ESC2020: PORTUGAL ATUA NA 2.ª SEMIFINAL DO FESTIVAL EUROVISÃO 2020


PORTUGAL SOBE AO PALCO DO FESTIVAL EUROVISÃO 2020 A 14 DE MAIO NA 2ª PARTE DA 2ª SEMIFINAL DO EVENTO.

Pela primeira vez desde 2015, Portugal volta a competir na segunda semifinal do Festival Eurovisão. O sorteio desta tarde determinou que Portugal é um dos 18 países a concurso na segunda semifinal do Festival Eurovisão 2020 agendada para 14 de maio, atuando na 2.ª parte do alinhamento que será determinado pelos produtores.

Áustria, Moldávia, Polónia, São Marino, Sérvia, Islândia, República Checa e Grécia atuam na primeira parte da gala, enquanto Dinamarca, Bulgária, Suíça, Finlândia, Arménia, Letónia, Geórgia e Albânia acompanham Portugal na segunda parte da semifinal, que contará com a votação de França, Espanha e Reino Unido.




Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte e Imagem: Eurovision.tv

25 comentários:

  1. Anónimo15:47

    Muito bom sorteio!!!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo15:50

    1 semi final é uma loucura, estão lá Suécia, Noruega, Rússia...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo19:06

      Deixa-os lá estar que estão muito bem.

      Eliminar
  3. Anónimo15:52

    Por um lado sorte porque atuamos na segunda parte e porque escapamos a algums seguros finalistas como Suécia, Russia, Noruega, Australia, Azerbajao e Ucrania...
    Por outro a nossa semi tambem paises dificeis como Bulgaria, Republica Checa, Grecia e Estonia e parece muito mais renhida. Vamos ver

    ResponderEliminar
  4. Anónimo15:53

    É mau haver na 2a semi um país a mais que na primeira. Mas a 1a também tem mais países que costumam ir sempre à final. E a Espanha vota na segunda. Por enquanto, não se pode dizer nada, temos que esperar pelas músicas 🤪

    ResponderEliminar
  5. Anónimo15:58

    Para nós foi um sorteio óptimo, além de contarmos com França, Espanha e Suíça, estamos também numa semifinal com países relativamente medianos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:28

      Óptimo é como quem diz, reza pra que este ano os emigrantes portugueses não façam uma birra como fizeram o ano passado

      Eliminar
    2. Anónimo18:02

      Aonde é que os emigrantes fizeram uma birra?

      Eliminar
    3. Anónimo18:05

      16:28 - Atendendo aos resultados do televoto (da votação do júri é melhor nem falar…), não foram só os emigrantes portugueses que fizeram uma "birra". A maior parte dos espetadores dos países que votaram na primeira semifinal terão feito uma "birra". E algo me diz que se Portugal levar este ano aquela canção em que se diz que o desejo é ser bom pai e bom marido, ou aquela em que se pergunta infinitas vezes se vês ou não vês, ou aquela cujo refrão é narueaeaeiei, ou aquela em que refrão é Oh Mamma, ou aquela em que dói o país, ou aquela em que se sucedem os nomes de vultos da cultura de outros países (e nem um nome português, nem um "Pessoa" para consolo)… as "birras" são capazes de continuar. E, claro, se a canção não passar à final de quem é a culpa? Dos emigrantes, claro, que não perceberam o valor dessas letras nem a criatividade musical que as acompanha.

      Eliminar
  6. El voto de España ya lo tenéis hermanos ⭐️⭐️⭐️ Felicidades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:32

      Palabras palabras! Last palabras quitten lol viento

      Eliminar
  7. Anónimo16:09

    Fantástico sorteio!!! Suíça, França, Espanha que costumam votar nas nossas canções!!! Temos tudo para ir a Grande Final mas para isso a que escolher uma música que também possa influenciar não só as esses paises que referi anteriormente como também aos outros.

    Chipre e Grécia separados...está bom 😂

    ResponderEliminar
  8. Anónimo16:10

    As vezes quando achamos que é a nossa sorte pode ser o nosso azar . Não sei até que ponto não era melhor a 1 semi final

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo17:22

      Pois, no ano passado também era fácil. E ficou ainda mais com a saída da Ucrânia. Mas ficámos quase em último...

      Eliminar
    2. Anónimo19:36

      O problema o ano passado é que o Conan resolveu inventar e fazer tudo mal, sem esquecer o "fantástico trabalho de câmaras" da realização israelita, que foram muito criticados por várias delegações, entre as quais a portuguesa. Para piorar, na segunda metade da 1ª semifinal, estavam todas as atuações mais estranhas de 2019: Islândia, Austália e San Marino. Sendo que o Conan atuou logo a seguir á Islândia e á Austrália, que tinham stagings muito melhores.

      Eliminar
  9. Anónimo16:28

    Espanha, França,. Suiça e Reino Unido. Tivemos sorte e temos todo o interesse de levar a canção em inglês!

    ResponderEliminar
  10. Anónimo16:34

    Não nos podemos queixar... A 1 semi final é muito mais complicada.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo19:05

    Ena!! Bom sorteio. Agora, toca a escolher a melhor música para os representar.

    ResponderEliminar
  12. Não estou a ver no lote das 16 músicas reveladas outra mais competente para estar presente na Eurovisão a representar as cores portuguesas do que a dos Blasted Mechanism,têm uma boa música e dão espetáculo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo13:19

      Vamos esperar pela atuação ao vivo

      Eliminar
    2. Anónimo14:09

      Passe-partou tem tudo para dar a portugal um top 5 e esta gentalha a querer votar nos Blasted que falta de nocao

      Eliminar
    3. Anónimo15:11

      14:09 - A "gentalha", como tão bem educadamente diz, ainda não conhece todas as canções do ESC 2020. Provavelmente o anónimo das 14:09 já as conhecerá e daí até já ter a noção - que falta à "gentalha" - de que "Passe-partout" tem tudo para ficar num dos primeiros cinco lugares. Por outro lado, há "gentalha" que acha que talvez seja mais portuguesa uma canção em inglês, mas com momentos do instrumental que só poderiam ser portugueses, do que uma canção cuja letra tanto relevo dá a nomes do panorama cultural internacional (mas não menciona um único português) e cuja música tem uma atmosfera francesa dos anos 20 e 30. Mas o que se há de fazer? É "gentalha" pouco intelectual...

      Eliminar
    4. Anónimo17:26

      "gentalha"? Mais respeito por quem tem outras opiniões por favor...
      E será que passe-partout tem tudo para ficar no top 5? Em primeiro lugar a canção não está de todo a ser bem recebida pelos estrangeiros mas isto também não quer dizer nada pois quem escuta as canções agora não representa quem vai votar em Maio e temos bons exemplos disso. Para mim, passe-partout é uma canção engraçada à primeira audição mas acaba por se tornar irritante após se ouvir algumas vezes. Mas como a maioria das pessoas a iriam ouvir pela primeira vez e com certeza teria os seus fãs até poderia ter alguma hipótese de um bom resultado. Mas para isso seria necessário uma boa performance. E para ser honesto, passe-partout tem uma grande probabilidade de ser um flop ao vivo. A Bárbara é uma querida mas não tem carisma nenhum em palco (ou melhor, tem uma personalidade fofa que se enquadra com "antes de ela dizer que sim" mas não é o que esta canção precisa). Conhecendo o Nacarato, o mais provável também é a performance ser o mais simples possível não ajudando a Bárbara. E uma coisa é certa, os Blasted não irão desiludir ao vivo (e sinceramente também me parece que o live da Elisa possa surpreender pois parece que a Marta está mesmo envolvida e empenhada no Festival e a rapariga tem bom gosto). Por isso, já deu para perceber que nunca se consegue adivinhar o que vai resultar na Eurovisão ou não. Esperem pelo menos pelas primeiras performances antes de fazerem previsões.

      Eliminar
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    6. Anónimo das 14:9 do século passado e portanto à parte da gentalha:esta canção que é a sua coroa de glória, que o ou a a faz pôr a carroça à frente dos bois, nunca teria sucesso na Eurovisão porque é toda baseada em figuras do passado e sem qualquer conexão com este tipo de espetáculo. Além disso, a música não tem nada de original. Eu também gosto do Nacarato mas isso não me obriga a gostar de tudo o que ele compõe,

      Eliminar