A União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER) prolongou o prazo para a emissora estatal da Bósnia-Herzegovina pagar a dívida ao organismo, dias depois da suspensão das transmissões da BHRT.

Dois dias depois da decisão do Conselho Executivo da BHRT em suspender toda a programação e transmissão (AQUI), a EBU/UER prolongou o prazo para a emissora estatal da Bósnia-Herzegovina saldar a dívida ao organismo até ao próximo dia 8 de junho. 

De acordo com o comunicado apresentado, a emissora bósnia deve cerca de 5,5 milhões de euros à União Europeia de Radiodifusão, sendo que o organismo exige o pagamento de 1,7 milhões de euros a  fim de manter o acesso aos serviços de membro da UER, como a transmissão do próximo Campeonato da Europa. 

Ingrid Deltenre, diretor geral da EBU, explicou que aguarda a intervenção do governo do país para "reconhecer a gravidade da situação e começar a reforma necessária, mas também tomar medidas imediatas e urgentes para permitir que a BHRT continue as operações e pague as suas dívidas". Além disso, o organismo europeu apela que a Comissão Europeia e as instituições internacionais pressionem o governo da Bósnia-Herzegovina para que cheguem a uma solução credível e de longo prazo para o financiamento dos meios de serviço público e apoiar essa democracia emergente.

Estreante em 1993, a Bósnia-Herzegovina participou em 18 edições do Festival Eurovisão até 2013, ano em que se retirou do concurso, motivada pela grave crise financeira da sua emissora estatal. Contudo, com o apoio externo, a BHRT regressou ao evento em Estocolmo, sendo representada por Dalal & Deen feat. Ana Rucner & Jala e "Ljubav je", que terminaram na 11.ª posição da semifinal 1, falhando, pela primeira vez na história do país, o apuramento para a Grande Final. Recorde a atuação de seguida:

Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovisionary / Imagem/Vídeo: eurovision.tv

0 comentário(s):

Enviar um comentário

Temas em Destaque

 
Top