Portugal: José Cid recorda participação no Festival da Canção de 1988

José Cid foi um dos convidados do programa Regresso ao Futuro onde recordou a sua passagem pelo Festival da Canção de 1988: "A Dora ganhou com uma música de caca e ficou em último lugar na Eurovisão".


O cantor e compositor José Cid, representante de Portugal no Festival Eurovisão de 1980 e de 1998, foi um dos convidados do programa Regresso ao Futuro, apresentado por João Manzarra e Cláudia Vieira, recordando a participação no Festival da Canção de 1988 enquanto compositor de "Cai Neve em Nova Iorque". O artista lamentou que a canção não tenha sido a vencedora, "perdeu por apenas por meio ponto", tecendo críticas ao processo de escolha de "Voltarei": "A Dora ganhou com uma música de caca e ficou em último lugar na Eurovisão" frisou, apesar da canção defendida por Dora ter terminado em antepenúltimo (18.º) no certame internacional.
 

Aceda AQUI à entrevista na íntegra.

  
José Cid estreou-se no Festival RTP da Canção em 1968, conquistando o terceiro lugar com "Balada para D. Inês". Desde então participou em 16 edições do mítico concurso da RTP enquanto intérprete, letrista e/ou compositor, contando com duas vitórias (1980 e 1998). Em 2018, José Cid falhou pela primeira vez o apuramento para a Grande Final do concurso, não indo além do 8.º lugar com 7 pontos (5.º lugar no televoto e 10.º no júri), com "O Som da Guitarra é a Alma de um Povo". Recorde as duas participações de José Cid na Eurovisão e a última no Festival da Canção.




Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: SIC / Imagem: SIC / Vídeo: YOUTUBE

2 comentários:

  1. Este senhor sempre muito correto e humilde...

    ResponderEliminar
  2. Por acaso aquela canção era horrível.

    ResponderEliminar