[ESPECIAL] As canções que Carlos do Carmo defendeu no Festival da Canção de 1976


Em 1976, a RTP escolheu internamente Carlos do Carmo para representar Portugal no Festival Eurovisão, sendo o único intérprete a concurso no Festival da Canção desse ano. Recorde connosco as 8 canções defendidas pelo artista.

O cantor e fadista Carlos do Carmo, representante de Portugal no Festival Eurovisão de 1976, faleceu, esta manhã, aos 81 anos. O artista foi o primeiro cantor escolhido internamente pela RTP para o concurso internacional, sendo o intérprete de todas as canções do Festival da Canção.

O certame, que teve lugar a 22 de fevereiro e 7 de março, foi aberto a todos os compositores, com o júri de seleção a escolher as oito canções concorrentes, escolha que deixou de fora "Lisboa Menina e Moça", um dos temas mais conhecidos da carreira do artista. A votação esteve a cargo do público, que votou através de cupões publicados nos jornais e revista, sendo que os resultados foram revelados a 7 de março, data em que "Uma Flor de Verde Pinho" foi apresentada como a canção representante de Portugal no Festival Eurovisão 1976. Em Haia, o cantor ficaria em 12.º lugar com 24 pontos, sendo o favorito do júri de França, entre 18 concorrentes.

Em jeito de homenagem, o ESCPORTUGAL convida-o a recordar as 8 canções que Carlos do Carmo defendeu no Festival da Canção 1976:

1. "Onde é Que Tu Moras" (Paulo de Carvalho/Joaquim Pessoa) - 7.º lugar (4,70%)

2. "Estrela da Tarde" (Fernando Tordo/Ary dos Santos) - 6.º lugar (9,29%)

3. "Os Lobos e Ninguém" (José Luís Tinoco) - 5.º lugar (9,84%)

4. "Novo Fado Alegre" (Fernando Tordo/Ary dos Santos) - 2.º lugar (23,97%)

5. "No Teu Poema" (José Luís Tinoco) - 3.º lugar (13,24%)

6. "Maria-Criada, Maria-Senhora" (Tozé Brito) - 8.º lugar (3,58%)

7. "Cantiga de Maio" (Carlos Mendes/Joaquim Pessoa) - 4.º lugar (10,13%)

8. "Uma Flor de Verde Pinho" (José Niza/Manuel Alegre) - 1.º lugar (25,25%)

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL / Imagem: RTP/  Vìdeo: Youtube

Sem comentários