[ZONA DE DISCOS #96] Eleni Foureira - "Gypsy Woman"


Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da Canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. 
Esta semana, a análise recai no EP "Gypsy Woman", de Eleni Foureira.
O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.


Lançamento: 17 de maio de 2019
Nota: 5/10
É dos nomes mais vibrantes do mundo eurovisivo dos últimos tempos e 2019 não lhe trouxe qualquer rivalidade para os títulos não oficiais de “rainha”, “diva”, entre outros. Exageros à parte, e coincidência ou não, é a Eurovisão em comunhão com a atual pop mundial que tem na linha da frente vários nomes com ligações à Albânia. De Rita Ora a Bebe Rexha, à enorme Dua Lipa, a representante cipriota  e a sua equipa parecem ter intenções de tornar influente o nome de Eleni Foureira na pop mundial. O primeiro passo não podia ter corrido melhor. O gigantesco sucesso de “Fuego” num dos maiores mercados europeus, o espanhol, permitiu-lhe não só um mediatismo considerável como também deixar em aberto a forte possibilidade de dar um salto a um outro continente, o americano.
Apesar de ter decorrido apenas um ano e dois meses depois da eurovisão lisboeta, Eleni não tem estagnou, lançando vários singles mas que surpreendentemente não foram contemplados para o EP “Gypsy Woman”, o primeiro lançamento concebido tendo como principal alvo o mercado internacional. Esta tentativa de conquista começa onde “Fuego” terminou, na Espanha, e com títulos que evidenciam bem a sede pelo país dos nossos irmãos, tendo em “Barcelona” e “Maria” os exemplos mais explícitos. A nível sonoro, não há desfasamento com as intenções anteriormente enunciadas, numa mistura que se quer explosiva entre batidas de dança, pop latino e reggaeton. O tema que entra em ligeira dissonância com este quadro de inspiração latina é o tema de abertura, “Gypsy Woman (La-Da-Dee)”, um original de Crystal Waters que viu a luz do dia em 1991. Os quatro restantes temas são diretos, modernos e latinos, recorrendo à repetição silábica como truque de tornar as canções instantaneamente trauteáveis, como são os casos de “Loco loco loco loco locolo”, em “El Ritmo Psicodélico”, ou “Find me in Barcelona Lona Lona lona”, em “Barcelona”.
Mais do que um trabalho de classe, “Gypsy Woman” parece um catálogo de fórmulas gastas, mas que não deixa de ser certeiro e eficiente, que dá aos admiradores de “Fuego” aquilo que procuravam. Muito provavelmente, o nome de Eleni Foureira vai ainda incendiar muitos mercados internacionais. Enquanto isto não acontece, aqui fica um dos lançamentos mais apreciados pela comunidade eurovisiva neste verão de 2019. 

Vídeos e temas promocionais
El Ritmo Psicodélico

Alinhamento
Gypsy Woman (La-Da-Dee)
El Ritmo Psicodélico
Call Ya
Barcelona
Maria

A ver: Ελένη Φουρέιρα " Gypsy Woman" for BSB Charity Act | MadWalk 2019 by Serkova Crystal Pure


Pode ouvir o disco AQUI.

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIÃO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

Sem comentários