FC2018: "(sem título)", de Janeiro, em destaque no Youtube em Portugal


Com mais de 60 mil visualizações, a atuação de Janeiro no Festival da Canção 2018 está em quarto lugar nas tendências do Youtube em Portugal.

Um dia depois da semifinal 1 do Festival da Canção 2018, uma das canções apuradas para a Final do concurso está em destaque no Youtube em Portugal. "(sem título)", de autoria e interpretada por Janeiro, está em quarto lugar nas tendências na plataforma online, contando com mais de 60 mil visualizações. "Só Por Ela", interpretada por Peu Madureira, segue-se no número de visualizações, com mais de 44 mil, enquanto Catarina Miranda encerra o top3 com mais de 42 visualizações.

Aceda, de seguida, às visualizações das 13 canções da 1.ª semifinal do Festival da Canção 2018, no momento em que escrevemos este artigo:

1.º "(sem título)" - Janeiro - 62 359 visualizações
2.º "Só Por Ela" - Peu Madureira - 44 396 visualizações
4.º "A Mesma Canção" - Maria Amaral - 24 153 visualizações
5.º "Eu Te Amo" - Beatriz Pessoa - 22 860 visualizações
6.º "Para Te Dar Abrigo" - Anabela - 18 803 visualizações
7.º "Alvoroço" - JP Simões - 18 078 visualizações
8.º "Zero a Zero" - Joana Espadinha - 17 975 visualizações
9.º "Anda Estragar-me os Planos" - Joana Barra Vaz - 15 964 visualizações
10.º "Sem Medo" - Rui David - 15 073 visualizações
12.º "Com Gosto Amigo" - Rita Dias - 8 744 visualizações
13.º "Austrália" - Bruno Vasconcelos - 6 165 visualizações


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RTP / Imagem: RTP / Video: RTP

25 comentários:

  1. Anónimo21:59

    Se o moço comer uma banana da Colômbia enquanto canta na final, voto nele.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:54

      Porquê da Colômbia? Não pode ser uma da Madeira?

      Eliminar
  2. Anónimo22:04

    Não gosto nada desta música , só está a ter o sucesso que tem por ter sido uma escolha do salvador sobral ... a música é péssima , não se destaca em nada !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo00:55

      Não acho. A música está a ter este destaque todo por ser a melhor e por ser minimalista e se destacar das outras.

      Eliminar
    2. Anónimo01:56

      0:55 destaca-se em que? explique-me. Em que detalhes? pelos fones? pela guitarra? Pelas luzes? de resto...

      Eliminar
    3. Anónimo12:48

      destaca-se por ser minimalista.

      Eliminar
    4. Anónimo22:02

      12:48 Que argumento... ou seja, igualzinha a 50% das outras canções. Lamento, mas não.

      Eliminar
  3. Anónimo22:16

    Não é uma grande diferença, o ano passado o Salvador já estava imparavel (por todos os motivos e mais alguns) seria curioso ver a recepção aos 45 segundos das canções desta semifinal em comparação com a outra :)

    Eurofa

    ResponderEliminar
  4. Anónimo22:17

    Julio Isidro e toze brito disseram em entrevista que quem ganha este ano é o Peu... por isso este destaque ao janeiro nada lhe serve.

    ResponderEliminar
  5. Anónimo22:30

    Peço perdão a quem aprecia o Janeiro, mas não consigo suportar a atitude dele nos bastidores de dizer que "não liga à eurovisão" e começar a comer uma banana quando estava para ser entrevistado.
    O Salvador o ano passado também tinha essa atitude de desapego e de simplesmente cantar, mas ele não foi o convidado pela RTP e sentia-se que ele estava lá pela Luísa, que o convido a ser o seu intérprete.
    No entanto o Janeiro parece estar a fazer uma imitação dessa atitude que o Salvador demonstrou quando ele foi o convidado a participar, podendo recusar o convite a abrir a porta a alguém que aprecia-se participar neste concurso.
    Um rapaz no fundo arrogante que faz também acordar a arrogância dos portugueses nos commentários

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:14

      Está bem, tem você tooooda a razão quando diz que o Janeiro procurou copiar as atitudes de desapego ao festival do Salvador, e que foi falta de decoro comer a banana naquele momento. Porém, nada disso impede que a canção do Janeiro seja uma grande canção e eventualmente até a melhor.

      Depois, não tenho bem a certeza que haja "arrogância dos portugueses nos comentários". A mim parece-me é que, por vezes, muitas vezes, aqui por estes lados, há de antemão uma verdade universal e imutável que ninguém pode questionar. Se de repente surge alguém com uma opinião diferente: não cai bem, fica mal, não é bem aceite.

      Eliminar
    2. Anónimo11:00

      01:14, Aqui por estes lados? meu caro, voce nao acompanhou as reacçoes estrangeiras quando o Salvador andava lá fora, pois nao?... as coisas que voces inventam fazem-me rir...minha nossa. Portugues portugues, é dizer que certas coisas só acontecem cá.

      Eliminar
  6. Tanta gente a fazer comentários tontos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:42

      Tontos é um senhor eufemismo.
      Se a estupidez pagasse imposto era ver Portugal a vomitar riqueza e ostentação!

      Em relação à canção do Janeiro, tal como a da Catarina, são as únicas que pela qualidade musical, e carisma dos intérpretes, têm potencial de nos trazerem um bom resultado em Maio.
      Entretanto estou ansioso para ouvir a versão completa daquela que promete ser a melhor canção das 26 a concurso - O jardim da Isaura e da Cláudia Pascoal!

      Eliminar
    2. Anónimo02:06

      E O seu ? tem alguma coisa a acrescentar de relevante?

      Eliminar
    3. Anónimo10:59

      01:42, qualidade musical é relativo, quem é voce? Não têm um unico argumento completo, cheio de detalhes, nada...é incrivel. Qualidade musical...ah!! está bem abelha.

      Eliminar
  7. Anónimo23:08

    É verdade que o rapaz portou-se mal na green room, mas que a música é boa isso é.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo01:54

    Se nao fosse pelo compositor, seriam poucas visualizaçoes. Isso é mais que certo.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo01:55

    Se nao fosse pelo sobral, seriam poucas visualizaçoes.

    ResponderEliminar
  10. Anónimo10:10

    Essas visualizações todas têm mais a ver com o facto do Janeiro ter comido uma banana ao vivo e de ser apadrinhado pelo chato do Salvador.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo14:32

    Meus amigos, mas desculpem lá. Uma coisa é ser minimalista, outra coisa é apresentar uma nulidade. Analisemos esta especie de rascunho que nos apresentou, tem boa voz? Tem um instrumental rico? Fica na cabeça e já nao sai? Então o que é que isto é? É uma desgarreta do estilo rascunho, daquelas que todos nos fazemos pelo menos uma vez na vida porque não sabemos tocar guitarra apesar de gostarmos do som que ela faz. Qualquer um toca isto, qualquer um canta isto, desde que pegue numa guitarra e coloque o coração ao deus dará. Do ponto vista artistico é interessante pois representa aquele momento que muitos de nos tivemos de pegar num instrumento e produzir som. Mas é apenas isso, não produzimos música séria quando enfim, tentamos qualquer coisinha no silencio da noite!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo15:30

    Eu não desgosto da música. Mas a postura dele intencional ou não é muito não sei como estou aqui( e ele sabe). Como disseram em cima, o Salvador tinha o argumento de ser convidado pela irmã, o Janeiro podia perfeitamente ter recusado o convite do Salvador " se não é bem a cena dele".

    Gosto muito do Salvador interprete e gostava da nossa música o ano passado. Porém espero que o Janeiro não vença, não precisamos da mesma postura artística dois anos seguidos. E não falo de ser indy( vi a Catarina Miranda, ou mesmo o JP a derem tudo e são indy). É uma questão de profissionalismo.

    Ou seja o nosso representante não tem de ser um fã do ESC há muitos anos. Mas alguém que a partir do momento em que entra na competição respeita as regras do mesmo, e mantém uma postura profissional no mesmo.

    Ass: The Calm after the Storm

    ResponderEliminar
  13. Anónimo21:01

    Tal como não é aceitável tetmos o Presidente do juri a falar em favoritos, não é aceitável que o Telejornal da RTP em horário nobre dê cobertura ao Janeiro e ao facto de ser a escolha do Salvador Dobral. Está tudo errado!!

    ResponderEliminar
  14. Anónimo18:30

    Totalmente de acordo. Não há isenção. É uma vergonha! Estão a levar o Janeiro ao colo!

    ResponderEliminar
  15. Anónimo11:41

    E se ele enfiasse a banana... no nariz???

    ResponderEliminar