[Olhares sobre o Eurofest 2020] Quem representará a Bielorrússia no Festival Eurovisão 2020?


A Bielorrússia escolhe, esta noite, os seus representantes para o Festival Eurovisão 2020 através do Eurofest 2020. Saiba quem são os favoritos do painel do Olhares do ESCPORTUGAL.


Baseado no sucesso dos Olhares sobre o Festival Eurovisão, iniciativa criada em 2009, o ESCPortugal realiza, esta temporada, a quarta edição do Olhares sobre as finais nacionais, em colaboração com o painel do ESCPORTUGAL Regiões. Depois dos Olhares sobre a Albânia, República Checa, Moldávia, Austrália, Letónia, Itália, Arménia, Lituânia, Noruega, Ucrânia e Eslovénia, a Bielorrússia é o próximo país na lista de Olhares sobre as Finais Nacionais.

Doze candidatos disputam a Final do Eurofest 2020 com a votação a cargo do júri e do televoto, com o vencedor da competição a representar a Bielorrússia em Roterdão.

Conheça, de seguida, as preferências do painel de comentadores:

Adão Nogueira aposta em Chakras com "La-Ley-La"
A Bielorrússia continua com o mesmo método de seleção E depois de um grande trabalho la conseguiu reduzir o número de canções. Após o ano passado a vencedora ser escolhida apenas pelo voto do júri, este ano voltam ao sistema de júri e televoto. Mesmo assim não sei se terão grande futuro no ESC uma vez que as músicas não são necessariamente grande coisa. Entre satânicas, chili peppers e artistas que tentam novamente a sua sorte quase que sou obrigado a dizer venha o diabo e escolha... eu no lugar dele optaria mesmo pelas Chakras e “La Ley La” ao menos uma opção diferente ao que têm apresentado.
      
André Eric-Fernandes aposta em KeySi com "Chili Pepper"
Seleção simples esta da Bielorrússia. Sem pretensão, mas com algumas boas apostas. A que me parece mais pronta para a Eurovisão é "Chili Pepper" da KeySi. Pop acessível, a cantora mostrou desde as audições ter segurança na voz e vontade de fazer espetáculo. Uma pontinha de picante para Roterdão!


André Pereira aposta em Anastasiya Hlamozda com "Burning Again"
Eis a final nacional mais estranha de toda. Mais uma vez, a Bielorrússia traz-nos um lote péssimo de canções e duvido que, qualquer que seja a escolha, a Bielorrússia passe à Final. De entre estas canções e após ouvir imensas vezes lá fiquei a gostar de uma que é "Burning Again": a música tem aquele ar que a Bielorrússia costuma trazer ao concurso, mas mais.principalmente ao JESC


André Moreira aposta em Chakras com "La-Ley-La"
Uma final nacional muito distinta e genuína. Não gostei da maioria dos temas mas dois conseguiram absorver a minha atenção: "Chili Pepper" por ser muito dançável e catchy e a "La-ley-la" por ser muito misteriosa. É em "La-Ley-La" que deposito o meu favoritismo - primeiro porque considero que ao vivo são extraordinárias com fabulosas harmonias; segundo porque é uma canção que foge à pop e é heterogénea; terceiro porque nunca se viu uma canção deste género na eurovisão. O fator surpresa e a capacidade cénica que vejo neste tema são razões extra para apostar no mesmo.
  

Cláudio Guerreiro aposta em KeySi com "Chili Pepper"
Como já vem sendo hábito, a Bielorrússia não nos oferece uma final nacional muito entusiasmante. Contundo, há uma música que se destaca claramente pelo seu potencial: “Chili Pepper”, interpretada por KeySi. Assim que o instrumental começa dá logo vontade de começar a dançar. E como se viu durante as audições, Keysi não tem qualquer problema no que toca à coreografia. Essa parte tem de ser muito bem controlada para não afetar de forma comprometedora a parte vocal. No caso de ser a escolhida, acredito que estamos novamente na eminência de assistirmos a uma grande atuação bielorrussa muito na linha daquela que vimos na edição transata.

 
Diogo Cabral aposta em KeySi com "Chili Pepper"
A Bielorrússia continuar a apostar pouco na Eurovisão. Prova disso são as propostas fracas presentes no Eurofest deste ano. A canção mais arrojada para representar este país é KeySi e "Chili Pepper". Gosto do instrumental da canção. A voz da cantora não é nada de especial. Não me admirava que, em vez desta que escolho, este país apostasse no trio Chakras e "La-lay-la" para se representar em Roterdão.
    
Fábio Ventura aposta em Chakras com "La-Ley-La"
Avaliar canções com base em audições semi-amadoras é sempre complicado. Das quarenta e tal canções que foram reveladas, o júri escolheu um lote de doze canções que lutarão pela oportunidade de representar a Bielorrússia. Infelizmente, algumas canções não foram apuradas (#10, #16, #34 e #42) para a final. Das que foram, destaco a única que efectivamente se distingue de todas as restantes. "La-ley-la", saída da floresta encantada dos elfos e contos de fadas, uma invocação aos deuses (ou ao diabo) e que não se entende o seu conteúdo, mas que nos transporta para esse mundo mágico, é a única candidata capaz de representar o país.


Hugo Sepúlveda aposta em Chakras com "La-Ley-La"
As músicas da final bielorrussa até parecem ser interessantes, mas precisam sempre de um revamp, no mínimo (e o modo como são apresentadas não ajuda). Da Vidna (Да вiдна), True Love, Don’t Let Me Down e Burning Down são algumas assim. No meu top2, Chili Pepper, surge na onda da Like It, um registo mais comercial e dançável, o que pode ser bom, tendo em conta que chegaram à final! E no topo, Chakras com a sua música à “culto no meio da floresta”. La-ley-la é uma música estranha e às vezes fico na dúvida se elas realmente estão a cantar algo em concreto ou a só a reproduzirem sons aleatórios, no entanto, acabam por prender a atenção até ao fim. Acredito que ficaria melhor se tivesse versos que soassem mais concisos para criarem uma linha condutora para toda a música.


Nuno Carrilho aposta em Chakras com "La-Ley-La"
Com uma final nacional muito aquém das expectativas, o único tema que me despertou a atenção foi "La-Ley-La". Completamente diferente de todos os outros, o tema consegue destacar-se de todos os restantes de uma forma surpreendente: é tão caricato, que se torna agradável. Acredito que, caso vença, seja um potencial finalista do Festival Eurovisão.



Rúben Ameixa aposta em Yan Yarosh com "Fire"
Sinceramente, nenhuma das canções a concurso no Festival da Canção da Bielorrússia me “tocou”. Ainda assim, entre todas, "Fire", interpretada por Yan Yarosh, ainda me parece a mais audível e seria a minha escolha para a Eurovisão.
    

Aceda, de seguida, aos resultados das votações dos 10 comentadores:


 Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL /Imagem: Google / Vídeo: Youtube

Sem comentários