[ESPECIAL] Quando o Festival Eurovisão foi adiado... ou esteve quase a ser!


O Grupo de Referência da EBU/UER discute amanhã um possível adiamento do Festival Eurovisão 2020 devido à pandemia do coronavírus. Recorde connosco as edições do concurso que foram adiadas... ou estiveram quase a ser.


Depois de semanas de especulações, o Grupo de Referência da EBU/UER para o Festival Eurovisão discute amanhã, 17 de março, um possível adiamento do concurso deste ano devido à pandemia de coronavírus que assola o Mundo. A realização do concurso com atuações remotas, o adiamento do evento ou a realização do certame sem público são algumas das opções que serão analisadas amanhã pelo Grupo de Referência.

Contudo, ao longo da história, o Festival Eurovisão já sofreu adiamentos e quase cancelamentos por várias ocasiões. Recorde connosco algumas destas edições!

1963
A oitava edição do Festival Eurovisão foi a primeira da história que esteve em risco de ser cancelada, depois de três países terem recusado a organização do evento. França, país vencedor do concurso em 1962, recusou a organização, devido a dificuldades financeiras por ter organizado o evento em duas ocasiões nos últimos quatro anos (1959 e 1961). Mónaco, segundo classificado em 1962, recusou a oferta da EBU/UER por falta de infraestruturas, enquanto o Luxemburgo, terceiro classificado, também recusou por ter albergado a edição do ano anterior. A BBC, emissora do Reino Unido, foi então escolhida para albergar o concurso, tendo realizado o certame em dois estúdios: os artistas e a orquestra atuaram num, enquanto o público e a apresentadora estavam localizados no outro.



1977
Uma das maiores crises da história do Festival Eurovisão aconteceu em 1977. Depois da vitória no ano anterior, o Reino Unido adquiriu o direito de organizar o concurso, escolhendo o Wembley Conference Centre, em Londres, para albergar o evento a 2 de abril. Contudo, uma greve de técnicos da BBC, emissora anfitriã, levaram à retirada do país do concurso e o adiamento do certame em cinco semanas. Depois de várias negociações entre a BBC e os sindicatos, o concurso foi reagendado para 7 de maio, com o país a reintegrar a lista de participantes da edição que não contou com os habituais postcards... devido à falta de tempo para a sua gravação.


1980
Três anos depois, o Festival Eurovisão voltou a sofrer uma nova crise na organização. Israel, vencedor em 1979, recusou a organização do concurso de 1980, por ter organizado a edição do ano anterior e do Governo israelita ter recusado um pedido para um aumento do orçamento da emissora. Espanha, segundo classificado, e Reino Unido, terceiro, também declinaram os convites da EBU/UER, com os Países Baixos a concordarem receber o certame. O Congresgebouw, em Haia, voltou a ser escolhido para receber o concurso, com as emissoras holandesas a apostarem na reutilização de material de 1976, tendo também convidado um apresentador de cada país para a apresentação das suas participações. Deste modo, o orçamento da edição de 1980 foi um dos mais baixos da história.


1991
Em mais de 60 anos de história, a única ocasião em que um conflito armado levou à mudança da sede do Festival Eurovisão foi em 1991. Depois da vitória em 1990, Itália tencionava organizar o concurso na cidade de Sanremo: contudo, as tensões na Jugoslávia que levaram à Guerra dos Balcãs e a eclosão da Guerra do Golfo, levaram a RAI a mudar o concurso para Roma, para garantir a segurança de todas as comitivas. O Festival Eurovisão não foi adiado... mas a organização ficou marcada por um palco reutilizado (constituído por cenários de várias produções cinematográficas gravadas no local) e por inúmeras improvisações no alinhamento.



 
 2008
Em 2008, a EBU/UER também ponderou a mudança do Festival da Eurovisão da Sérvia para um outro país, depois de vários tumultos em Belgrado devido à declaração unilateral da independência do Kosovo a 17 de fevereiro de 2008. A Ucrânia, segunda classificada em 2007, foi uma das opções, bem como a Finlândia, país anfitrião do ano anterior, enquanto a Grécia, anfitriã em 2006, também apresentou uma proposta para receber o concurso. Dias depois, a EBU/UER confirmou a realização do concurso em Belgrado, com a RTS a garantir segurança especial às delegações da Albânia, Croácia e Israel.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte/Imagem: ESCPORTUGAL/ElEspanol / Vídeo: YOUTUBE

Sem comentários