 comentários:

  1. Anónimo19:55

    Tenho pena que não tenha obtido muito melhor classificação. Só reparei na música depois de ela a retomar com uma energia de louvar.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo21:44

    Ela que agradeça a esta invasão porque se não fosse isso tinha ficado em último

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:05

    Isso chama-se tê-los no sítio! Foi de uma grande coragem e poucos faroam obq dez, e n interrompeu. Grande artista. No YouTube já há vizes q querem seleção directa da Surie no próximo ano.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo22:16

    Compreendo que, no Altice, não se tenha querido chamar a atenção na altura para o facto, mas que os comentadores da RTP nada tenham dito já me parece pouco correto. Mas talvez fosse para evitar esses votos "de simpatia". Contudo, acho que, perante tanto profissionalismo da cantora (que procurou salvar a sua atuação e, no fundo, também o espetáculo), teria sido muito bonito, já depois de encerradas as votações, que Filomena Cautela ou outra das apresentadoras cumprimentasse Surie na "green room", com umas palavras simpáticas, mesmo que não referindo o que se havia passado. A cantora merecia-o.

    ResponderEliminar
  5. O ato de invadir o palco parece estar se tornando uma rotina. Acredito que deva ser punido com mais severidade para evitar novos casos. Esse gesto pode arruinar um artista mundialmente.

    ResponderEliminar