Suécia: Mendez com símbolo político no 'Melodifestivalen 2020'?


O cantor sueco-chileno Mendez atuou no Melodifestivalen 2020 com uma camisola com uma estampagem de Negro Matapacos, um dos símbolos dos protestos no Chile na década de 2010. A SVT já proibiu a sua utilização no Andra Chansen.

Mendez subiu, ontem, ao palco da segunda semifinal do Melodifestivalen 2020 com Alvaro Estrella em defesa de "Vamos Amigos", conquistando o apuramento para o Andra Chansen da competição. Contudo, o cantor poderá ter violado as regras da SVT ao usar um símbolo político em palco: o músico sueco-chileno usou uma camisola com uma estampagem de Negro Matapacos, um dos símbolos dos protestos no Chile na década de 2010.

"Soube pela primeira vez durante a transmissão ao vivo que a camisola do Mendez tem um valor simbólico e crítico ao regime no Chile (...) Ele não a voltará a utilizar, porque pode ser entendida como portadora de mensagens políticos" referiu Anette Helenius, uma das responsáveis pelo concurso, enquanto o artista garante que não tencionou passar nenhuma mensagem política em palco, "É apenas um cachorro que morreu durante uma manifestação. Para mim não tem nada de político".



 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Aftonbladet/ Imagem: SVT / Vídeo: Youtube

Sem comentários