[Casas de Apostas] ESC2021: Suécia e Suíça são os favoritos a vencerem as semifinais


As apostas para vencedor das semifinais do Eurovision Song Contest 2021 já estão disponíveis. Suécia e Suíça lideram.


Após a revelação do último representante de um país na Eurovião 2021, Tusse pela Suécia, as casas de apostas abriram as apostas para as semifinais da competição. Ainda não são conhecidas todas as canções a concurso mas, para já, Suécia e Suíça, lideram as respetivas semifinais.

Na semifinal 1, a Suécia é a favorita para vencer, com os apostadores a acreditarem que existe 23% de possibilidade de isso acontecer. Em segundo aparece a Lituânia, com 11%. Malta, ainda sem canção divulgada, está em 3.º com 10%. Chipre é 4.º com 9%. A partir daqui, os países apresentam todos valores muito próximos mas, nos dez primeiros, temos ainda Noruega, Azerbaijão, Roménia, Rússia, Bélgica e Croácia ex-aequo com Macedónia do Norte, Ucrânia, Israel e Eslovénia. Irlanda, Austrália e Bielorrússia estão na cauda da semifinal.

Na semifinal 2, a Suíça lidera com 19% de possibilidades de vencer a semifinal. Em segundo lugar está a Bulgária com 15%. Em terceiro está a Islândia com 14%. A partir daqui, todos os países apresentam valores muito próximos. Finlândia é 4.ª com 8% e São Marino e Grécia empatam no 5.º lugar com 6%. Seguem-se na classificação Polónia e Moldávia (4%), Letónia, Áustria, Estónia, Geórgia Sérvia, Portugal e Albânia (3%), e por fim República Checa e Dinamarca (2%).

Recorde que estas apostas são para vencedor da semifinal e não devem ser confundidas com probabilidades de qualificação para a final.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Oddschecker / Imagem: ESCPortugal

16 comentários:

  1. a mim impressiona-me a quantidade de fãs que coloca Portugal em último ou penúltimo..é um exagero

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:47

      Porque preferem ramboias do tipo Letónia e Lituânia (com todo o respeito)

      Eliminar
    2. Estão completamente equivocados. A nossa semifinal tem 17 músicas e Portugal consegue facilmente estar no top 10 do júri. Depois no televoto, temos pontos certos da França, Espanha, Suiça e Bélgica. O Reino Unido nos últimos anos também nos tem atribuído alguns pontos, e este ano sendo a música em inglês, pode ser que pingue mais algum. A Islândia e a Polónia também nos costumam pontuar. Dificilmente Portugal vai ficar nos últimos lugares.

      Eliminar
    3. Anónimo20:29

      Os fãs estão a colocar em baixo todos os países que não escolheram os seus favoritos! Fazem o mesmo com a Noruega e com a Suécia. Vai aos comentários e só sabem falar mal! Por outro lado gostam de propostas sem musicalidade nenhuma como é o caso da Lituânia!

      Eliminar
    4. Anónimo21:33

      Que tal vocês pararem de ser uns snobs por 5 segundos. Só pq n é uma musica de radio nao quer dizer que é arte. Parem de agir como se tudo o que levamos é excelente e que quem pensa o contrario é inferior. E perguntam-se porque todos acham os portugueses uma piada. O nosso lixo vai ficar em ultimo como merece. Diferente não quer dizer melhor, tirem a cabeça do vosso rabo por 1 minuto. Voces são uma vergonha de snobs e narcisistas.

      Eliminar
    5. Anónimo23:49

      Vêm com as malas feitas logo na semi , mais que óbvio

      Eliminar
    6. Anónimo19:30

      A mim não me impressiona, sabes porque? Porque essa gente tem falta de cultura musical. Metiam o Conan no top10 e todos sabemos como acabou a história. Não me impressiona também porque desde o discurso do Sobral, implicam com Portugal de uma maneira absurda. Se fosse Itália a levar isto não ficava no bottom de ninguém.

      O problema dos eurofãs é esse, tudo o que não seja musica de radio ou atual é bottom 5. Nós não levamos uma cançao que seja material bottom 5. É ridiculo e penoso que metam Portugal tao baixo. O problema deles também é que levamos uma cançao ingles, isso é crime!!

      Aquilo é qualidade, basta ouvir todas as cançoes da semi final 2 seguidas. Respiras um bocadinho na Suiça e Portugal. O resto é superficialidade, gritaria e musica fabricada para ouvir uns dias, depois mais ninguem quer saber.

      Eliminar
    7. Anónimo19:39

      21:33 Isso é ridiculo. Ganha vergonha. Eu costumo criticar os snobs todos os anos, mas neste caso, ele tem razao. Somos snobs por dizer a verdade? Se tu te sentes inferior, isso é um problema teu, de personalidade.

      Chamar LIXO àquela canção é de uma falta de cultura musical, de conhecimento geral extrema. O nosso lixo pode ficar em ultimo, mas aquele concursozinho ja nao tem boa reputaçao ha muito tempo, portanto secalhar até é bom porque so prova que levámos qualidade. Voces ficam todos ofendidos quando os locals criticam a musica da eurovisao, dizem que os eurofas sao uma piada, quando dizem que aquilo é um CIRCO cheio de luzes, purpurinas, beats pre fabricados e artistas narcisistas, musica péssima. Um concurso com artistas que quando acabam a eurovisão nunca mais ouves falar neles, nao conseguem fazer musica sozinhos, nunca enchem concertos porque sao MEDIOCRES, nao chegam ao nivel dos Black Mamba. Países têm de recorrer aos suecos porque sozinhos nao conseguem nada.

      Confio MUITO mais nos locals do que nos fanzinhos fanaticos, pop lovers como tu, que querem transformar a eurivisão num concurso de pop onde a diversidade musical e o respeito por outros generos musicais, que não tenham uma melodia ''catchy'' nao existe.

      Porque é que achas que artistas de topo nem querem ir? So aparecem la flops tipo o florida.

      o que levamos nao é excelente, mas tem qualidade e é bom. Podia facilmente ser uma cançao de uma banda qualquer de topo americana. Nao, ninguem acha os portugueses uma piada. Mas o mundo inteiro acha a eurovisao uma piada e este ano vao ter muitas atuaçoes para rir, porque é isso que a maioria do povo de todos os países procura quando ve a eurovisao. Querem rir, nao procuram boa musica, nao olham para aquilo como um concerto, um concurso de música.


      Ganhem noçao.

      Eliminar
  2. Anónimo19:46

    Isto vai mexer e muito até ao dia D...volto a repetir que há 4 anos nesta altura Portugal estava entre o 25 e 20 como neste momento e acredito que se tivermos um bom staging, é bem possível o top10

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:30

      Procura um cerebro se acreditas nisso

      Eliminar
    2. Tenho algum receio que o nosso staging não seja efetivo, e é uma pena porque a atuação do FDC estava razoável, basta apenas melhorar os jogos de luz e os planos. Eu continuaria a explorar o look anos 50 que esta música transmite. Os fatos e o filtro estavam perfeitos. Eu passaria a imagem para cor focando o guitarrista a estalar os dedos. Depois no fim, voltava a colocar o filtro para a música acabar como começou.

      Eliminar
    3. Anónimo23:50

      Só se for em Marte , acordem a canção é pobre !!!!

      Eliminar
    4. Por mais déjá vu que seja a nossa música, pode ser que hajam surpresas. Só não gosto é de mesmices e saudosismo. Nós há 4 anos atrás, ficámos muito revoltados com a música mas, surpresa das surpresas, ganhámos! Embora não goste da música em si, eu ainda hoje sinto o maior orgulho de ver e rever o anúncio da nossa canção a realizar o tão sonhado momento de vencer! 😀😀😀😀😀

      Eliminar
  3. os portugueses continuam a chamar"música" a uma canção.
    É um festival/concurso de canções não de músicas. As músicas não se cantam, tocam-se. As canções é que são cantadas!

    ResponderEliminar
  4. Como brasileiro, é óbvio que Portugal sempre ocupa um lugarzinho todo especial no meu top todo ano. Sinto como se fosse um pouco o Brasil a competir. Mesmo nas piores canções, sempre ocupou algum espacinho no meu Top 10 ou 15 e, por acaso, venceram no dia do meu aniversário (acabei por cumprir uma promessa que fiz no dia da final, visitando Lisboa e acompanhando de perto a primorosa edição que organizaram na Altice. Foi mágico!).

    Porém, é preciso admitir: a canção deste ano não é boa. Soa repetitiva, datada e o timbre do vocalista é levemente irritante. Pela primeira vez desde que comecei a acompanhar a Eurovisao (e já se vão 12 anos), PT está no meu bottom, ocupando a 33ª posição.

    Acredito que desde a vitória de Salvador, o Festival da Canção é sempre um dos mais experimentais e inovadores, mas este ano competem com uma entrada sem brilho. Também parece existir uma aura entre portugueses que, por ganharem com uma canção primorosa, são o país que envia arte não compreendida a um concurso de músicas descartáveis. Isso não poderia ser mais errado: não só tudo que produzem tem a qualidade sonora de Salvador como é um tanto prepotente que interpretem uma não-qualificação à final como atestado de qualidade.

    Suíça mostra qualidade sem ser brega ou ultrapassado. A Holanda fez isso ano retrasado, a Itália em 2018, França e Ucrânia em 2017 e por aí vai.

    Boa sorte em 2022, meus caros tugas. E ganhem logo outra vez porque adoraria ter uma desculpa pra passar mais uma semana agradabilíssima em Lisboa ou no Porto.

    ResponderEliminar