Portugal: Parlamento aprova voto de pesar pela morte de Eduardo Nascimento


O parlamento português aprovou, hoje, o voto de pesar, proposto pelo PSD, pela morte de Eduardo Nascimento por unanimidade.


O parlamento português aprovou, esta manhã, em sessão ordinária, um voto de pesar pela morte do cantor Eduardo Nascimento, representante de Portugal no Festival Eurovisão de 1967. O voto foi apresentado pelo Grupo Parlamentar do PSD e foi aprovado por unanimidade pelos deputados, que fizeram um minuto de silêncio em homenagem ao cantor.

Aceda, de seguida, ao voto de pesar apresentado pelo Grupo Parlamentar do PSD:

"Voto de Pesar nº 77/XIV
pela morte de Eduardo Nascimento


Eduardo Nascimento foi um cantor e músico português nascido em Luanda, Angola, em 26 de junho de 1943 e faleceu em Lisboa, no passado dia 22 de novembro.
 
Líder do conjunto Os Rocks, que atuava tanto em Portugal como em Angola, participou num concurso de ié-ié, realizado no antigo Teatro Monumental, na década de 1960, destacando-se, assim, no panorama musical de Lisboa.
 
Eduardo Nascimento venceu o Prémio Imprensa, em 1966.
 
Em 1967 venceu o Festival RTP da Canção com o tema “O Vento Mudou”, composto por Nuno Nazaré Fernandes e com letra de João Magalhães Fernandes, ficando em 12º lugar no Festival da Eurovisão da Canção, realizado em Viena de Áustria.
 
Eduardo Nascimento foi o primeiro cantor negro a representar Portugal e o segundo a pisar os palcos do eurofestival da canção.
 
O tema ”O Vento Mudou” viria a ser regravado pelos Delfins, por Adelaide Ferreira e
pelos UHF.
 
Assim, a Assembleia da República, reunida em Plenário, exprime o seu público pesar pelo falecimento de Eduardo Nascimento e apresenta à sua Família os seus sentidos pêsames.

Palácio de S. Bento, 27 de novembro de 2019
Os deputados do GP/PSD,
"



Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte:Parlamento / Imagem: Google / Vídeo: RTP

Sem comentários