Itália: Francesca Michielin e Fedez em risco de desclassificação do 'Festival di Sanremo 2021'

 

Fedez revelou acidentalmente , nas redes sociais, um excerto de "Chiamami per nome", canção que defenderá com Francesca Michielin no Festival di Sanremo 2021, o que poderá culminar com a desclassificação da dupla.


Apontados como favoritos a vencer o Festival di Sanremo 2021, Francesca Michielin e Fedez estão no centro da mais recente polémica do concurso em Itália. Durante os ensaios para o concurso, o rapper italiano Fedez partilhou, acidentalmente, um excerto de "Chiamami per nome" nas stories da sua conta oficial do Instagram. Apesar de ter apagado (quase) imediatamente, o vídeo foi repartilhado nas redes sociais por vários seguidores do artista.

No entanto, a situação viola uma das principais regras do Festival di Sanremo, que proibe expressamente a revelação das canções (e/ou partes das mesmas) antes da primeira gala de apresentação do concurso. A RAI já confirmou que está a averiguar a situação com a Sony, discográfica que representa os dois artistas, sendo esperado que a decisão seja comunicada nos próximos dias, podendo culminar na desclassificação do duo.

Segunda classificada no Festival di Sanremo 2016, Francesca Michielin adquiriu o direito de representar Itália no Festival Eurovisão 2016 depois da desistência dos Stadio. Em Estocolmo, a cantora defendeu uma versão bilingue de "No Degree of Separation", terminando em 16.º lugar na Grande Final com 124 pontos.

Estreante em 1956, a Itália conta com 45 participações no Festival Eurovisão, tendo estado fora do certame entre 1998 e 2010, apesar de ter triunfado em 1964 e 1990. Mahmood e "Soldi" foram os representantes italianos em Telavive, terminando em 2.º lugar com 472 pontos, menos 26 que o vencedor da edição, tendo recebido 13 pontos de Portugal (7 do televoto e 6 do júri). Em Roterdão, Itália seria representada por "Fai Rumore" e Diodato, vencedores do Festival di Sanremo 2020.



Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: RAI/Imagem/Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários