[ESPECIAL] As participações de Portugal no Festival Eurovisão Júnior


 
A RTP revela, amanhã, "O Rapaz", tema que Simão Oliveira defenderá no Festival Eurovisão Júnior 2021, naquela que será a sexta participação de Portugal no certame infanto-juvenil. Recorde connosco todas as candidaturas portuguesas no concurso.


Depois de ter sido o primeiro país a revelar o seu intérprete no Festival Eurovisão Júnior 2021, Portugal revelará amanhã, 12 de novembro, "O Rapaz", a canção que Simão Oliveira defenderá a 19 de dezembro em Paris, naquela que será a sexta participação portuguesa no concurso infanto-juvenil. A canção foi composta por Diogo Clemente e Fernando Daniel e será revelada com o videoclip oficial que tem como protagonista o intérprete Simão Oliveira, escolhido pela RTP depois da vitória no The Voice Portugal Kids. 

Contudo, na véspera de conhecermos a nossa canção para o concurso, recorde connosco um pouco da história de Portugal no Festival Eurovisão Júnior, que conta com cinco participações e uma série de colocações na segunda (e última) metade da tabela classificativa:

2006: Pedro Madeira - "Deixa-me Sentir" - 14.º lugar em 15 países
Naquela que foi a quarta edição do Festival Eurovisão Júnior e que teve lugar em Bucareste, na Roménia, Portugal fez a sua estreia, sendo representado por Pedro Madeira e "Deixa-me Sentir". Os representantes foram escolhidos através do Festival da Canção Júnior 2006, que teve lugar no Teatro Tivoli, em Lisboa, com 10 concorrentes e que contou com apresentação de Helena Coelho e Jorge Gabriel. No concurso internacional, Pedro Madeira, que abriu o alinhamento da transmissão, arrecadou 22 pontos (7 de Espanha e 3 de Malta, bem com os 12 pontos automáticos), ficando em 14.º lugar entre 15 países, apenas à frente da proposta da ARJ Macedónia, atual Macedónia do Norte.


2007: Jorge Leiria - "Só Quero É Cantar" - 16.º lugar em 17 países
No ano seguinte, a RTP voltou a apostar no Festival da Canção Júnior para a escolha dos seus representantes para o Festival Eurovisão Júnior, que teve lugar em Roterdão, nos Países Baixos. 12 canções estiveram a concurso, com a apresentação a cargo de Jorge Gabriel e Merche Romero, coadjuvados por Débora Amado e Luís Ganito, com a vitória a sorrir a Jorge Leiria e "Só Quero É Cantar". Em Roterdão, a canção portuguesa não foi além do 16.º lugar, entre 17 países, com 15 pontos (2 da Arménia e 1 de Chipre, além dos 12 pontos automáticos), superando a proposta da Grécia por apenas 1 ponto.

2017: Maria Venâncio - "Youtuber" - 14.º lugar em 16 países
Nove edições depois da retirada (e após a vitória de Salvador Sobral no Festival Eurovisão), Portugal regressou ao Festival Eurovisão Júnior na edição que teve lugar em Tbillisi, na Geórgia. Composta por João Cabrita e Mariana Andrade, "Youtuber" foi escolhida internamente pela RTP, que realizou o Juniores de Portugal para a escolha do intérprete. Cinco candidatos prestaram provas, com Maria Venâncio, a favorita do público, a conquistar o passaporte eurovisivo. No concurso internacional, a canção recebeu 45 pontos da votação online (10.º em 16) e 9 do júri (15.º em 16), provenientes da Arménia (2), Geórgia (4) e Itália (3), terminando em 14.º lugar com 54 pontos, sendo o melhor resultado de Portugal no evento.


2018: Rita Laranjeira - "Gosto de tudo (já não gosto de nada)" - 18.º lugar em 20 países
Pela segunda vez consecutiva, a RTP voltou a apostar numa seleção interna da sua canção para o Festival Eurovisão Júnior, com João Só a compôr "Gosto de tudo (já não gosto de nada)". O intérprete foi escolhido através do Juniores de Portugal que, ao contrário da edição anterior, foi realizado internamente e que contou com a participação de 10 dos 70 jovens inscritos. Rita Laranjeira foi então a escolhida para representar Portugal no concurso que teve lugar em Minsk, na Bielorrússia. Com um número recorde de 20 países a concurso, a canção portuguesa ficou-se no 18.º lugar entre 20 países com 42 pontos, todos oriundos da votação online, onde ficou em 13.º lugar, tendo ficado a zeros na votação dos júris.


2019: Joana Almeida - "Vem Comigo (Come With Me)" - 16.º lugar em 19 países
Pela terceira vez consecutiva a concurso, algo inédito na sua história, a RTP escolheu Joana Almeida para o Festival Eurovisão Júnior 2019, depois da sua vitória na Gala dos Pequenos Cantores da Figueira da Foz. João Pedro Coimbra foi o responsável por compôr "Vem Comigo (Come With Me)", a primeira canção bilingue que Portugal levou ao concurso internacional. Em Gliwice-Silesia, Portugal voltou a ficar a zeros na votação dos júris, terminando em 16.º lugar com 43 pontos, todos oriundos da votação online em que ficou em 12.º lugar. No entanto, esta foi a primeira (e única) vez que Portugal ficou de fora do bottom do certame.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem e Vídeo: Eurovisiontv

2 comentários:

  1. Anónimo03:02

    Tem que ser mesmo pessima para não ficar com a melhor qualificação de sempre

    ResponderEliminar
  2. Anónimo15:15

    Pelo menos a melhor classificação de sempre é uma forte hipótese para Portugal!

    ResponderEliminar