Depois do terceiro lugar alcançado na última edição do Junior Eurovision Song Contest, a Eslovénia anunciou a retirada do concurso em protesto com o novo sistema de votação imposto pela EBU/UER.

O Festival Eurovisão Júnior 2016 sofreu a primeira baixa: a Eslovénia, terceira classificada na última edição, anunciou a sua retirada do evento, em jeito de protesto com o novo sistema de votação. Contudo, a emissora eslovena RTVSLO não revelou quais são as regras específicas que levaram a essa decisão, que foi oficializada por um comunicado enviado a várias redações europeias.

Lembramos que a EBU/UER revelou recentemente que o Junior Eurovision Song Contest 2016 terá um novo sistema de votação, onde se destaca o fim do televoto: o vencedor será definido por um júri, sendo que 50% da pontuação será definida por um júri infantil e os outros 50% por um júri profissional (AQUI), além de que o evento será, pela primeira vez, realizado ao domingo.

A EBU/UER e a emissora anfitriã PBS anunciaram que a edição de 2016 do evento contará com 18 países participantes, sendo que, até ao momento, apenas 7 confirmaram a sua presença: Albânia, Bielorrússia, Bulgária, Holanda, Irlanda, Malta e Rússia. Por outro lado, a Letónia e a Noruega revelaram que não regressam ao concurso, situação agravada com a retirada da Eslovénia.

A Eslovénia estreou-se no Junior Eurovision Song Contest em 2014, tendo conquistado em Sófia o terceiro lugar na competição, quando representada por Lina Kuduzovic e 'Prva ljubezen', cuja prestação pode recordar de seguida:



Esta e outras notícias também no nosso Facebook e Twitter. Visite já!
Fonte: eurovoix / Imagem/Vídeo: junioreurovision.tv

2 comentário(s):

  1. Não perecebo o porque da Dinamarca e da Noruega não participarem e depois até fazem uma seleção júnior....

    ResponderEliminar
  2. Anónimo22:08

    Compreendo... ainda por cima as chamadas com o televoto dão muito dinheiro e para a Eslovénia que não é um país muito rico...

    ResponderEliminar

Temas em Destaque

 
Top