Molly Sandén: "Husavik podia ter vencido o Festival Eurovisão"


Molly Sandén, a voz por trás de "Husavik", canção nomeada para o Óscar de melhor canção original, acredita que esta podia ter vencido uma edição da Eurovisão.


Molly Sandén é a voz por trás das atuações da personagem Sigrit, interpretada por Rachel McAdam, no filme Eurovision Song Contest: The Story of Fire Saga da Netflix. A cantora sueca revelou como surgiu o convite para fazer parte deste filme: “há dois anos estava de férias em Los Angeles com a minha melhor amiga. Acordei um dia com uma chamada de Arnthor Birgisson [produtor islandês] a dizer: "que vais fazer hoje? queres fazer alguns vocais para um projeto divertido?" Estava com uma super ressaca. Também estava um pouco hesitante porque eu e a minha amiga tínhamos coisas planeadas. Tive que convencê-la de que, em troca da viagem para o estúdio, Arnthor nos pagaria o jantar. Quando cheguei ao estúdio e descobri mais sobre Fire Saga, simplesmente senti que tinha de acontecer. Eu sou Sigrit - essa é uma eu mais jovem, querendo atingir aquelas notas altas e participar na Eurovisão”.

Molly terminou em terceiro lugar no Junior Eurovision Song Contest em 2006 e participou algumas vezes no Melodifestivalen. A cantora assinou a sua participação nas canções como "My Marianne" (derivado dos seus nomes do meio: Molly My Marianne Sandén).

Nunca teria pensado que os vocais iniciais que fiz naquele dia de ressaca acabariam conosco nomeados para um Óscar. Mas a música é enorme. É uma música que atravessa a pele e toca-nos profundamente. Há algo nas melodias e letras que dão a Husavik uma essência tão pura e bela", disse Molly Sandén, afirmando também que "se estivesse na Eurovisão, acho que poderia ter vencido. Tem a grandeza e o coração de uma música vencedora”.

Molly não vê no seu futuro uma nova participação no Melodifestivalen: “sinto que o Melfest e competições semelhantes são assustadoras demais para mim. Fire Saga tem sido como ganhar a Eurovisão. Se fosse fazer parte do Melodifestivalen, ou mesmo da Eurovisão, preferiria ser um interval act ou algo assim. Adoro muito estes programas, mas é tão difícil competir com uma música, especialmente quando está tão perto do seu coração”.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte e Imagem: Eurovision.tv

1 comentário:

  1. Anónimo11:25

    Na minha opinião, definitivamente não ganharia!

    ResponderEliminar