[Olhares sobre o Destination Eurovision] Quem representará a França no Festival Eurovisão em Lisboa?


A França escolhe, esta noite, os seus representantes para o Festival Eurovisão 2018 através do Destination Eurovision 2018. 8 candidatos estão na corrida, sendo que o televoto e o júri serão os responsáveis pelos resultados


Baseado no sucesso dos Olhares sobre o Festival Eurovisão, iniciativa criada em 2009, o ESCPortugal realiza, esta temporada, a segunda edição do Olhares sobre as finais nacionais. Depois da edição da Albânia, como pode recordar AQUI, a decisão de França para o Festival Eurovisão 2018 dá o mote para o segundo Olhares da temporada.

Saiba AQUI como participar no Olhares sobre as finais nacionais.

Depois de duas semifinais, a Grande Final do Destination Eurovision contará com a participação de 8 concorrentes, sendo que o júri e o televoto serão os responsáveis pelos resultados da gala. O vencedor da gala desta noite será o representante de França no Festival Eurovisão em Lisboa.

Conheça, de seguida, as previsões do painel de comentadores:

André Eric-Fernandes aposta em Madame Monsieur e "Mercy"
A seleção nacional francesa foi uma excelente ideia da France Television: com um conceito simples, inspirou-se noutras seleções, e o resultado está a ser bastante interessante. Vários estilos e com intérpretes reciclados de talent shows, desconhecidos, independentes... oferta para todos os gostos. De entre os finalistas, escolho "Mercy", de Madame Monsieurs, devido à mensagem do tema, à sonoridade moderna e uma interpretação bastante sincera do duo. Dos oito finalistas é mesmo o único que segue a lógica de mais sentimento e menos fogo de artíficio de que Salvador Sobral tão bem falava.


Daniel Carvalho aposta em Emmy Liyana e "OK ou KO"
Onze anos depois a França regressa a uma final nacional em grande, com um nível de qualidade bastante elevado. "OK ou KO", de Emmy Liyana, é para mim a candidatura com maior potencial: um tema pop com toques R&B e retro, carateriza-se também por umacomposição bastante original, com ritmo crescente ao longo da música que cativa e convida os ouvintes a perguntarem-se o que virá a seguir. A Emmy, para além de uma voz excelente e com um tom diferente do habitual, tem muita atitude com um look no ponto que corroboram a originalidade da música e o poder que esta transmite. A falta de uma coreografia mais elaborada e um pouco mais de fogo na atuação são os únicos senãos da candidatura.... A França tem aqui uma canção com grande potencial para uma boa apresentação em palco. Caso seja seleccionada, sugiro um revamp que dê um maior clímax no último refrão da canção.



Hélder Simões aposta em Lisandro Cuxi e "Eva"
A França soube jogar. O Destination Eurovision é uma prova clara de que uma final nacional pode ter bastante qualidade, apresentando um leque de escolhas para o Festival Eurovisão bastante dignas. Contudo, a minha favorita é a canção defendida por Lisandro Cuxi, Eva. Uma canção fresca e com energia, com um bom cantor e uma grande postura. Venceu o The Voice e, provavelmente, será o representante francês em Lisboa. Destaco também a canção OK ou KO.


Hugo Sepúlveda aposta em Madame Monsieur e "Mercy"
França presenteou-nos, este ano, com uma das melhores seleções nacionais, onde várias canções têm qualidade suficiente para o Festival Eurovisão. Aquando da publicação das snippets, a que mais me agradou foi Eva, de Lisandro Cuxi. Contudo, após ouvir as versões completas, das agora finalistas, Eva e Ciao destacavam-se. Mas Mercy tornou-se a minha predilecta quando vi a atuação: simples, tocante e os Madame Monsieur conseguiram transmitir, de forma convincente, cativante e comovente, a emoção que a letra e a própria canção em si carregam. Espero que a França seja representada por uma das três referidas!


Manuel Costa aposta em Madame Monsieur e "Mercy"
Ao ouvir pela primeira vez "Mercy", na curta amostra que foi disponibilizada, a canção não se destacou das demais. No entanto, ao assistir à semifinal, uma nova percepção foi criada: uma letra poderosa e sentimental, contrariamente às músicas que França levou nos últimos 2 anos, e uma musicalidade que fica no ouvido e a que ninguém fica indiferente. Apesar de Ciao, Lisboa Jerusalem, ou Ok ou KO terem potencial de figurar num top10, Mercy seria facilmente uma forte candidata à vitória em Lisboa. Em geral, muito forte esta final francesa.


Marcelo Marteleira aposta em Malo' e "Ciao"
E após as suas escolhas internas, França volta a apostar numa final nacional, marcada pela grande qualidade e diversidade de estilos musicais. Entre as oito apuradas, a canção que mais me chama a atenção é a "Ciao" de Malo': a sua sonoridade, o idioma e a atitude em palco são aspetos que fazem prender o telespectador à TV (pelo menos foi o que aconteceu a mim...). A par desta, outra que também me agrada bastante é a canção de Lisandro Cuxi, Eva

Marco Gabriel aposta em Madame Monsieur e "Mercy"
A França voltou a apostar numa final nacional para seleccionar o seu representante para o Festival Eurovisão e ainda bem que o fez, pois a qualidade musical das oito propostas finalistas é surpreendente. Na liderança do meu top está “Mercy”, do duo Madame Monsieur: uma canção pop, que fica na cabeça à primeira audição (algo muito importante na Eurovisão), com uma letra sublime e inteligente, pois consegue transmitir uma mensagem humanitária numa melodia festiva. Destaco ainda as vozes cativantes do duo, sobretudo a da Madame. Com uma mise en scène melhorada em Lisboa, Madame Monsieur podem ser uns dos grandes favoritos à vitória.



Nuno Carrilho aposta em Lisandro Cuxi e "Eva"
Depois da melhor série de resultados desde 2001-2002, a França volta a apostar numa final nacional para a eleição dos seus candidatos... e foi uma aposta mais que ganha. Com um lote bastante diversificado de artistas e com uma qualidade bastante aceitável de candidaturas, França tem tudo para obter um bom lugar em Lisboa. Os meus twelve points da competição seguem para "Eva": um tema bastante ritmado e muito bem defendido por um jovem nascido em Portugal, a canção tem muito potencial para conseguir um bom resultado em maio. Contudo, a votação do júri internacional poderá trazer... surpresas (desagradáveis)

Nuno Reis Conceição aposta em Madame Monsieur e "Mercy"
Após diversos anos com escolhas internas, a França aposta, este ano, numa final nacional. Com alguma intérpretes competentes (excepção feita ao Nassi). Apesar de duas canções se destacarem bastante pela originalidade dos seus intérpretes - "Ciao" e "Lisboa Jérusalem" - há para mim uma clara vencedora - "Mercy" pelo duo Madame Monsieur (melodia interessante, letra com conteúdo e actual, interpretação segura e cativante). A completar o meu Top 5 surgem "OK ou KO" (2º lugar) e "Eva" (4º).


Ricardo Matias aposta em Nassi e "Rêves de gamin"
Num festival onde claramente existe uma aposta na qualidade da música francesa atual, o Destination Eurovision aparenta ser uma boa aposta por parte da França. Contudo, considero as canções finalistas bastante easy-listening, faltando bastante o fator memorável das mesmas. A que na minha opinião mais se destaca é a Reves de Gamin de Nassi, contudo a capacidade vocal ouvida na semifinal deixou muito a desejar. Contudo o instrumental é o mais memorável de todas as restantes canções finalistas, o que me faz crer que seja a melhor aposta da França este ano para a Eurovisão.

Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 10 comentadores:

1.º Madame Monsieur - "Mercy" - 93 pontos
2.º  Lisandro Cuxi - "Eva" - 87 pontos
3.º Emmy Liyana - "Ok ou KO" - 84 pontos
4.º Malo' - "Ciao" - 76 pontos
5.º  Igit - "Lisboa Jerusalem" - 61 pontos
6.º Nassi - "Rêves de gamin" - 49 pontos
7.º Louka - "Mamma Mia" - 54 pontos
8.º Max Cinnamon - "Ailleurs" - 39 pontos



Quer participar  no Olhares sobre as finais nacionais? Saiba tudo AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários

Temas em Destaque