Suécia: Mudanças na revelação dos votos do 'Melodifestivalen 2020'


A SVT anunciou mudanças na revelação dos votos no Melodifestivalen 2020: tal como no Festival Eurovisão, a votação do público será revelada pela ordem inversa da classificação do júri.
Depois de Linköping, Gotemburgo, Luleå, Malmö e Eskilstuna terem recebido as quatro semifinais e a Andra Chansen, chegou a vez da Friends Arena, em Estocolmo, de receber a Grande Final do Melodifestivalen 2020. Doze canções, as primeiras e segundas classificadas de cada semifinal e as quatro vencedoras de cada duelo da Andra Chansen, irão lutar pela vitória e o direito a representar a Suécia na primeira semifinal do Festival Eurovisão da Canção 2020, em Roterdão, a 12 de maio. 

Contudo, a edição deste ano do certame conta com uma mudança na votação, que está a cargo do público (cuja votação decorrerá através da app oficial, com os votos a serem organizados e ponderados consoante a faixa etária do votante), e de um júri internacional formado por oito países. A Tal como acontece no Festival Eurovisão, a revelação dos votos do público será efetuada pela ordem inversa da classificação do júri, isto é, a canção menos votada pelo júri será a primeira a receber os seus pontos do público, enquanto a mais votada do júri será a última a conhecer a sua pontuação do público.

Confira, de seguida, a ordem de atuação da Grande Final do Melodifestivalen 2020

12. Anis Don Demina - "Vem E Som Oss"


Estreante em 1958, a Suécia conta com 59 participações no Festival Eurovisão, sendo um dos países com melhores resultados da história com 6 vitórias no curriculum. Em Telavive, John Lundvik representou o país com "Too Late For Love", terminando em 5.º lugar com 334 pontos, tendo recebido 2 pontos do júri português.


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: SVT / Vídeo: Youtube

Sem comentários