[AO VIVO] ESC2021: Acompanhe connosco o quarto dia de ensaios em Roterdão

 Os ensaios na Rotterdam Ahoy continuam com os últimos países da semifinal 2. Acompanhe connosco o quarto dia de ensaios do Festival Eurovisão 2021 e deixe-nos as suas opiniões. Fique connosco!

Hoje, 11 de maio, a Rotterdam Ahoy, em Roterdão, recebe a terceira ronda de ensaios para o concurso internacional deste ano, com 8 países a realizarem o primeiro ensaio individual: Geórgia, Albânia, Portugal, Bulgária, Finlândia, Suíça, Letónia e Dinamarca. Os ensaios terão uma duração de 30 minutos, com os artistas a ensaiarem várias vezes a sua prestação, sendo que a arena será vedada à imprensa, que poderá acompanhar os ensaios através do Press Center.

Recorde AQUI a programação de ensaios para hoje.

Acompanhe connosco tudo o que acontece no palco eurovisivo em Roterdão:

9h00 - A Géorgia abre o quarto dia de ensaios individuais e já está no palco da Rotterdam Ahoy.

9h19 - Tornike Kipiani surge sozinho em palco, que se encontra escuro e com apenas um foco de luz na sua direção. No primeiro refrão, temos várias explosões de cor azul, sendo observável uma caixa de luz em palco, onde o artista se senta de seguida e a letra da canção é projetada no seu corpo. Até ao final, temos novas explosões de cor no ecrã de fundo e a atuação termina como começou: palco escuro e apenas um foco na direção do artista. A nível vocal, o cantor da Geórgia esteve longe do seu melhor...

Nota da Geórgia: 4,5/5

9h40 - A Albânia segue-se no alinhamento e o ensaio começará dentro de minutos. Ansiosos para o dia de hoje?

9h55 - A atuação da Albânia começa com uma enorme explosão de cor vermelha no palco completamente preto. Anxhela Peristri está sozinha em palco e novas explosões de cor, desta vez em azul, acontecem na atuação, com o palco a manter-se em tons escuros até à fase final da prestação. A cantora fica sozinha até ao fim e tem uma prestação vocal que, muito certamente, irá agradar ao júri... e ao público.

Nota da Albânia: 7/10

10h09 - Terminado o ensaio da Albânia, Portugal é o próximo a atuar no palco do Festival Eurovisão 2021.

10h20 - Os The Black Mamba já estão no palco da Rotterdam Ahoy e usam os mesmos figurinos que vimos no palco do Festival da Canção 2021. O primeiro ensaio para a imprensa começará dentro de minutos.

10h35 - A atuação de Portugal no Festival Eurovisão 2021 começa a preto e branco. Tatanka está à frente no palco, enquanto os restantes elementos do grupo estão ao fundo. O palco ganha tons azuis e no ecrã de fundo, e na parede LED, temos algumas imagens que contam a história de "Love Is On My Side". O vocalista ruma até ao palco B onde tem a sua guitarra e onde termina a sua atuação, com o palco em tons dourados e vermelhos.

Nota de Portugal: 8/10

10h39 - O nosso acreditado João Diogo deu uma pontuação de 7 em 10 ao ensaio de Portugal, destacando a passagem do preto e branco para a cor na prestação dos The Black Mamba. Por sua vez, o Nuno Carrilho deu uma nota de 9 em 10, destacando o LED lateral, onde conseguiram contar a história da canção.

10h41 - De realçar que, nas imagens de palco, conseguimos ver algumas alusões a uma cidade à noite, o rosto de uma mulher e o figurino de uma mulher a caminhar sozinha numa rua à noite. É a história de "Love Is On My Side" e que resultou muito bem em palco.

10h46 - O ensaio de Portugal agradou à imprensa internacional. No Press Center multiplicam-se os elogios à atuação dos The Black Mamba.

10h47 - A segunda atuação dos The Black Mamba é transmitida agora. Tivemos algumas correções na iluminação e nos planos de câmara. O Tatanka, vocalista do grupo, é, sem dúvida, um dos grandes intérpretes da edição.

11h00 - Depois de Portugal, o palco prepara-se para a atuação da Bulgária.

11h18 - Victoria está sozinha e sentada numa estrutura gigante em forma de pedra e vemos uma queda de areia durante toda a prestação. A estrutura roda e vemos uma fotografia no topo da mesma. O palco está escuro, com imagens de chuva de estrelas e as luzes são amarelas. Por baixo da estrutura, o palco está azul, simulando o oceano. Uma atuação bastante capaz da representante da Bulgária.

Nota da Bulgária: 8/10

11:30 - Pausa de almoço. Os ensaios retomam às 12h40 com a Finlândia.

12h55 - Os Blind Channel da Finlândia seguem-se no alinhamento do ensaio. A banda, com os dois vocalistas e quatro músicos em palco, apresenta-se com uns figurinos escuros, estando distribuídos no palco principal. O palco varia de tons vermelhos para tons de azul ao longo da canção, começando com 2 silhuetas na parede LED. No final da atuação, o chão do palco secundário mostra uma pessoa, tal como o palco principal nos últimos instantes. É uma atuação bastante intensa... mas que poderá não agradar a todos.

Nota da Finlândia: 6,5/10

13h20 - A Letónia é a próxima a subir ao palco do Festival Eurovisão 2021.

13h34 - Samanta Tina está vestida de verde e o palco ilumina-se em tons dourado depois de estar, inicialmente, em preto. As três backing singers, com figurinos parecidos aos que vimos no ano passado, também estão em palco. Durante o instrumental, a cantora recria a coroa de mãos, que aparece também no chão do palco. Na parte final, existem algumas explosões de luz no palco. O apuramento da Letónia não parece ser muito claro...

Nota da Letónia: 5/10

14h00 - A Suíça sobe ao palco do concurso, sendo uma das atuações mais esperadas do dia.

14h19 - A atuação helvética começa com planos fechados no rosto de Gjon's Tears. A Suíça levou para o palco uma estrutura em branco, onde o intérprete está colocado. O fundo é branco, com alguns efeitos que parecem simular água. Os planos de câmara mudam rapidamente, mas alguns precisam de grandes ajustes. Na parte final da atuação, a estrutura desmonta-se, com o artista apoiado num dos pedestais, enquanto as restantes partes aparecem soltas no palco.

Nota da Suíça: 8/10

14h40 - A Dinamarca segue-se no alinhamento e vai encerrar o dia de ensaios.

15h03 - A Dinamarca traz-nos a outra canção com inspiraçoes dos anos 80 desta semifinal. No geral, lembra muito a atuação no Dansk Melodi Grand Prix. O interprete esta numa plataforma elevada, tal como o segundo elemento que providencia vocais de apoio. As cores são tambem as mesmas: violeta e azul. O figurino tambem. Num dado momento o vocalista principal deixa a plataforma onde esta e corre ate ao palco secundario e depois volta a correr para o palco principal para continuar a interpretar a canção. 

Nota da Dinamarca: 6,5/10

15h10 - Chegou ao fim o quarto dia de ensaios. Obrigado a todos os que nos acompanharam.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal /Imagem/Vídeo: Eurovisiontv 

24 comentários:

  1. Na georgia a avaliação edstá de 4,5 para 5. Mas os outros países foram avaliados até 10, ou foi engano?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:19

      Acho que a avaliação é 4.5 em 10, pela crítica escrita a equipa do escportugal não gostou da actuação do Tornike

      Eliminar
  2. Portugal vai conseguir agradar o júri mas duvido quanto ao televoto. Veremos.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo11:07

    Estou a ouvir os comentarios livestream. Adoraram a prestação de Portugal. Dizem até que foi o melhor staging até ao momento e que Portugal definitivamente vai passar à final!

    ResponderEliminar
  4. A Geórgia poderia ter uma bailarina em palco. Oque aconteceu com esse pais que era tão bom em 2007-2008, 2010-2011, 2013, 2015 e 2016 e até 2017 que mesmo fora da final impressionou?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo11:13

    O Staging de Portugal está-se a espalhar por todo o lado como fogo, parabéns a quem teve a ideia e a sensibilidade. Eu nem sequer gosto muito da musica, mas esta é a direcção certa...é assim que a RTP deve pensar a apresentação das canções.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo11:20

    Parece que o ensaio de Portugal agradou aos apostadores. Nas odds gerais já subiu de posição, e nas da semifinal aumentou as possibilidades de qualificação, distanciando-se da Áustria que está no 11 lugar.

    ResponderEliminar
  7. eu não teria surpresa nenhuma se Portugal passasse à final... Já dizia isso antes dos ensaios começarem. A canção é simples sim mas é bonita e mt bem defendida .
    Portugal não tem nada do que se envergonhar! Força Portugal Força The Black Mamba!!

    ResponderEliminar
  8. Anónimo12:29

    Relativamente a Portugal não sei... Numa primeira impressão os stagings mais simplistas e minimalistas da Geórgia ou da Bulgária parecem-me melhores e mais memoráveis, mas secalhar tornam-se aborrecidos a meio da canção, o staging tuga parece ter dinamismo e com isso consiga cativar a atençãodos telespectadores, mas não estou convencido...
    A ver vamos se vai resultar ou não

    ResponderEliminar
  9. Pela primeira vez há imensos comentários a elogiar o staging de Portugal!!

    ResponderEliminar
  10. Infelizmente, parece que é necessária a preparação cénica para uma canção se destacar! E ser falada por boas, ou más razões. Parece que quase todos nos esquecemos que isto é um festival da canção e não outra coisa. Mas enfim! Se tiver que ser assim para darem atenção à canção, pois que seja! Por aquilo que se tem lido, parece, que gostaram e a surpresa, pela positiva, foi grande! Ainda bem! À exceção de "nuestros hermanos" do Esc-Spain. Deve ser por ressabiamento, já que não saem dos últimos lugares! Agora estão mesmo em último!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:16

      Pois No Twitter so tenho visto elogios por parte dos espanhois

      Eliminar
    2. não é nenhum festival...É um concurso de canções em formato televisivo, pelo que a apresentação visual conta.
      Nós em Portugal é que insistimos em chamar "festival da eurovisão" ou "eurofestival"

      Eliminar
    3. Festival ou concurso de... CANÇÕES! Isso sim, deveria ser o fundamental! O resto vem por arrasto ou acréscimo!

      Eliminar
    4. Euro... SONG Contest!

      Eliminar
    5. Anónimo18:00

      É um programa de televisão, não de rádio, a parte visual é importante

      Eliminar
    6. Pois é! Mas não deveria ser o mais importante e sim as canções! Com o YouTube qualquer um pode ver como era há alguns anos (décadas de 70 e 80,por exemplo). Claro que os tempos são diferentes, as coisas evoluem mas, convenhamos, às vezes (muitas?) é foguetório a mais! Muita parra pouca uva!

      Eliminar
  11. As imagens não são de uma cidade qualquer...São de Amesterdão nota-se perfeitamente a arquitectura vernacular de Amesterdão e é o local onde eles conheceram a mulher que inspirou a canção

    ResponderEliminar
  12. Anónimo15:35

    Se não passarmos, saímos com a cabeça erguida. Portugal tem das melhores atuações das duas semi finais, são profissionais com anos de experiencia que ali estão, conseguiram tornar a atuaçao ainda mais atrativa com o efeito orquestra e as luzes tornam tudo muito elegante, é uma canção que não vai agradar a toda a gente por não ser comercial mas destacam-se claramente do resto. Os favoritos falharam quase todos, tudo muito parecido e previsivel, tudo a tentar destacar com efeitos de palco, pode ser que isso jogue a nosso favor. Pode ser que os boomers se identifiquem com eles.


    Das primeiras vezes que não sinto vergonha alheia dos nossos representantes.

    ResponderEliminar
  13. Grande novidade. Portugal mostrou classe e distinção. A maioria das canções da 2ªsemi são todas iguais, mesma batida, mesmo refrão fácil e dançarinos em palco. É que são todas tão parecidas que qualquer coisa diferente destaca-se logo

    ResponderEliminar
  14. Anónimo18:45

    A Dinamarca devia atuar antes da Suíça, esqueço-me sempre que a segunda semifinal não acaba com o Gjon e acho que mesmo sendo os últimos a atuar esta posição vai ser uma desvantagem na hora das votações

    ResponderEliminar
  15. A esta hora deve andar tudo à procura da tal mulher. É que se ela aparecesse ao vivo daria muito mais impacto. Até digo mais, se o conhecimento mútuo tivesse sido em Roterdão ainda ganhávamos o Eurovision Staging Contest.

    ResponderEliminar
  16. Eurovision Staging Contest! Gostei deste! É cada vez mais aquilo que parece e não um Eurovision SONG Contest!

    ResponderEliminar