[OLHARES SOBRE O ESC2021] Croácia, Bélgica e Israel



A caminhada do Olhares sobre o Eurovision Song Contest 2021 continua com a análise às canções da Croácia, Bélgica e Israel. Haverá novo país a liderar a tabela?


A jornada do Olhares sobre o Eurovision Song Contest 2021 continua hoje com a análise de três dos países que disputarão a primeira semifinal do concurso: Croácia, Bélgica e Israel. Ao longo do mês analisaremos todas as canções da Eurovisão 2021, e a cada uma será atribuída uma média de posição, fruto da fusão dos tops 39 dos 30 comentadores selecionados. 

A Bélgica, com uma média de classificação de 14,59, foi o país mais votado do dia, entrando para o terceiro lugar da tabela classificativa, atrás da Lituânia e Chipre. Por sua vez, a Croácia e Israel arrecadaram uma média de classificação de 22,10 e 26,31, respetivamente. Para ler os comentários às canções basta carregar nos países na tabela abaixo. Aproveite a oportunidade e deixe-nos a sua opinião na caixa de comentários. 

Classificação Geral Provisória:

1.º Lituânia - 12,31
2º. Chipre - 13,76
3º. Bélgica - 14,59
4.º Suécia - 15,62
5.º 
Rússia - 17,55
6.º Noruega - 20,48
7.º Irlanda - 20,62
8.º Croácia - 22,10
9.º Austrália - 23,03
10.º Eslovénia - 24,28
11.º Israel - 26,31
12.º Macedónia do Norte - 31,93

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPortugal

1 comentário:

  1. BÉLGICA - "The Wrong Place", por Hooverphonic: Parece-me a mim que o encontro numa festa não terminou muito bem e mais shot menos shot aí temos uma ressaca com alguma frustração à mistura. Esta música não se diferencia muito da que trouxeram no pretérito ano com outra vocalista. É um estilo um bocado misantropo que está visto veio para ficar. Não me encanta muito. Votação: 3 pontos.
    CROÁCIA - "Tick-Tock", por Albina: música para dançar ao ritmo dos ponteiros de um relógio, a letra revela essa intenção desabrida de uma vontade crescente. Não tem nada de chocante nem de imprevisível, tudo se passará sempre de igual forma até o relógio silenciar. Votação: 5 pontos.
    ISRAEL - "Set me free", por Eden Alene: a harmonia que a Elen sente na sua pulsação não se compadece com o ritmo da música da sua canção que tem pouca vivacidade e não dá margem para se libertar em direcção a voos mais altos. Quero eu dizer que embora livre na concepção da sua dança a canção assim como a interpretação são um tudo nada frouxas. Pontuação: 1 ponto.

    ResponderEliminar