FC2020: "Passe-Partout" lidera as Tendências do Youtube em Portugal


A canção "Passe-Partout", composta por Tiago Nacarato e interpretada por Bárbara Tinoco, é a líder das Tendências do Youtube em Portugal.


A canção "Passe-Partout", composta por Tiago Nacarato e interpretada por Bárbara Tinoco, está em destaque nas Tendências do Youtube em Portugal. Com mais de 127 mil visualizações, 5 mil reações e 500 comentários, o lyric video do tema é o primeiro classificado nas Tendências da plataforma, repetindo a proeza alcançada por Conan Osíris em 2019.


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL/ Imagem: Google/ Vìdeo: Youtube

22 comentários:

  1. Anónimo22:12

    Interessante ver esta música nas tendências. Não consigo perceber porque estamos tão mal nas casas de apostas (23º). O ano passado estávamos bem mais alto. Com as atuações ao vivo,talvez consigamos subir mais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo22:51

      O ano passado é prova que o que funciona muito bem em Portugal pode não funcionar lá fora

      Eliminar
    2. O ano passado tínhamos "Telemóveis" como favorita à vitória, que tinha muito potencial para um grande resultado, ou pelo menos parecia ter. Já esta música da Bárbara na melhor das hipóteses talvez consiga um top 10.

      Eliminar
    3. Anónimo01:39

      com um bom staging, é musica para repetir o feito de "amar pelos dois"

      Eliminar
    4. Anónimo01:41

      ...A Bárbara só não tem o carisma de um Salvador. Salvador personagem era imbatível!

      Eliminar
    5. Anónimo10:11

      As apostas neste momento não são de fiar, apenas há uma canção elegida e do que tem salido nas outras finales nacionais não grita "winner alert"

      Eliminar
  2. Anónimo23:42

    Para mim é a melhor de longe. Mas sim vamos aguardar ao vivo, pode ser um desastre. Isto merece um bom staging!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo03:37

    As canções no geral estão muito fracas. Para mim "Passe-Partout" é a única canção que se salva. Foi a única que me soou bem ao ouvido à primeira, mas infelizmente a letra é para mim um ponto fraco. As letras das músicas Bárbara até são boas, o Tiago Nacarato podia ter deixado ela escrever a letra.
    Tenho medo que um fraco staging prejudique. Mas já que a letra tem tanta referência aproveitem também Wes Anderson como referência de inspiração para a performance.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo08:51

      Na esc ninguém percebe português, ela podia estar a ler os ingredientes de um champô que para os bifes era a mesmas coisa

      Eliminar
    2. Anónimo09:36

      pois o staging é que vai fazer toda a diferença, ponham a miúda a cantar sozinha num palco vazio sem nada acontecer e desta vez nao pega. A RTP era bem capaz de fazer isso...

      Eliminar
    3. Anónimo11:08

      O Nacarato e a Tinoco são os únicos e exclusivos responsáveis pelo staging de "Passe-Partout", se for caca a culpa é deles, não da RTP

      Eliminar
    4. Anónimo18:12

      Vi no twitter estrangeiros a acharem a letra engraçada, apesar de não ser my cup of tea.
      Eu também não espero um staging muito elaborado da parte da RTP e muito menos da parte do Nacarato, só espero que a essência da canção não seja destruída.

      Eliminar
  4. Anónimo10:21

    Gosto da canção mas penso que com os Blasted temos melhores hipóteses na eurovisão. Acredito num top 10! Já viram a atuação deles no NOS Alive? Incrível! :-) Não sei porquê, mas fazem-me lembrar os maNga da Turquia em 2010. Não tem mal nenhum levar-mos uma canção em inglês, desde que seja boa. Abraços da Suiça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A canção dos Blasted não é boa, achei muito fraquinho, estava à espera de mais deles. Mas sei que ao vivo pode surpreender!

      Eliminar
    2. Anónimo11:43

      Os Blasted fizeram esta música a pensar na Eurovisão e tenho mesmo a impressão que eles estão no FDC para ganhar. Não levam aquele rock a que nos habituaram, porque sabem que o nosso digníssimo juri não vai nessa onda, daí terem colocado a guitarra portuguesa para lhe dar um ar mais rock étnico, mais leve, para o júri não os colocar no fundo da tabela, de forma a não terem hipóteses de vencer. Ao vivo eles são muito bons, e sabem que podem vencer o televoto.

      Eliminar
    3. Anónimo11:55

      @James Os Blasted mudaram um bocado nos últimos anos, o Karkov saiu da banda em 2008 e essa ausência afetou muito os projetos que fizeram desde então, New Militia é o projeto que rompe com o passado e também é por isso que já não são Blasted Mechanism, mas apenas Blasted.
      Rebellion acaba por ter a mesma estrutura de calma-tempestade-calma-tempestade das outras músicas de New Milita, só que neste caso acho que a estrutura funciona porque é justificada pela letra, mesmo assim a música precisa de alguns arranjos no refrão, em particular no segundo que precisava de um maior crescendo para terminar a música em forte

      Eliminar
    4. Anónimo18:03

      A canção dos Blasted é um grande não para mim. É pena.

      Eliminar
  5. Anónimo10:54

    Já que alguém falou em apostas, já viram os top que os fãs da esc têm feito no youtube?
    A Tinoco não é a favorita dos estrangeiros, nos tops os que têm aparecido como a favorita são os Dúbio, os Meera e os Blasted

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo11:56

      Eu já vi vários tops no youtube, em que a Elisa com "Medo de Sentir" está em 1º lugar.
      Este ano está tudo muito aberto, porque há mais qualidade, mas penso que a vitória está entre a Bárbara e a Elisa, e talvez os Blasted, se o júri não os afundar. Tudo vai depender das performances ao vivo, que é o que na realidade conta.

      Eliminar
    2. Anónimo17:50

      Esses estrangeiros nem sempre refletem o gosto do público da Eurovisão.

      Eliminar
  6. Esta canção na Eurovisão seria um perfeito fiasco, como foram as antecessoras.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo20:50

    Mérito maior do João Martins, pelo excelente arranjo. À semelhança do que aconteceu com o Luís Figueiredo em Amar pelos Dois, acho que aqui fez toda a diferença. O João Martins, para quem não sabe, é o diretor musical de Miguel Araújo e foi também responsável pelo arranjo de "A Dança" (a canção do Tiago Nacarato que foi nomeada para os Globos de Ouro).

    ResponderEliminar