[VÍDEO] ESC2021: Galasy ZMesta e "Ya Nauchu Tebya (I'll Teach You)" são os representantes da Bielorrússia

 

Galasy ZMesta e "Ya Nauchu Tebya (I'll Teach You)" são os representantes da Bielorrússia no Festival Eurovisão 2021.


A emissora bielorrussa BTRC apresentou, esta tarde, os seus representantes para o Festival Eurovisão 2021. O grupo Galasy ZMesta, formado por Irina Sorgovitskaya, Dmitry Butakov, Evgeniy Kardash, Evgeniy Artyukh e Maxim Ponomarenko, foi o escolhido por seleção interna da emissora mediante as propostas submetidas, interpretando "Ya Nauchu Tebya (I'll Teach You)", tema interpretado em russo.

Estreante em 2004, a Bielorrússia contabiliza 16 participações no certame europeu, tendo apenas seis participações na grande final do concurso. O melhor resultado remonta a 2007 quando Dmitry Koldun e o tema Work Your Magic alcançaram o 6.º posto em Helsínquia. Em Telavive, Zena representou o país com "Like It", terminando em 24.º lugar na Grande Final com 31 pontos, nenhum deles oriundo de Portugal. Vencedores do Eurofest 2020, os VAL representariam a Bielorrússia no Festival Eurovisão 2020 com "Da Vidna", canção interpretada na íntegra em bielorrusso.



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: BTRC / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

13 comentários:

  1. Anónimo15:15

    Acho-a repetitiva, mas é bem humorada.
    O mais provável é uma não qualificação para a final.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:45

      Estou tão arrependida de dizer que é uma música bem humorada...
      Ainda não consegui ler a tradução, mas pelos comentários que li esta música é a gozar com líderes da oposição na Bielorrússia e é contra os protestos que houve no País.
      Só espero que a EBU desqualifique esta canção.

      Eliminar
  2. Anónimo15:23

    So...
    Uma coisa curiosa esta banda foi criada depois dos protestos na Bielorrússia pela reeleição do governo ditatorial do país, são uma banda anti-protestos, anti-Europa e o vocalista é conhecido por ser um saudosista de quando o país fazia parte da URSS.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo15:42

    Ouvi dizer que a canção pode ter algumas mensagem de carácter "politico" e existe a possibilidade de exclusão da mesma. Alguém pode confirmar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:58

      Plo que percebi a mensagem que existe é apenas subtexto, n há nada descarado como "we don't wanna put in" em 2009.
      Uma exclusão do concurso acho pouco provável e até poder ser perigosa, já que pode abrir um precedente em que outras canções com conteúdos pró-lgbt, que falem daa mudanças climáticas, sobre a emigração ou contra o racismo, possam também ser excluídas.

      Eliminar
    2. Anónimo00:21

      O senhor das 17:58 só pode ser comunista! Haha

      Eliminar
  4. Anónimo16:39

    Vale pela originalidade. Mas é perfeitamente esquecível.
    As redes sociais estão cheias de comentários a pedir a desqualificação da Bielorrússia.

    Se é verdade que o grupo foi contra os protestos e contra a liberdade de expressão no país, acho bem que a EBU reveja isto com atenção. Se bem que levarem com as vaias que a Rússia recebeu em tempos ia deixar muita gente contente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo20:33

      O problema é que não deve haver muito publico, logo infelizmente as vaias não devem ter grande impacto.

      Eliminar
  5. Anónimo16:59

    Maia uma música na língua nacional. Mas espero que seja desqualificada!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo19:18

    Ainda vamos agradecer à Bielorrússia por não ficarmos em último lugar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo15:05

      Infelizmente não está na nossa semi final ;)

      Eliminar