ESC2019: Protesto dos Hatari foi "cortado" do DVD oficial do Festival Eurovisão 2019


A organização do Festival Eurovisão 2019 "cortou" o protesto dos Hatari com bandeiras palestinianas durante a votação da Grande Final no DVD oficial do evento.


O grupo islandês Hatari esteve em destaque na Grande Final do Festival Eurovisão 2019 com um protesto com bandeiras palestinianas aquando da revelação dos votos do público. Contudo, o ato, que poderá resultar numa sanção da EBU/UER à emissora islandesa RÚV, ficou de fora do DVD oficial da competição.

A denúncia foi feita através das redes sociais, com vários internautas a mostrarem imagens do momento da votação, com a organização a substituir as imagens do grupo pela bandeira da Islândia. Também a atuação de Madonna no interval act da Grande Final ficou de fora do registo oficial da competição.

De realçar que esta não é a primeira vez que a organização "altera" a gravação oficial do concurso para ofuscar momentos de teor político. Em 2018, a atuação do Reino Unido na Grande Final foi substituída pela do jury show no DVD oficial e no vídeo disponibilizado no Youtube, algo que não aconteceu com a transmissão de 2019.

 

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCPortugal / Imagem: Google /Vídeo: Eurovision

2 comentários:

  1. Anónimo05:21

    E o que fizeram com a votação (errada) da Bielorrússia e a pequena entrevista ao cantor sueco por ter ganho (afinal não ganhou) a votação dos júris? Não haverá, pelo menos, uma nota final dando conta do erro (que não se pode atribuir à produção israelita, mas à própria EBU)? Se isso não sucede, quem não tenha estado a par do assunto e veja o dvd para saber como foi o ESC em 2019, não ficará com uma ideia exata de alguns resultados finais (até no próprio top 10).

    ResponderEliminar