[Olhares sobre o Festivali i Këngës] Quem representará a Albânia no Festival Eurovisão em Lisboa?


A Albânia escolhe, esta noite, os seus representantes para o Festival Eurovisão 2018 através do Festivali i Këngës 56. 14 candidatos estão na corrida, sendo que o júri será responsável pelos resultados.

Baseado no sucesso dos Olhares sobre o Festival Eurovisão, iniciativa criada em 2009, o ESCPortugal realiza, esta temporada, a segunda edição do Olhares sobre as finais nacionais. O Festivali i Këngës 56, final nacional da Albânia para o certame, dá o mote para o lançamento da iniciativa.

Depois de duas semifinais, a Grande Final do Festivali i Këngës 56 contará com a participação de 14 concorrentes, sendo que o júri será o responsável por todos os resultados. O vencedor do concurso conquistará o direito de representar o país no Festival Eurovisão 2018 em Lisboa.

Conheça, de seguida, as previsões do painel de comentadores:

Daniel Carvalho aposta em Orgesa Zaimi e "Ngrije zërin"
O começo da época das finais nacionais é, mais uma vez, marcado pelo Festivali i Këngës. No lote de canções deste ano denoto uma maior variedade de estilos musicais do que o habitual, sendo que a RTSH demonstra uma tentativa clara de diversificar e de aumentar a contemporaneidade e a qualidade da sua seleção. Sendo assim, há um lote de músicas que são diferentes do que a Albânia normalmente envia para a Eurovisão e que podem marcar a diferença em Lisboa. É de destacar “Ngrije zërin”, um drum ‘n’ bass contemporâneo, com um grande potencial para uma boa apresentação em palco e até de ser tocada nas rádios Europeias. O seu refrão cativante e a sua qualidade, juntamente com o look beatnik da Orgesa ficam na memória, podendo recolher votos dos júris e do televoto Europeu em Maio.


Diogo Cabral aposta em Eugent Bushpepa e "Mall"
Confesso que o Festivali I Këngës é dos que menos me cativa por toda a Europa, contudo, destacaria nesta final algumas nuances positivas: em primeiro lugar, a final albanesa é composta essencialmente por canções em albanês; em segundo lugar, destacaria a diversidade de estilos musicais. Relativamente ao que penso para esta noite, julgo que há duas ou três canções que são claramente candidatas a vencer o passaporte para Lisboa, sendo: Eugent Bushpepa e Mall; Inis Neziri e Piedestal e Orgesa Zaimi e a canção Ngrije Zërin.


Hélder Simões aposta em Inis Neziri e "Piedestal"
O famoso Festivali I Kenges voltou, voltou o Natal, voltou a Eurovisão. Voltaram as semifinais de 4 horas de emissão, com quinhentos e trinta e sete convidados e três quartos de hora de publicidade (de duas em duas horas). Há quem ache que o FiK esteja antiquado, velho. Velhos são os farrapos. O FiK tem classe assim como a maioria das canções que lá se apresentam. A minha favorita, desde o primeiro minuto de escuta, é Inis Neziri e Piedestal. Voz, postura, atitude. Uma bela cenografia e pode ser que as coisas corram bem. (Isto se não houver remasterização da música à La Albania). Aproveito para desejar um bom Natal a todos, assim como um próspero Ano Novo! 

Hugo Sepúlveda aposta em Eugent Bushpepa e "Mall"
Quando ouvi de relance (porque não deu grande vontade de as ouvir completamente...) as canções que poderiam ser representantes da Albânia em Lisboa, não encontrei nenhuma que se destacasse logo à primeira. Algumas eram boas, mas nada que se destacasse... Outras até acabaram por "crescer" um pouco. Espero que o revamp a que provavelmente serão sujeitas não lhes tire potencial. Entre as finalistas, uma das que mais se destacou para mim foi Eugent Bushpepa e Mall. Quer a canção em si, como a performance, mostraram ter potencial para o Festival Eurovisão. A par desta, outra que me pareceu agradar a muitos fãs é Inis Neziri e Piedestal

João Diogo aposta em Eugent Bushpepa e "Mall"
O Festivali i Kënges volta a ser, ano após ano, um autêntico desfile de canções completamente ultrapassadas e, pior do que isso, com uma qualidade muito... muito baixa. 2017 não é excepção, mas notam-se algumas melhorias. Gosto de quatro canções desta final: Mall, Piedestal, Ngrije Zerin e Üne (por esta ordem). Mall parece-me ser a canção com maior potencial para levar a Albânia de novo à grande final mas o júri albanês provavelmente irá dar a vitória a mais uma balada...


Nuno Carrilho aposta em Orgesa Zaimi e "Ngrije zërin"
Apesar da edição deste ano ter mostrado alguns "travos" de modernidade, o Festivali i Këngës continua nos moldes dos anos anteriores: uma qualidade aquém do esperado e um lote de propostas muito duvidosas para o Festival Eurovisão. No entanto, este ano, aponto um lote de quatro candidaturas que poderão trazer uma boa participação a Lisboa: "Ngrije zërin", "Piedestal", "Unë" e "Mall". A proposta de Orgesa Zaimi é a minha favorita... mas acredito que Mariza Ikonomi possa ser a vencedora da noite.


Nuno Conceição aposta em Artemisa Mithi e "E dua botën"
Uma final nacional com um alinhamento interessante, onde existe diversidade de géneros musicais, algo que é positivo. A riqueza e o exotismo do idioma albanês estão também presentes – pena que a Albânia tenha optado, nos últimos anos, por traduzir as suas canções aquando da prestação no palco eurovisivo (com raras excepões, como a original e possante “Suus” em 2012), o que nem sempre se tem traduzido em bons resultados finais. Do leque de opções deste ano, escolho a interessante proposta defendida pela voz agradável da Artemisa Mithi, seguida muito de perto por “Mall”, brilhantemente interpretada pelo Eugent Bushpepa.

Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 7 comentadores:

1.º Eugent Bushpepa - Mall - 67 pontos
2.º Orgesa Zaimi - Ngrije zërin - 62 pontos
3.º Inis Neziri - Piedestal - 58 pontos
4.º Artemisa Mithi - E dua botën - 44 pontos
5.º Mariza Ikonomi - Unë - 38 pontos
6.º Denisa Gjezo - Zemër ku je - 27 pontos
7.º NA & Festina Mezini - Tjetër jetë - 23 pontos
8.º Rezarta Smaja & Luis Ejlli - Ra një yll - 21 pontos
9.º Redon Makashi - Egziston - 16 pontos
10.º Tiri Gjoci - Orë e ndalur - 13 pontos
11.º Elton Deda - Fjalët - 13 pontos
12.º Bojken Lako - Sytë e shpirtit - 10 pontos
13.º Manjola Nallbani - I njëjti qiell - 8 pontos
14.º Voltan Prodani - E pamundur - 6 pontos

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

3 comentários:

  1. Anónimo20:31

    NA & Festina Mezini - Tjetër jetë

    ResponderEliminar
  2. Anónimo22:18

    A final nacional da Albânia tem quartos de hora de publicidade? Ainda se queixam da publicidade cá.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo23:23

    Eugent Bushpepa e "Mall". De longe a melhor. Fora do mainstream. Pode surpreender em Lisboa.

    ResponderEliminar