Slider

ESC2023: UA:PBC e Governo iniciam preparativos para receber o Festival Eurovisão 2023


A emissora ucraniana UA:PBC revelou, em comunicado oficial, o arranque dos preparativos com a EBU/UER e o Governo da Ucrânia para receber o Festival Eurovisão 2023.


A União Europeia de Radiodifusão (EBU/UER), a emissora ucraniana UA:PBC e representantes do Governo da Ucrânia realizaram, recentemente, as primeiras reunião sobre os preparativos para o Festival Eurovisão 2023. "Nesta reunião, representantes do concurso e da EBU/UER exigiram a apresentação de garantidas e medidas preparatórias, nomeadamente um questionário de segurança e vários potenciais locais para a organização do concurso, documentos esses elborados pela equipa da UA:PBC com o Governo da Ucrânia" frisou a emissora ucraniana em comunicado.

Por sua vez, Mykola Chernotytski, presidente do Conselho de Administração da emissora ucraniana, explicou que já existiram contactos com várias entidades governamentais e de segurança nacional para a recepção do evento: "Todas as medidas relacionadas com a segurança estão a ser preparadas e implementadas em estreita cooperação com as autoridades nacionais. Por isso, realizamos consultas com o Ministério da Cultura e Política de Informação da Ucrânia, o Ministério da Administração Interna e o Ministério da Defesa. Os seus especialistas, juntamente com as unidades de avaliação de segurança e risco da UA:PBC, prepararam uma visão comum da situação de segurança e medidas para serem todas para a realização da Eurovisão no próximo ano".

Também Oleksandr Tkachenko, ministro da Cultura, frisou que a documentação foi já apresentada à EBU/UER: "Ontem apresentámos à EBU algumas informações de segurança para a realização da Eurovisão na Ucrânia. Num prazo muito curto, a equipa governamental conseguiu fornecer respostas completas e abrangentes. Todos trabalharam de forma muito eficiente e coordenada - desde a emissora e as autoridades de segurança até ao primeiro-ministro que garantiu, num documento oficial, que todas as obrigações assumidas serão cumpridas. Demos respostas detalhadas sobre questões de segurança e outras nuances e propusemos vários locais (...) Entendemos que, nas circunstâncias atuais, tanto nós como a EBU enfrentamos o desafio de organizar a Eurovisão na Ucrânia. Mas aceitamos o desafio!".


Segundos classificados no Vidbir 2022, os Kalush Orchestra adquiriram o direito de representar a Ucrânia no Festival Eurovisão 2022 com "Stefania" depois da desclassificação de Alina Pash. Depois da vitória na semifinal, a candidatura conquistou o 1.º lugar na Grande Final do evento com 631 pontos, fruto do 1.º lugar no televoto (439 pontos) e o 4.º lugar no júri (192 pontos), tendo recebido 20 pontos de Portugal (12 do público e 8 do júri).

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem/ Vídeo: Eurovision.tv
1
( Hide )
  1. Anónimo23:13

    Está tudo louco?! Um país em guerra, com a população refugiada pela Europa fora, sem infraestruturas essenciais e a ser bombardeada?!

    ResponderEliminar

Ideas

both, mystorymag

A NÃO PERDER...

TOP
© Todos os direitos reservados
Criado por templatezoo Personalizado por ESC Portugal - PG, 2022.