[ESPECIAL] Em que lugar ficou Portugal nas anteriores edições do 'Eurovision Again'?


 Depois do cancelamento do Festival Eurovisão 2020, o Eurovision Again tornou-se um dos maiores fenómenos online do ano com a transmissão de várias das anteriores edições do concurso internacional. Será que Portugal saiu beneficiado nas votações dos eurofãs?


Depois do cancelamento do Festival Eurovisão 2020, Rob Holley criou o Eurovision Again com a transmissão do concurso de 2013 no final de março, juntando vários milhares de eurofãs. Após o sucesso da estreia, a EBU/UER associou-se ao projeto, adquirindo os direitos dos programas anteriores a 2004 e transmitindo alguns dos concursos mais recentes. A transmissão tornou-se um dos maiores fenómenos do ano, ficando também marcada pela votação dos fãs nas várias edições.

Será que Portugal saiu beneficiado nas diversas votações do Eurovision Again? O ESCPORTUGAL pôs "mãos à obra" e mostra-lhe os resultados das votações nas edições em que Portugal marcou presença na Grande Final.

1974 - Suécia vence e Portugal faz top10

Com mais de 12 mil votos registados, a Suécia (re)confirmou a vitória no Festival Eurovisão de 1974, o primeiro concurso que contou com a habitual votação eurovisiva. Itália e Países Baixos confirmaram também as presenças no pódio, enquanto Portugal foi um dos países que mais subiu. Paulo de Carvalho e "E Depois do Adeus" ficaram em 10.º lugar na votação dos fãs, em vez do 14.º (e último) lugar alcançado no certame, entre 17 países.

 

1976 - Reino Unido foi o favorito e Portugal desceu na classificação

No que diz respeito ao concurso de 1976, os eurofãs que seguiram o Eurovision Again também não tiveram dúvidas e (re)confirmaram o triunfo do Reino Unido, com mais de 8 mil pontos. França, segunda classificada, repetiu a posição, enquanto a Finlândia subiu para o 3.º posto da classificação. Por sua vez, Portugal desceu do 12.º lugar alcançado, com Carlos do Carmo e "Uma Flor de Verde Pinho" a alcançarem o 15.º lugar entre 18 países, com 1826 pontos.

 

1985 - Noruega vence e Portugal sobe na classificação

Representada pelas Bobbysocks! e "La det swinge", a Noruega foi a favorita do Eurovision Again de 1985, reconfirmando a vitória alcançada no Festival Eurovisão. O segundo lugar foi ocupado por Israel, que foi quinto classificado em Gotemburgo, enquanto a Suécia manteve o terceiro lugar. Portugal, representado por Adelaide Ferreira e "Penso em ti", abandonou o penúltimo lugar e subiu ao 14.º posto, entre 19 países, com 1839 pontos.


1990 - Jugoslávia destrona Itália no 1.º lugar e Portugal sobe na classificação

Ao contrário das edições anteriores, o Eurovision Again atribuiu a vitória no Festival Eurovisão de 1990 a um outro país: a Jugoslávia, representada por Tjaci e "Hajde da ludujemo", ficou em 7.º lugar em Zagreb, mas foi a favorita dos eurofãs. Itália, país vencedor do certame, ficou em 3.º lugar, enquanto a medalha de prata foi para Espanha. Por outro lado, Portugal, representado por Nucha e "Sempre (Há Sempre Alguém)", subiu do 20.º para o 15.º posto com 2260 pontos.


1991 - Suécia reconfirma a vitória e Portugal desce para o 10.º lugar

Depois do triunfo na edição de 2006 (que foi transmitida anteriormente), Carola voltou a vencer o Eurovision Again com 13706 pontos, cerca de 3 mil a mais que a segunda classificada, França. Israel e Turquia seguiram-se na classificação que colocou Dulce Pontes e "Lusitana Paixão" no 10.º lugar, duas classificações abaixo da alcançada em Roma. 

 

1997 - Reino Unido vence e Portugal sobe... para o penúltimo lugar

Com 17771 pontos arrecadados, o Reino Unido confirmou a vitória no Eurovision Again do Festival Eurovisão de 1997, sendo seguido pela Turquia, país que ficara em 3.º lugar em Dublin, enquanto a Irlanda, segunda classificada no evento, desceu para o 11.º lugar. Portugal, representado por Célia Lawson e "Antes do Adeus", melhorou o último lugar alcançado no concurso... subindo para o 24.º (e penúltimo) lugar com 1437 pontos, superando a candidatura da Suíça.

 

1998- Israel vence a edição e Portugal repete a classificação

Também não existiram trocas no vencedor do Eurovision Again relativamente ao Festival Eurovisão de 1998: Israel venceu, com mais de 22 mil pontos, sendo seguido pelo Reino Unido. Os Países Baixos, quartos classificados em Birmingham, ficaram no 3.º posto, enquanto Malta caiu para o 5.º lugar. Portugal, representado pelos Alma Lusa e "Se eu te pudesse abraçar", repetiu a classificação, terminando em 12.º lugar com 4771 pontos.

 

1999 - Suécia é a favorita e Portugal repete a classificação

Nova votação e nova recondução no vencedor: Charlotte Nilsson e "Take Me To Your Heaven" venceram a votação do Eurovision Again com 12 686 pontos, apenas mais 417 que a Islândia, segunda classificada em ambas as votações. Portugal, representado por Rui Bandeira e "Como Tudo Começou", repetiu o 21.º lugar alcançado em Jerusalém com 1484 pontos, bastante mais que os 12 pontos de França alcançados no certame.

 

2003 - Turquia é a vencedora e Portugal é dos países que mais sobe na classificação

No último ano em que o Festival Eurovisão contou com apenas uma gala, a Turquia recarimbou o triunfo no Eurovision Again com 22 811 pontos, perto do dobro alcançado por Espanha, segunda na votação. Islândia encerrou o top3, enquanto a Bélgica, que ficou perto da vitória em Riga, alcançou a quarta posição. Por sua vez, Rita Guerra e "Deixa-me Sonhar" foram os candidatos que mais subiram na classificação, terminando em 12.º lugar com 4736 pontos, depois do 21.º posto alcançado na capital letã.

 

2008 - Ucrânia é a favorita dos fãs e Portugal entra no top10

Pela primeira vez na história do Eurovision Again, o vencedor do Festival Eurovisão ficou de fora dos primeiros classificados da votação. A Ucrânia, segunda classificada em Belgrado, alcançou a vitória na votação dos fãs, sendo seguida da Grécia e da Islândia. A Rússia, vencedora da edição, ficou apenas em 9.º lugar nas preferências, seguida por Portugal, representado por Vânia Fernandes e "Senhora do Mar", que subiu 3 posições relativamente ao lugar alcançado em Belgrado.

 

2009 -  Noruega confirma vitória e Portugal desce uma posição

Com uma das vitórias mais marcantes da história eurovisiva, a Noruega foi também a favorita dos fãs no Eurovision Again do Festival Eurovisão de 2009. A Islândia repetiu o segundo lugar, enquanto a Turquia trocou de posição com o Azerbaijão na votação dos seguidores do concurso. Portugal, representado pelos Flor-de-Lis e "Todas as Ruas do Amor", desceu para o 16.º lugar depois de ter alcançado o 15.º posto em Moscovo.

 

2018 - Chipre foi a favorita da edição de Lisboa e Portugal subiu (bastante) na classificação

Depois do segundo lugar em Lisboa, Eleni Foureira e "Fuego" foram os favoritos dos fãs que acompanharam o Eurovision Again do Festival Eurovisão 2018 conquistando o triunfo com mais de 25 mil pontos. Israel seguiu-se na classificação com França a encerrar o pódio, enquanto a Áustria desceu para a 10.ª posição. Cláudia Pascoal e "O Jardim", últimos classificados em Lisboa, subiram ao 19.º lugar com 5911 pontos, enquanto os Países Baixos foram os menos votados.

 

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem/Vídeo:ESCPORTUGAL/EurovisionAgain

1 comentário:

  1. Festival dos fãs para os fãs dá nisto. Eu vejo quase sempre o Festival da Eurovisão desde há muitos anos e não me considero fã apesar de votar algumas vezes. Acontece que eu não papo grupos. A Suécia confirma aqui o 1º lugar de 1974 mas eu votaria na Itália que tem uma canção muito interessante ao passo que a outra é um pop genérico com uma letra um bocado estranha e até a música do Paulo de Carvalho tem mais categoria. Eu nunca votaria nos ABBA para 1º lugar. Saltando já para 2008, como é possível o vencedor no qual eu votei ter ido de patins e descido até ao 9º lugar e ainda por cima ser substituído pela lambisgóia da Carolina cognominada de AniLorak? O único ano em que estou de acordo é o de 2009 porque se mantêm os 2 primeiros em quem eu votei.

    ResponderEliminar