Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. Esta semana o destaque vai o mais recente disco de Michael Ball.
 O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.



Data de lançamento: 27 de outubro de 2017
Nota: 4/10

Na semana de 30 de outubro de 2017, a corrida para o #1 do top britânico era feroz, com os novos lançamentos dos Stereophonics, “Scream above the sounds”; Steps, “Tears on the Dancefloor: Crying at the Disco” e Kelly Clarkson “Meaning of life”, isso apenas para nomear alguns. E o vencedor foi…… Michael Ball e a sua segunda colaboração discográfica com Alfie Boe, “Together Again”.

Embora seja do conhecimento comum (entenda-se, do conhecimento dos euro fãs) que Michael Ball tem uma carreira extremamente reconhecida e premiada, talvez não esteja na consciência coletiva alguns recordes mantidos pelo representante inglês de 1992, como, por exemplo, que “One step out of time” é, até 2017, a última representação inglesa que conseguiu levar um álbum ao #1 do competitivo top inglês. Estamos a falar da estreia homónima que entrou diretamente para o primeiro lugar do pódio, na semana em que no top 10 figurava, entre outros nomes, Simply Red, “Stars” (#2); Shakespears Sisters, “Hormonally yours” (#5); Annie Lenox, “Diva” (#6) e Iron Maiden com “Fear of the dark” (#7)…… tempos remotos.

“Together again”, o álbum presente, é a sequência ao mega sucesso de “Together” (2016, #1, dupla platina, mais de 600 000 cópias vendidas!) e a receita é exactamente a mesma: recuperar clássicos de musicais, mediante a excelência interpretativa e orquestral, com Nick Patrick (Russel Watson, Gipsy Kings, Roy Orbison….) no comando da produção. Estamos, portanto, perante um álbum perfeitinho, limpinho, polido, um impecável complemento para a época natalícia. Um complemento que soa a fórmula estragada, um registo calculado por quem comanda o mercado discográfico e bem recebido por quem pensa que só ouve aquilo que quer. Isto é batota….

A nível artístico, não há propriamente recriação no sentido mais profundo do termo, mas sim reprodução de algo que já foi (bem) feito. É legítimo? Sim, é. Mas não nos convence. No entanto, a qualidade interpretativa de Michael Ball e todo contínuo e grandioso sucesso é um motivo de orgulho para qualquer euro fã. Bravo!

Tracklist
 1. West Side Story Medley
 2. As If We Never Said Goodbye (Sunset Boulevard)
 3. The Prayer
 4. He Lives In You (The Lion King)
 5. Evermore (Beauty And The Beast)
 6. The Rose (The Rose)
 7. Bring Me Sunshine (Morecambe & Wise)
 8. Some Enchanted Evening (South Pacific)
 9. Hero (Boyhood)
 10. Not While I'm Around (Sweeney Todd)
 11. Stranger In Paradise / This Is My Beloved (Kismet)
 12. You're The Voice
 13. New York, New York (New York New York)
 14. White Christmas featuring Bing Crosby (White Christmas)
 15. You'll Be Back (Hamilton)
 16. Once Upon A December (Anastasia)

 “New York, New York” (o primeiro single) 


 West Side Story Medley (o segundo single) 



 Tema destacado por Carlos Carvalho: “You're The Voice” 



 A ver: “Michael Ball and Alfie Boe Have a Double Platinum Album” 




Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIAO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

1 comentário(s):

  1. Anónimo08:43

    Gosto de ler artigos sobre artistas de esc recentes mas fico sempre contente quando leio sobre artistaa maus antigos

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top