[VÍDEO] ESC2021: Barbara Pravi e "Voilà" representam França em Roterdão

França já escolheu os seus representantes para o Festival Eurovisão 2021. Barbara Pravi e "Voilà" venceram o Eurovision France, c'est vous qui décidez! e seguem para Roterdão.


França tornou-se, esta noite, no terceiro país a escolher a sua canção para o Festival Eurovisão 2021 com a realização do Eurovision France, c'est vous qui décidez!. Barbara Pravi e "Voilà" confirmaram o favoritismo e venceram a competição, conquistando a pontuação mais elevada do júri (208) e do público (200). Juliette Moraine, a segunda mais votada do júri, ficou em segundo na classificação final, com Pony X a encerrar o pódio do certame.
  
Aceda, de seguida, aos resultados da gala:

1.º Barbara Pravi - "Voilà" - 204 pontos (104J+100T)
2.º Juliette Moraine - "Pourvu Qu'on M'Aime" - 136 pontos (76J+60T)
3.º Pony X - "Amour Fou" - 124 pontos (74J+50T)
4.º Casanova - "Tutti" - 102 pontos (22J+80T)
5.º Cephaz - "On A Mangé Le Soleil" - 82 pontos (52J+30T)
6.º Amui - "Maeva" - 78 pontos (8J+70T)
7.º LMK - "Magique" - 76 pontos (66J+10T)
8.º  21 Juin Le Duo - "Peux-Tu Me Dire?" - 38 pontos (18J+20T)

França competiu por 62 ocasiões no certame europeu, tendo falhado apenas as edições de 1974 e 1982, sendo um dos países com mais sucesso na competição, com cinco vitórias no histórico (a última remonta a 1977). Bilal Hassani representou França no Festival Eurovisão de 2019 com "Roi", sendo que a candidatura não foi além do 16.º lugar com 105 pontos, 2 deles oriundos do televoto português. Escolhido internamente para representar França no Festival Eurovisão 2020, Tom Leeb defenderia "Mon Alliée (The Best In Me)", canção composta por Thomas G:Son, Peter Boström e John Lundvik, em Roterdão. 



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte:France2/Imagem/Vídeo:Eurovisiontv

9 comentários:

  1. E já está em 1º lugar nas apostas. Ultrapassou a Lituânia.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo23:02

    Vencedor sem dúvida justo, mas esta final nacional foi tão estranha! "Bah non" e "Alleluia", duas das favoritas assim como je témerait danser logo eliminados...
    Para mim os melhores foram a Bárbara, a LMK e Juliette.
    Sem dúvida "Bah non" desiludiu. Terrível atuação.

    ResponderEliminar
  3. Shevek23:15

    Grande escolha, França! Classe, elegância e talento ao vivo. Uma excelente bofetada à farsa dos vocais pré-gravados. Parabéns!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo23:17

    Padam Padam de Edit Piaf.... Tal e qual...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo23:42

      "Tal e qual"??? Que LOL... Para mim é mais "A família da Lady Gaga"...

      Eliminar
    2. Anónimo00:43

      @23:42 Não percebi, pode explicar?

      Eliminar
  5. Anónimo23:45

    Absolutamente fantástica!
    Os outros países podem escolher a maior desgraça musical, que este ano eurovisivo já está salvo, por este diamante! Voilà!!!

    ResponderEliminar
  6. Anónimo14:07

    Pessoalmente não gosto da canção, mas pelos vistos toda a gente adora. Boa sorte à França ;)

    ResponderEliminar
  7. Estive a ler uma parte da letra da canção e cheguei a uma conclusão decepcionante. Esta letra não tem nada de substancial, trata-se da revelação de um retrato exclusivamente pessoal e ainda por cima negativo, o que faz dizer que foi a música que me levou ao engano de pensar que estava aqui uma grande obra. Afinal é apenas a tentativa de uma imitação barata da grande Edith Piaf que jaze desaparecida para o mundo desde o século passado.

    ResponderEliminar