A EBU/UER irá analisar a existência de eventuais violações de regras do Festival Eurovisão 2017 após a realização do mesmo, anunciou o porta-voz da organização pondo fim à especulação sobre uma eventual expulsão da Ucrânia.

Depois das declarações da diretora-geral da EBU/UER, Ingrid Deltenre, terem incendiado as redes-sociais com a revelação de um ultimato à Ucrânia, que poderia culminar com o afastamento do país do concurso (AQUI), a União Europeia de Radiodifusão esclareceu a situação, afirmando que o Grupo de Referência apenas se reunirá em maio após a realização do concurso.

"De acordo com o procedimento normal, se se verificar que um organismo de radiodifusão violou as regras da concorrência, a ocorrência será analisada pelo comité da direção e pelo Grupo de Referência do evento após a realização do evento, em maio" afirmou Dave Goodman, porta-voz da EBU/UER à agência de notícias da Rússia, TASS. 

Deste modo, a EBU/UER confirmou, indiretamente, que a participação da Ucrânia e a realização do Festival Eurovisão 2017 não estão em risco, sendo que eventuais sanções ao país apenas serão consideradas após a realização do evento. No momento, a única dúvida prende-se com a participação da Rússia: Julia Samoylova, cantora escolhida pela emissora russa, está proibida de entrar em território ucraniano. Até ao momento, é sabido que a EBU/UER está a negociar com os responsáveis do governo ucraniano de forma a que seja permitida a participação da cantora, não tendo sido revelada qualquer informação sobre as negociações.

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: TASS / Imagem: EBU

3 comentário(s):

  1. Anónimo16:38

    Está bonito, está. Era muito mais fácil a Rússia parar com as suas birras e mudar o seu representante por outro que não esteja incluído na lista negra. Assim resolvia-se logo o assunto de vez, mas cá está, como se trata da Rússia (até parece que é algum deus para a EBU), a EBU vai fazer os possíveis para a cantora Julia possa entrar em território ucraniano. Triste organização (a EBU claro).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que todos cantores russos serão proibidos pela Ucrânia, até quem não está na lista. Julia não estava inicialmente, senão não iriam a investigar. apos descobrirem que ela atuou na Ucrânia, eles colocaram por querer. A Ucrânia não quer a Russia no ESC.

      Eliminar
  2. Anónimo18:44

    A EBU com o seu triste mais parece um Urubu

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top