ESC2018: Descoberta a identidade do invasor de palco do Festival Eurovisão


Mesmo com apertadas medidas de segurança, foi possível uma invasão do palco na final do Festival Eurovisão da Canção, em Lisboa. Aconteceu durante a atuação da representante do Reino Unido, conhecendo-se já a identidade do invasor. 

Já é conhecida a identidade do indivíduo que invadiu o palco do Festival Eurovisão da Canção, na noite passada em Lisboa, durante a atuação da representante do Reino Unido, SuRie, a quem roubou o microfone. Ao que o Correio da Manhã apurou, o invasor tem 30 anos de idade, tem nacionalidade albanesa mas encontra-se emigrado no Reino Unido. Tinha bilhete para assistir ao espetáculo no Altice Arena, em Lisboa, e de acordo com fonte policial, terá saltado para o palco à rebelia da lei. Encontra-se detido desde a noite de sábado no Comando da PSP de Lisboa, em Moscavide, e vai ser presente a juiz na próxima segunda-feira. Estará acusado, segundo a mesma fonte, do crime de Introdução Legal em Local Vedado ao Público.

Conhecido por DR AC Activist, o homem assume-se na sua conta do Twiter como "filósofo, ativista e DJ/MC". De acordo com o jornal The Mirror, o homem não é um novato nesta prática de invadir palcos. No caso concreto da Eurovisão, o albanês estava a tentar promover o seu livro 'The Workings of the U.K STATE MEDIA: U.K Media", cujo título levava estampado na sua camisola. Intitulado de invasor em série pela imprensa internacional, o DR AC já tinha interrompido este ano a cerimónia dos Prémios Nacionais de Televisão, em Inglaterra, e ainda em 2007, durante o concurso de talentos The Voice.

Na arena do Parque das Nações, dezenas de elementos da PSP e de empresa privada de segurança estavam presentes em diversos pontos, tal como o ESCPORTUGAL pôde constatar in loco. Contudo, não foi difícil a este indivíduo saltar a vedação a partir da plateia, correr no palco, retirar o microfone da artista e ainda gritar em inglês "Para os nazis dos meios de comunicação do Reino Unido, exigimos liberdade", terá dito, de acordo com a BBC. O homem acabou por ser arrastado pelos seguranças. Entretanto, Surie continuou a cantar ainda com mais garra e o público, eufórico, apoiou a artista com a maior ovação da noite. A organização ainda deu oportunidade de Surie voltar a cantar, mas a mesma preferiu não o fazer, tal como escrevemos ontem AQUI.

Recorde esse momento:



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: CORREIO DA MANHA, ESCPORTUGAL/ Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

8 comentários:

  1. Anónimo20:56

    Estes indivíduos têm de perceber que os fins não justificam os meios e que na realidade ninguém ficou satisfeito com a sua intervenção pelo que as pessoas ainda se afastam mais do seu ponto de vista, ainda que possa ser meritório.

    ResponderEliminar
  2. A verdade é que a arena quase foi abaixo quando a Surie recomeça a cantar. Na TV nao deu pra sentir isso. Mas pra quem la esteve foi lindo ver o apoio do publico. Arrepiei-me mesmo muito...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo04:15

      É verdade sim senhor, o público a partir daquele momento foi outro. Hehe

      Eliminar
    2. A performance dela depois do "ataque" foi soberba, até porque o que estava a cantar fazia todo o sentido. Se alguém tem dúvidas sobre o que é interpretar uma canção, pode comparar a performance do juri show com esta. As diferenças vêm-se (ouvem-se) até à distância.
      O ataque é de facto lamentável, mas apesar de tudo trouxe coisas boas à SuRie, porque agora muito mais gente vai reconhecer o seu mérito. E é certo que vai ficar na história da Eurovisão ... força "melheri"!

      Eliminar
  3. Vigilância apertada? Não foi assim tão apertada, senão o homenzinho nem sequer teria tido oportunidade de se esgueirar para próximo da coitada, que quase morria de susto. Imagine-se só se fosse um terrorista disfarçado. Até teria tempo para estrangular a sua vítima.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo06:47

    bem pode agradecer-lhe, recebeu uns pity votes no televoto graças à invasao...porque senao, ficaria ela com o ultimo lugar.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo11:11

    e de mochila...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo22:48

    Pena que o segurança só se sentou na cadeira vazia, junto à zona por onde o rapaz saltou, depois do ocorrido. E mesmo assim após uns bons minutos. Saltou mesmo perto de mim, por isso vi todo o seu percurso. Podia ter sido evitado.
    De qualquer forma resultou no melhor momento da noite. O resto que a SuRie cantou foi poderoso! Tal como o tremendo apoio do publico.
    Não vai ser esquecida certamente

    ResponderEliminar