[ESPECIAL] Qual seria o melhor sorteio para Portugal no Festival Eurovisão 2020?


Os 35 países semifinalistas do Festival Eurovisão 2020 saberão, esta tarde, em qual das semifinais disputarão o acesso à Grande Final do concurso. Qual seria o melhor sorteio para Portugal?

A cidade de Roterdão, nos Países Baixos, recebe, esta tarde, o Sorteio de Alocação do Festival Eurovisão 2020. Os 35 países semifinalistas, divididos em 6 potes, serão distribuídos pelas duas semifinais (e respetivas partes), enquanto os 6 países automaticamente qualificados para a Grande Final (Países Baixos + Big5) saberão em qual das semifinais votarão.
Baseado no histórico de Portugal nas semifinais do concurso desde a introdução do modelo das duas semifinais em 2008, o ESCPORTUGAL quis saber qual seria o melhor sorteio para Portugal no Festival Eurovisão 2020. Para tal, o ESCPORTUGAL recolheu todas as votações dadas a Portugal nos anos de 2008-2012, 2014-2015, 2017 e 2019, apesar de reconhecer a influência do novo sistema de votação e os resultados históricos de 2017.

Descubra connosco, de pote a pote, quais os países que mais vezes e em maiores quantidades votaram em Portugal nas 9 edições analisadas.

Pote 1 - Albânia, Áustria, Croácia, Eslovénia, Macedónia do Norte, Sérvia e Suíça


Com países dos Balcãs (Albânia, Croácia, Eslovénia, Macedónia do Norte e Sérvia) e do bloco de língua alemã (Áustria e Suíça), o pote 1 foi um dos que sofreu maiores mudanças relativamente à edição do ano passado devido à saída de Montenegro. Dos 7 países do pote, a Albânia é o maior contribuidor de pontos a Portugal com 34 pontos em 5 edições (6,8 pontos/edição), mas a Suíça tem uma maior taxa com 32 pontos em 4 edições (8 pontos/edição). A Eslovénia, apesar do nulo de 2019, apresenta uma taxa próxima à da Albânia (6,75 pontos/edição). Por sua vez, a Macedónia do Norte e a Sérvia deixaram Portugal a zeros em 3 ocasiões, enquanto a Áustria nunca calhou na mesma semifinal de Portugal.

Melhor Sorteio: Suíça, Albânia e Eslovénia
Pior Sorteio: Macedónia do Norte, Croácia e Sérvia

Pote 2 - Austrália, Dinamarca, Estónia, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia


Face à redução do número de potes do sorteio, a Austrália juntou-se ao habitual pote dos países nórdicos (Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia) em conjunto com a Estónia. A Islândia é o país que mais pontos deu a Portugal, 49 pontos em 8 edições possíveis (6,12 pontos/edição). Contudo, a Finlândia e a Austrália apresentam a maior taxa (6,6 pontos/edição), seguidos da Suécia (4,83). Em sentido contrário, os restantes países apenas pontuaram Portugal numa ocasião: a Dinamarca deu 3 pontos em 2014 (1,5 pontos/edição), a Estónia deu 5 em 2010 (1,25 pontos/edição) e a Noruega deu 5 em 2012 (1,6 pontos/edição).


Melhor Sorteio: Islândia, Finlândia, Austrália e Suécia
Pior Sorteio: Estónia, Dinamarca e Noruega

Pote 3 - Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, Moldávia, Rússia e Ucrânia


Formado por países da extinta União Soviética (Arménia, Azerbaijão, Bielorrússia, Geórgia, Moldávia, Rússia e Ucrânia), o chamado pote de Leste não tem ficado rendido às canções de Portugal (com excepção de 2017). A Moldávia foi o único país que pontuou Portugal em todas as edições, atribuindo 26 pontos no somatório das 3 edições (8,66 pontos/edição), mas a Geórgia foi o país que mais pontos deu, com 31 pontos em 4 edições (6,2). Segue-se o Azerbaijão (6) e a Arménia (4,25), enquanto a Bielorrússia (com 10 pontos em 5 edições) e a Ucrânia (8 em 3 edições) superam a Rússia, países que deixou Portugal a zeros nas três edições.


Melhor Sorteio: Geórgia, Moldávia e Azerbaijão
Pior Sorteio: Rússia, Ucrânia, Bielorrússia e Arménia

Pote 4 - Bulgária, Chipre, Grécia, Malta, PORTUGAL, Roménia e São Marino


Com excepção de Chipre e Grécia, o pote 4 do sorteio do Festival Eurovisão 2020 é constituído por países sem grande histórico de troca de pontos entre si. Portugal, um dos sete países do pote 4, tem em Chipre o maior fornecedor de pontos com 22 pontos em 4 edições (5,5 pontos/edição), sendo seguido pela Grécia (16 pontos em 4 edições). São Marino deixou Portugal a zeros nas 4 edições, enquanto os restantes países deram 7 pontos a Portugal: a Roménia deu 7 pontos em 2009, a Bulgária deu 5 em 2008 e 2 em 2009, deixando Portugal sem pontos em 2012, enquanto Malta deu 3 pontos em 2008 e 4 em 2010, mas deixou Portugal a zeros em 4 edições.

Melhor Sorteio: Chipre, Grécia e Roménia
Pior Sorteio: São Marino, Malta e Bulgária


Pote 5 - Bélgica, Irlanda, Israel, Letónia, Lituânia, Polónia e República Checa


Formado por países da antiga Eurovisão (Bélgica, Irlanda e Israel) e do antigo Bloco de Leste (Letónia, Lituânia, Polónia e República Checa), a Bélgica era a melhor opção para Portugal no pote 5 com 44 pontos nas 5 edições possíveis, o que perfaz uma taxa de 8,8 pontos/edição. Influenciados pelos resultados de 2017 (onde Portugal recebeu 24 pontos), seguem-se a Letónia (com 34 pontos em 5 edições, 6,8 pontos/edição) e a Polónia (28 pontos em 5 edições). Apesar de uma taxa inferior à dos anteriores países, a República Checa pontuou Portugal em 4 das 5 edições, atribuindo 25 pontos. Por outro lado, a Lituânia apenas deu 5 pontos em 4 edições e Israel deixou Portugal a zeros em 2015 e 2019, enquanto a Irlanda, país que apenas calhou na semifinal de Portugal em 2015, nunca deu pontos às canções portuguesas.
 
 
Melhor Sorteio: Bélgica, Letónia, República Checa e Polónia
Pior Sorteio: Lituânia, Israel e Irlanda
 
 
Big 5 + Anfitrião - Alemanha, Espanha, França, Itália, Países Baixos e Reino Unido

Além do sorteio dos semifinalistas, o sorteio de hoje também determinará em que semifinal votarão os 6 países qualificados diretamente para a Grande Final: os Big5 (Alemanha, Espanha, França, Itália e Reino Unido) e os Países Baixos, país anfitrião. Motivado pela posição geográfica e pela presença de comunidades de emigrantes, Portugal tem sido o país mais pontuado pelo lote dos Big5 com 181 dos 819 pontos recebidos a serem oriundos deste grupo de países. Além disso, apenas o Reino Unido em 2012 e a Itália em 2015 deixaram Portugal a zeros na classificação.

Espanha lidera as pontuações dadas a Portugal com um total de 64 pontos em 5 edições (12,8 pontos/edição), sendo seguida pela França, país que deu 45 pontos a Portugal em igual número de edições (9 pontos/edição). O Reino Unido, o país que mais vezes votou na semifinal de Portugal, deu 37 pontos em 6 edições (6,16), enquanto a Alemanha pontuou Portugal nas quatro edições com 21 pontos (5,25 pontos/edição). Por outro lado, Itália apenas pontuou Portugal em 2017 (14 pontos em duas edições), enquanto os Países Baixos pontuou Portugal nas duas edições possíveis (4 pontos/edição).

Melhor Sorteio: Espanha, França e Alemanha
Pior Sorteio: Reino Unido, Itália e Países Baixos

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPORTUGAL/ Imagem: Google

1 comentário:

  1. Anónimo13:26

    Acho que também depende que música vencer o festival da canção, o género musical de "Rebellion" é popular em países do norte e centro da europa(havendo o problema dos países do norte da europa terem a mania de votarem um nos outros,destruindo a competição), "Passe-Partout" deve agradar a países como França, Alemanha e outros países na europa ocidental(europa do leste duvido que vote nessa música) e "Medo de Sentir" é a que pode funcionar com qualquer país, já que musicalmente é a mais mainstream das três

    ResponderEliminar