[AO VIVO] Acompanhe connosco a transmissão do 'Eurovision: Europe Shine A Light'


A cidade de Hilversum recebe, esta noite, o programa especial da EBU/UER para assinalar o Festival Eurovisão 2020, o Eurovision: Europe Shine A Light. Acompanhe connosco a transmissão.

[19:55] Com duração estimada de 2 horas, o Eurovision: Europe Shine a Light será apresentado por Chantal Janzen, Edsilia Rombley (ESC1998/2007) e Jan Smit, diretamente dos estúdios neerlandeses em Hilversum, e servirá de homenagem às 41 canções do Festival Eurovisão 2020.
 
Saiba AQUI como acompanhar o evento em direto.

[20:02] A transmissão do programa já começou com imagens dos vários países participantes durante o tempo de confinamento. A Gare do Oriente, em Lisboa, foi o local mostrado de Portugal.

[20:05] Johnny Logan, vencedor de três edições do Festival Eurovisão, entra na transmissão falando com Chantal Janzen. O cantor interpreta "What's Another Year", canção com que venceu em 1980, juntando-se um coro de fãs de toda a Europa e o trio de apresentadores do programa.

[20:10] Começam a ser mostrados os excertos das canções do Festival Eurovisão 2020. Israel abre o alinhamento com o excerto da atuação de Eden Alene na final nacional. Seguem-se as canções da Noruega, Rússia, Geórgia, França e Azerbaijão.

[20:17] "Medo de Sentir" segue-se no alinhamento, com imagens da versão acústica e do postcard gravado por Marta Carvalho e Elisa, mas o excerto escolhido é da Final do Festival da Canção 2020 em Elvas. A cantora deixa também uma mensagem a todos os seguidores.

[20:18] Lituânia e Suécia encerram o primeiro lote de canções, com a transmissão a seguir para a Suécia, com Mans Zelmerlöw a dar voz a uma versão acústica de "Heroes", canção vencedora de 2015, enquanto são mostradas imagens de médicos, enfermeiros e auxiliares de ação médica: alguns dos muitos heróis do momento!

[20:25] Viki Gabor, vencedora do Festival Eurovisão Júnior 2019, entra na transmissão diretamente da Polónia. "Move The World" é o slogan da edição deste ano do concurso infanto-juvenil que decorrerá em Varsóvia.

[20:27] Gali Atari canta "Hallelujah", canção vencedora do concurso de 1979, nas ruas desertas de Jerusalém, juntando-se alguns dos participantes do Festival Eurovisão Júnior.

[20:31] NikkieTutorials assume a apresentação do programa e recorda alguns dos momentos do EurovisionCalls. São também recordadas algumas das atuações do Eurovision Home Concerts, com Elisa a abrir o segmento.

[20:33] Diodato, representante de Itália em 2020, entra na transmissão, relembrando alguns vídeos com italianos a cantarem "Fai Rumore" à janela durante as semanas de confinamento. O cantor canta um excerto de "Nel blu dipinto di blu", canção participante em 1958.

[20:35] Novo bloco de canções do Festival Eurovisão 2020: Letónia, Bélgica, Reino Unido, Bielorrússia, Finlândia, Macedónia do Norte, Suíça e Sérvia.

[20:47] Marija Serifovic canta "Molitva", canção com que venceu a Eurovisão 2007 nas ruas desertas de Belgrado.

[20:50] Ao som do instrumental Love Shine A Light, acendem-se as luzes de vários monumentos na Europa. A Torre de Belém, em Lisboa, foi o monumento escolhido por Portugal, num segmento em que tivemos também a Baku Crystal Hall, em Baku, e a Globen Arena, em Estocolmo, arenas que já receberam o Festival Eurovisão.

[20:54] NikkieTutorials volta a assumir a apresentação do programa e recorda alguns dos momentos do EurovisionCalls, bem como alguns dos covers presentes no Eurovision Home Concerts.

[20:56] Novo bloco de canções do Festival Eurovisão 2020: Espanha, Albânia, Irlanda, Eslovénia, Áustria, Bulgária, São Marino e Islândia.

[21:05] Michael Schulte, representante alemão em 2018, é o convidado que se segue, sendo transmitida parte da sua atuação no Altice Arena. Ilse DeLange, segunda classificada em 2014, junta-se ao cantar para cantarem, em conjunto, "Ein Bibschen Frieden", canção vencedora de 1982.

[21:11] Novo bloco de canções do Festival Eurovisão 2020: Grécia, República Checa, Polónia, Moldávia, Chipre, Roménia, Croácia e Alemanha.

[21:20] Netta Barzilai é a convidada seguinte, recordando a abertura do Festival Eurovisão 2019. A cantora canta o seu novo tema, "Cuckoo".

[21:28] NikkieTutorials volta à antena do programa e revela os favoritos dos vários convidados das entrevistas online que realizou nas últimas semanas.

[21:29] A vitória de Duncan Laurence é recordada no programa, com várias imagens do triunfo em Telavive, que começam com os 12 pontos dados por Inês Lopes Gonçalves. O cantor canta "Someone Else", o seu mais recente tema.

[21:33] Alexander Rybak (2009), Lenny Kuhr (1969), Sandra Kim (1986), Anne-Marie David (1973), Niamh Kavanagh (1993), Getty Kaspers (1975), Ell & Nikki (2011), Sergey Lazarev (2016/2019), Dana (1970), Helena Paparizou (2005), Carola (1991) e Conchita Wurst (2014) deixaram algumas mensagens.

[21:38] Novo bloco de canções do Festival Eurovisão 2020: Malta, Estónia, Austrália, Ucrânia, Dinamarca, Itália, Arménia e Países Baixos.

[21:47] Bjorn Ulvaeus, membro dos ABBA, deixou uma mensagem especial para todos os espectadores do programa.

[21:49]  Graham Norton é o convidado que se segue no Eurovision: Europe Shine A Light. Os 41 participantes do Festival Eurovisão 2020 cantam "Love Shine A Light", canção vencedora do concurso de 1997. Katrina, intérprete do tema em 1997, encerra o recap.

[21:57] A transmissão termina com uma confirmação: Roterdão recebe o concurso de 2021!

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

6 comentários:

  1. Anónimo21:25

    super secante até agora...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo21:27

    Não está a ter grande piada...

    ResponderEliminar
  3. Anónimo22:02

    Foi um bocadinho fraco no geral. Muito pouco destaque às canções e artistas de 2020, que no fundo seria o objetivo principal. Nota positiva apenas para o final em que estão todos a cantar a música “love shine a light” que foi emocionante dadas as circunstâncias em geral que todos atravessamos. Muito triste que pela primeira vez em tantos anos não se realize o festival. Mas pronto, para o ano desfrutaremos ainda com mais vontade :)

    ResponderEliminar
  4. James22:14

    Ao que parece a EBU precisava de desenferrujar os satélites e resolveu fazer uma espécie de eurovisão covid mas, a coisa não está a resultar. Muito fraquinho tudo sem originalidade ou emoção.

    ResponderEliminar
  5. Eu achei razoável. Percebo que mostrar 41 canções inteiras num só programa seria moroso...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo23:03

    Não consegui perceber qual o interesse dos vários minutos gastos com a intervenção de Graham Norton. Terá havido quem achasse engraçado ter dito que provavelmente estava caído no chão dum pub quando o Reino Unido ganhou em 1997 (na verdade, ele até é irlandês)? Terá havido quem acreditasse que a noite do ESC é especial para ele (tem por hábito denegrir a maior parte das canções exceto as do Reino Unido e da Irlanda)?

    ResponderEliminar