[OLHARES SOBRE O ESC2021] Alemanha, Itália e Países Baixos


A caminhada do Olhares sobre o Eurovision Song Contest 2021 continua com a análise às canções da Alemanha, Itália e Países Baixos, temas apurados para a Grande Final. Haverá novo país a liderar a tabela?


A jornada do Olhares sobre o Eurovision Song Contest 2021 continua hoje com a análise das canções do país anfitrião, e de dois membros dos Big 5: Alemanha e Itália. Ao longo do mês, analisaremos todas as canções da Eurovisão 2021, e a cada uma será atribuída uma média de posição, fruto da fusão dos tops 39 dos 30 comentadores selecionados. 

Itália, com uma média de classificação de 12,07, foi o país mais votado do dia, ocupando agora o segundo lugar da tabela classificativa, a seguir a Malta, que continua na liderança. Por sua vez, os Países Baixos e a Alemanha, arrecadaram uma média de classificação 24,45 e 27,45, respetivamente, com Jendrik a ocupar a penúltima posição da tabela. 
Para ler os comentários às canções basta carregar nos países na tabela abaixo. Aproveite a oportunidade e deixe-nos a sua opinião na caixa de comentários. 

Classificação Geral Provisória:

1.º Malta - 10,62
2.º Itália - 12,07
3.º Lituânia - 12,31
4.º Roménia - 13,24
5º. Chipre - 13,76
6º. Bélgica - 14,59
7.º Suécia - 15,62
8.º 
Rússia - 17,55
9.ºAzerbaijão - 18,90
10.º  Ucrânia - 19,24
11.º Noruega - 20,48
12.º Irlanda - 20,62
13.º Croácia - 22,10
14.º Austrália - 23,03
15.º Eslovénia - 24,28
16.º Países Baixos - 24,45
17.º Israel - 26,31
18.º Alemanha - 27,45
19.º Macedónia do Norte - 31,93

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPortugal

1 comentário:

  1. ALEMANHA - "I don't feel hate", por Jendrik: um tema com encenação do tipo non-sense que não ofende e é representado por um intérprete com muito carisma e de graça espontânea. Música alegre e divertida para pôr algum alívio neste festival que insiste demasiadamente nas apresentações mórbidas e aterradoras: Votação: 8 pontos.
    ITÁLIA - "Zitti e Buoni", por Måneskin: Um rock diferente, atraente, divertido, sem monstros e que nos mostra a pureza de uma verdadeira interpretação à italiana. Votação: 12 pontos.
    THE NETHERLANDS - "Birth of a new age": a encenação desta composição parece inspirada numa dança de fogo executada por uma tribo qualquer para comemorar a chegada de uma nova era que eu não percebo bem em que consiste. Sinceramente esperava mais dos Países Baixos este ano. Votação: 1 ponto.

    ResponderEliminar