O chefe de entretenimento da RTS confirmou o regresso do Beovizija, programa que foi utilizado como final nacional da Sérvia entre 2007 e 2009.

Olivera Kovačević, chefe de entretenimento da emissora estatal da Sérvia, confirmou, recentemente, o regresso do Beovizija como final nacional do país para o Festival Eurovisão 2018. O certame, criado em 2003, foi utilizado como final nacional da Sérvia entre 2007 e 2009 enquanto que, entre 2004 e 2006, foi utilizado como semifinal do processo de seleção da Sérvia e Montenegro, Evropesma.

Segundo Olivera, as inscrições estarão abertas até 20 de outubro, sendo que aproximadamente 12 candidaturas serão apuradas para a fase televisionada. Segundo as regras reveladas anteriormente, tal como pode recordar AQUI, os participantes têm de ter cidadania sérvia, mas os compositores podem ser de qualquer nacionalidade. Por outro lado, as canções submetidas deverão ser cantadas num dos idiomas oficiais do país: sérvio, húngaro, eslovaco, romeno, croata, russo ou albanês.

Além disso, o representante da RTS revelou que o evento deverá decorrer em fevereiro de 2018 e o vencedor será escolhido por júri e televoto. Contudo, mais pormenores apenas serão revelados nas próximas semanas.

Com 10 participações no curriculum, a Sérvia conta com uma vitória no Festival Eurovisão em 2007, ano de estreia, bem como um terceiro posto alcançado em 2012. Contudo, em três edições o país ficou de fora da Grande Final, tendo também falhado a edição de 2014 por razões económicas. Tijana Bogićević foi escolhida internamente para representar a Sérvia no Festival Eurovisão 2017 com o tema In Too Deep, terminando fora da Grande Final: a candidatura foi 11.ª classificada na semifinal com 98 pontos, a três do apuramento, tendo sido a 10.ª classificada no júri e 11.ª no televoto.


Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPedia / Imagem e Vídeo: eurovision.tv

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top