Islândia: RÚV confirma a não realização do 'Söngvakeppnin 2021'



Depois do anúncio da escolha direta de Daði Freyr para o Festival Eurovisão 2021, a emissora RÚV revelou que o Söngvakeppnin 2021 não será realizado, confirmando a escolha interna da canção.


Depois do cancelamento do Festival Eurovisão 2020, o cantor Daði Freyr deixou em aberto a possibilidade de representar a Islândia em 2021 por convite direto, descartando um regresso ao Söngvakeppnin. Meses depois das declarações, o artista revelou, esta manhã, nas redes sociais, que representaria a Islândia no Festival Eurovisão 2021, deixando a ideia que a canção seria escolhida internamente para o certame.

Horas depois do anúncio de Daði Freyr, a emissora RÚV confirmou a escolha interna da canção, descartando a realização do Söngvakeppnin, certame usado como final nacional da Islândia initerruptamente desde 2006. "É claro que não haverá Söngvakeppnin no próximo ano. A competição tem sido um dos maiores eventos da televisão islandesa nos últimos anos, mas pedimos que os fãs não entrem em pânico" revelou uma fonte da RÚV, prometendo uma programação especial para assinalar o certame, "Vamos ter uma aposta forte musical em fevereiro e março (...) e esse programa estará relacionado com o Söngvakeppnin e o Festival Eurovisão".

Depois das declarações da RÚV, também o cantor Daði Freyr revelou novos detalhes sobre a sua participação em Roterdão. "Já tive algumas ideias sobre a canção mas nada foi decidido. Na verdade, sei como será o videoclip e tenho alguns pontos-chave que precisam de estar na encenação: então vou compôr a canção em torno disto" defendeu, descartando a realização de inscrições para compositores ou votação pública para a escolha da canção, "Vou compôr uma canção que se encaixe nos planos e não o contrário... A Eurovisão é algo especial! Mas vai ser uma canção animada, isto é garantido".
 
 
Depois do segundo lugar na final nacional de 2017, Daði Freyr, juntamente com os Gagnamagnið, venceu o Söngvakeppnin 2020 com "Think About Things", uma das canções favoritas ao triunfo no Festival Eurovisão 2020.


Estreante em 1986, a Islândia conta com 32 participações no Festival Eurovisão, tendo como melhor resultado o segundo lugar alcançado em 1999 e 2009 por Selma e Yohanna, respetivamente. Fora da Final desde 2015, a Islândia voltou à Final do concurso em Telavive com os Hatari e "Hatrið mun sigra" a alcançarem o 10.º lugar com 232 pontos, 3 oriundos do televoto português.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Wiwibloggs / Imagem: Google / Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários