ESC2020: EBU/UER lança video oficial da participação de Portugal no Festival Eurovisão 2020


A atuação de Elisa na Grande Final do Festival da Canção 2020 é o vídeo oficial da participação de Portugal no Festival Eurovisão 2020.

A EBU/UER lançou, esta tarde, na conta oficial do Festival Eurovisão 2020 no Youtube, o vídeo oficial da participação de Portugal no concurso. Como habitual, o vídeo da participação portuguesa é a atuação de Elisa com "Medo de Sentir" na Grande Final do Festival da Canção 2020, evento que teve lugar em Elvas.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte, imagem e vìdeo: Eurovision.tv

23 comentários:

  1. Anónimo19:19

    Já deixei o meu deslike

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:26

      Parabéns, és o rei

      Eliminar
    2. Anónimo20:02

      @ Anonimo das 19:19:
      Pratica o amor e não o ódio.

      Eliminar
    3. Credo filho...Sal grosso para mandar para trás a inveja e o mau olhado eheheheh

      Eliminar
    4. Felizmente o nosso último lugar ninguém nos tira... Uffff

      Eliminar
  2. Anónimo19:32

    nem tem direito a um videoclip oficial?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:42

      Outra vez arroz?

      Eliminar
    2. Porque raio deveria ter um videoclip oficial, se tem uma actuação ao vivo?
      a maior parte dos países mete é a actuação ao vivo, olha a Roménia ou Islândia, tinham videoclips escolheram enviar a actuação ao vivo.

      Eliminar
    3. Anónimo20:16

      A RTP não produz videoclip, mas os artista a concurso podem criar um e até seria uma boa ideia criar um com a versão de estúdio e que contase uma história para os estrangeiros perceberem a letra.
      Uma crítica construtiva: Na descrição do videoclip da Suíça está a letra traduzida em Inglês, o mesmo poderia ter acontecido com este vídeo para cativar os fãs estrangeiros, felizmente houve utilizadores que publicaram a tradução nos comentários, mas é algo que poderia ser melhorado no futuro.

      Eliminar
  3. Anónimo19:46

    Espero que a Warner Music, que assinou contrato com a Elisa há pouco tempo, lhe dê todo o apoio, porque com a RTP já se sabe que não se pode contar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo21:04

      Eu acho que a Warner terá todo o interesse em financiar a participação portuguesa

      Eliminar
    2. Anónimo23:44

      Eu gostava de ter esperança, mas o ano passado o Conan assinou com a Sony Music em Fevereiro e não teve apoio em Roterdão e ainda hoje não há cds dele à venda nas lojas.
      Portugal não é o único com esta falta de orçamento, mas custa sempre um bocadinho quando boas músicas não têm aqueles euros para terem também uma boa parte visual

      Eliminar
    3. Anónimo00:22

      Está enganado. Está à venda a complicação "música do tempo da loja", de 2019,que reúne grande parte da discografia do Conan.

      Eliminar
    4. Anónimo17:01

      @00:22 Essa compilação esteve à venda exclusivamente nos concertos de dezembro(Coliseu dos Recreios e Teatro Circo) mas não se encontra à venda nas lojas...

      Eliminar
  4. Anónimo20:40

    Isto não é um video... é um video, de tão bom que é!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo20:43

    Há fãs que estão a deixar sugestões no instagram da Marta Carvalho, pedindo um revamp da música para lhe dar mais power, pedindo que ela não entre na música e pedindo que ela contrate ou peça conselhos a alguém que entenda de staging. De uma forma geral, concordo com tudo o que é sugerido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:19

      Só não concordo na parte da Marta. Adoro a harmonia entre a voz das duas. Adorei os acordes dela na última atuação.

      Eliminar
  6. Não gosto muito de críticas negativas, mas hoje ouvi bastante a antena 1.
    Esperaria ouvir algo acerca do festival mas nada.
    Será que a antena 1 irá passar alguns temas pós festival para os popularizar e dar relevo ao evento?
    Acho que o devia fazer. Senão morrem aqui todas as músicas como geralmente acontece.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo22:50

    concordo. A antena um devia tocar o passartou cada 30 minutos

    ResponderEliminar
  8. Anónimo22:51

    Pois a grande maioria das críticas a este video são extremamente positivas no YouTube. Os portugueses são os maiores profetas da desgraça!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo01:33

      Concordo! Usando linguajar do Norte do País, somos uns velhos do Restelo do c#@%$€&!

      Eliminar
  9. Não entendo esta fixação pelo "power" e e "revamp" da música. Isto não é uma power ballad. Nunca foi suposto ser uma power ballad. É uma balada doce, gentil e contemporânea. Não é preciso dar revamp nenhum à canção. É necessário apenas que a performance tenha a atmosfera da versão estúdio (porque não tem, de todo) e é apenas nisso que elas precisam trabalhar. Isto não se resolve com power.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas que bem! Já pensava que nowadays (isto é só para fingir que sei inglês) tinham deixado de existir os bem falantes.

      Eliminar