Slider

[VÍDEO] ESC2022: Brooke e "That's Rich" são os representantes da Irlanda no Festival Eurovisão 2022

A Irlanda já escolheu os seus representantes para Turim: Brooke e "That's Rich" venceram o Eurosong 2022 e representam o país no Festival Eurovisão 2022.


A emissora irlandesa RTÉ transmitiu, esta noite, o Eurosong 2022, final nacional da Irlanda para o Festival Eurovisão 2022. Seis candidatos disputaram a gala, com a votação a cargo do público, do júri nacional e do júri internacional. Brooke e "That's Rich" venceram a competição, com a pontuação máxima do júri internacional e do televoto, tendo ficado na penúltima posição do júri de sala. Por sua vez, Miles Graham ocupou a segunda posição e Janet Grogan encerrou o pódio.

Aceda, de seguida, aos resultados:
(júri de sala + júri internacional + televoto)

1.º Brooke – "That’s Rich" - 28 pontos (4+12+12)
2.º Miles Graham – "Yeah, We’re Gonna Get Out It" - 24 pontos (10+6+8)
3.º Janet Grogan – "Ashes of Yesterday" - 24 pontos (12+8+4)
4.º Patrick O’Sullivan – "One Night, One Kiss, One Promise" - 22 pontos (6+10+6)
5.º Rachel Goode – "I’m Loving Me" - 16 pontos (2+4+10)
6.º Brendan Murray – "Real Love" - 12 pontos (8+2+2)

Estreante em 1965, a Irlanda conta com 54 participações no Festival Eurovisão, sendo o país com maior número de vitórias: 7 (1970, 1980, 1987, 1992, 1993, 1994 e 1996). Em 2021, a Irlanda foi representada por Lesley Roy, cantora que já havia sido escolhida para o Festival Eurovisão de 2020. Com "Maps", a candidatura irlandesa não foi além do 16.º (e último) lugar na semifinal com 20 pontos, tendo sido a 15.ª classificada na votação do júri (16 pontos) e do televoto (4 pontos).

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter Instagram. Visite já!
Fonte e Imagem: RTE/ Vídeo: Youtube
4
( Hide )
  1. Anónimo23:37

    A Eurovisão está a desiludir-me tanto este ano...
    As músicas que ganham as finais nacionais são péssimas!
    Espero que amanha ganhe Blinded Dreamers para Israel. A minha canção favorita até agora das finais nacionais, tirando a da Rigoberta e a das Tanxugueiras que já foram eliminadas

    ResponderEliminar
  2. Anónimo23:46

    Não é uma grande canção, mas foi a melhor opção a concurso.
    Com um staging diferente talvez a a Irlanda chegue à final

    ResponderEliminar
  3. Não gosto da canção.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo11:46

    Depois de ver as atuações de Brooke e Rachel Goode, nunca mais volto a criticar a maioria dos cantores que vão ao Somos Portugal e ao Domingão. Afinal pôr duas "bailarinas" atrás a fazer ginástica resulta, está na moda e, pelo menos no caso da Irlanda, é receita para o ESC. O meu aplauso vai para a tenacidade do júri de sala, que conseguiu ver só aspetos positivos em todas as canções e todas as interpretações. Por outro lado, quando o chamado "júri internacional" é composto pelo inefável editor do Wiwibloggs (que já tinha dado a entender, muito antes, qual a sua preferência), por um elemento do grupo islandês do ano passado (nem sequer era a solista), pelo antigo chefe de delegação da Rep. Checa (país com mais maus resultados do que bons) e por um elemento da delegação russa (para os irlandeses a Europa do Sul não conta, nem mesmo a Itália, que vai organizar o ESC), esta seleção nacional foi mesmo para "despachar". Lembraram-se as sete vitórias do país no ESC, mas, sejamos francos, para a Irlanda definitivamente "those were the days"...

    ResponderEliminar

Ideas

both, mystorymag

A NÃO PERDER...

TOP
© Todos os direitos reservados
Criado por templatezoo Personalizado por ESC Portugal - PG, 2022.