ESC2021: José Carlos Malato e Nuno Galopim comentam a transmissão do Festival Eurovisão 2021

 


José Carlos Malato e Nuno Galopim são os comentadores da transmissão das três galas do Festival Eurovisão 2021 na RTP, revelou a emissora estatal portuguesa.

Depois do ESCPORTUGAL ter avançado que José Carlos Malato seria comentador do concurso internacional, a RTP revelou, esta manhã, que Nuno Galopim também comentará o Festival Eurovisão 2021 para a televisão portuguesa. A dupla, que comentou a edição de 2017 e 2019, fará a cobertura das três galas do concurso, com a RTP a não revelar detalhes sobre a transmissão da primeira semifinal do concurso, gala que não contará com a participação de Portugal.

Este será a quinta edição conecutiva em que Nuno Galopim estará como comentador do Festival Eurovisão, depois de duas edições ao lado de Hélder Reis (2016 e 2018) e duas ao lado de José Carlos Malato (2017 e 2019), tendo também comentado o Eurovision: Europe Shine a Light. Por outro lado, José Carlos Malato, apresentador da Final do Festival da Canção de 2014 e de semifinais das edições de 2015 e 2017-2021, está de regresso, depois de ter comentado a edição de 2017 e 2019.
.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo: RTP

6 comentários:

  1. Anónimo15:04

    Ésc Portugal, a vergonha. Omitir am o Galopim há dias, têm alguma coisa contra ele? Perguntavam se ele também seria comentador e já ficavam a saber e não induziam os fãs em erro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo

      Aconselho que volte a ler o artigo lançado pelo ESCPORTUGAL a 26/04. No artigo, o ESCPORTUGAL escreveu que o José Carlos Malato, conforme o próprio anunciou em entrevista, seria comentador do Festival Eurovisão. Em momento algum foi escrito que seria sozinho e/ou que o Nuno Galopim não estaria também na cobertura. Além disso, o ESCPORTUGAL contactou a RTP sobre o assunto que disse que, em breve, seriam anunciados os nomes, tal como aconteceu hoje :)

      Cumprimentos
      Nuno Carrilho

      Eliminar
  2. Anónimo15:46

    E no próximo ano também: Nuno Galopim endereçará os convites aos compositores do FC e comentará o ESC. E em 2023 também. E manterás as funções em 2024. Empregos vitalícios fazem parte do serviço público.

    ResponderEliminar
  3. Não há mais ninguém? Sempre os mesmos, fico até com a ideia que na RTP não há gente suficiente para competir com os velhos do Restelo (sem ofensa, quero dizer os profissionais mais antigos da casa).

    ResponderEliminar
  4. Por acaso não gostei desta dupla a comentar em 2019...
    Um comenta em demasia as roupas e o outro faz comentários depreciativos sobre algumas propostas. Em 2019 disse que a Bielorussia não tinha qualquer hipotese de chegar à final. Viu-se...

    ResponderEliminar
  5. Anónimo13:38

    Gostava mais de Helder Reis com Nuno Galopim

    ResponderEliminar