Espanha: RTVE investe 3,2 milhões de euros no 'Benidorm Fest 2022'

A emissora espanhola RTVE investirá cerca de 3,2 milhões de euros na realização do Benidorm Fest 2022.


Fontes internas da emissora espanhola RTVE avançaram, recentemente, que a estação pública investirá cerca de 3,2 milhões de euros na realização do Benidorm Fest 2022, final nacional de Espanha para o Festival Eurovisão 2022. A maioria do valor investido, cerca de 1,87 milhões, será destino à Boomerang TV, a produtora do evento, tendo um custo estimado de 625 mil euros por gala.

De realçar que a Boomerang TV será a responsável pela cenografia, o sistema de votação demográfico, a elaboração dos vídeos de apresentação, a direção das galas, do guião, produção e vestuário, bem como dos assistentes administrativos, fotografia, equipamentos de som e adaptação dos espaços para camarins, escritórios e salas de imprensa. O contrato entre a RTVE e a produtora inclui também disposições para a assistência de público, ainda que o mesmo não tenha sido confirmado devido à pandemia de Covid-19.

O resto do valor investido será destinado aos custos internos e externos da RTVE relacionados com a realização do evento, que contará com três galas, sendo que a Generalidade Valenciana, conjunto de instituições de autogoverno da Comunidade Valenciana, investirá 1 milhão de euros para o evento.


Recorde, de seguida, aos 14 concorrentes do certame:

Azúcar Moreno – "Postureo"
Blanca Paloma – "Secreto del agua"
Chanel – "Slo mo"
Gonzalo Hermida – "Quién lo diría"
Javiera Mena – "Culpa"
Luna Ki – "Quiero Morir"
Marta Sango -."Sigues en mi mente"
Rayden – "Calle de la llorería"
Rigoberta Bandini – "Ay Mama"
Sara Deop – "Make you say"
Tanxugueiras – "Terra"
Unique – "Mejores"
Varry Brava – "Raffaella"
Xeinn – "Eco"

A RTVE recebeu 886 canções para o Benidorm Fest, sendo 692 oriundas do processo público e 194 dos convites diretos. O certame contará com duas semifinais e uma Grande Final, sendo que em cada semifinal estarão seis concorrentes com a votação a cargo do público (50%) e do júri (50%): o público votará através do televoto (50%) e de um painel demoscópico (50%), enquanto a votação do júri será assegurada por um painel nacional (60%) e um painel internacional (40%). Os três mais votados em cada gala conquistarão o apuramento para a Grande Final, onde serão escolhidos os representantes de Espanha em Itália.

Estreante em 1961, Espanha conta com 60 participações no Festival Eurovisão, tendo ganho as edições de 1968 e 1969. Escolhido internamente pela emissora espanhola, Blas Cantó representou Espanha no Festival Eurovisão 2021 depois do cancelamento do concurso de 2020. Em defesa de "Voy A Quedarme", o cantor ficou em 24.º (e penúltimo) lugar com apenas 6 pontos, todos oriundos da votação do júri da Bulgária (4) e do Reino Unido (2).

 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RTVE/EurovisionSpain / Imagem e Vídeo: Eurovisiontv

1 comentário:

  1. Investem milhões mas depois e como tem sido habitual só conseguem alguns tostões, porque como bem sabemos a Espanha nestes últimos anos tem andado na mó de baixo. Veremos se no próximo ano será diferente, mas vaticino que Portugal fará melhor que "nuestros hermanos", e se eles não tivessem entrada direta na Grande Final, a maior parte das vezes nem lá chegavam.

    ResponderEliminar