Suécia: SVT revela resultados na íntegra do 'Melodifestivalen 2020'


A emissora sueca SVT revelou, esta manhã, os resultados na íntegra das seis galas do Melodifestivalen 2020.

A emissora estatal da Suécia revelou, esta manhã, os resultados na íntegra das seis galas do Melodifestivalen 2020. The Mamas, vencedoras da competição, venceram a primeira semifinal e conquistaram a maior votação da gala: 1 610 446 votos na Final. Contudo, a maior pontuação foi alcnaçada por Hanna Ferm na semifinal, que recolheu 94 dos 96 pontos possíveis, enquanto as The Mamas receberam 86 pontos, apesar de terem tido a maior votação das semifinais (1 370 789 votos).

A cantora Mariette, vencedora da terceira semifinal, conquistou um novo recorde, com uma margem de vitória de 26 pontos sobre Mohombi, segundo classificado na gala. Por sua vez, Jan Johansen bateu um recorde negativo, ao terminar a competição com apenas 8 pontos, fruto do último lugar em todas as parcelas de votação. No entanto, a atuação de Albin Johsen foi a menos votada, com 470 431 votos.

De realçar que, tal como no ano passado, a votação do público na competição é convertida em pontos consoante a sua faixa etária (3-9, 10-15, 16-26, 30-44, 45-59, 60-74 e 75+), havendo também um grupo de votação para o televoto. Por sua vez, no Andra Chansen, cada grupo etário deu 1 ponto ao seu candidato mais votado, sendo que, em caso de empate, o número total de votos recebidos foi o factor de desempate.

Aceda, de seguida, aos resultados na íntegra:

1.ª Semifinal

2.º Semifinal

3.ª Semifinal

4.ª Semifinal

Andra Chansen

Final


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: SVT / Imagem: SVT / Vídeo: Youtube

6 comentários:

  1. Anónimo12:43

    É muito interessante este modelo de votação.

    ResponderEliminar
  2. Anónimo14:14

    William Stridh teve mais votos que Frida Öhrn que passou ao andra chansen ou estou a ver mal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:10

      Está a ver bem. E não é o único caso. Há quem goste deste sistema, já eu considero que não faz sentido nenhum. É injusto para os artistas que têm mais votos do que outros e não passam e para os grupos etários que habitualmente mais votam e vêm o seu voto ter menos peso do que o de outros. Para além de que qualquer pessoa pode muito bem manipular o voto e não considerar a sua verdadeira idade.

      Eliminar
  3. Anónimo15:01

    é engraçado como eu nem gostava desta musica ( Minha preferida era Anna Bergendahl com kingdom come) e neste momento acho que elas podem vencer 2020.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:56

      Elas podem vencer os júris como é costume da Suécia, mas se o ano passado não ganharam o televoto também não vão ganhar este

      Eliminar
    2. Anónimo17:21

      Sinceramente acho que a suécia pode vir mesmo a ganhar a eurovisão este ano.
      Já repararam nesta votação a relação idades/votos?
      Penso que podem surpreender muito no televoto.

      Eliminar