Holanda: Eurovisão 2020 será uma co-produção entre 3 televisões

Num comunicado de imprensa revelado esta manhã, três emissoras holandesas expressaram o seu desejo de organizar a Eurovisão 2020 juntas.


A Eurovisão 2020 poderá ser uma co-produção de três emissoras: Avrotros, NPO e NOS. Num comunicado revelado esta manhã, as emissoras revelaram o desejo de se ajudarem mutuamente na organização do evento, para melhor mostrarem a criatividade holandesa e inovação. Cada uma terá o seu papel. 

Ao contrário do que acontece na maioria dos países, a Holanda tem mais de 10 canais públicos de televisão. Incluindo os três supra mencionados. A NPO foi responsável pela participação do país na Eurovisão até 2009, tendo sido posteriormente transformada num canal noticioso. As emissoras Avro e Tros foram fundidas, criando a Avrotros, a atual responsável pela representação holandesa. 

As emissoras anunciaram ainda uma conferência de imprensa para junho onde deverão ser anunciados os primeiros detalhes da Eurovisão 2020.

Este e outros artigos também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: Eurovoix / Imagem: Eurovision.tv 

5 comentários:

  1. Anónimo15:17

    Excelente ideia, espero um festival criativo e bem organizado sendo num país como a Holanda! Vai ser uma excelente eurovisão, não tenho duvida e espero lá estar para o ano já que neste não consegui ir.

    ResponderEliminar
  2. Pelo menos aqui não vai haver polémicas.
    Provavelmente, vão seguir a mesma linha de Portugal em 2018 e organizar o evento dando maior relevância á música do que ao fogo de artifício.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo16:37

      Espero é que apresentem músicas e artistas holandeses nos interval acts, odiei a americanização da eurovisão este ano e porfavor, Holanda, mantenham os leds, senão correm o risco de ser duramente criticados como Portugal foi

      Eliminar
    2. Anónimo18:07

      Ai pá, calem-se. Já cansa. fogo de artificio tambem pode dar relevancia à musica. Preocupem-se com o fdc.

      Eliminar
  3. O sistema de radiodifusão pública holandês funciona de maneira um pouco diferente daquela que descrevem. Não são propriamente 10 "canais", mas sim emissoras sem frequências próprias.

    A Nederlandse Publik Omroep ou NPO é a fundação que rege o funcionamento dos media públicos do país, pelo que estaria e está sempre envolvida nestes assuntos da Eurovisão. A NOS, Nederlandse Omroep Stichting, é que costumava ser o órgão gestor, que depois passou a ser reestruturado para se ocupar apenas de conteúdos informativos e de desporto (tal como os conteúdos educativos passam por uma entidade chamada NTR), ou seja, é mais uma emissora dentro da NPO.

    O que distingue os media públicos holandeses é que as várias entidades que constituem o sistema partilham entre si pedaços da grelha dos canais de televisão e de rádio consoante a sua dimensão. À excepção dos casos da NOS e NTR, que são estritamente públicas como em "de gestão governamental", as restantes emissoras que referem estão ligadas a estratos específicos da sociedade — tem a ver com um fenómeno próprio da sociedade holandesa a que se chama "pilarização", isto é, os católicos têm a sua TV, hospitais, escolas, os protestantes têm os seus, os liberais idem, os conservadores assado, etc.. E estas emissoras, que no fundo acabam por ser pouco mais que "meta-produtoras", é que vão ocupar espaço na grelha com os conteúdos de entretenimento (e não só) que produzem.

    Até há poucos anos, era a TROS, conhecida pelo seu entretenimento puro e duro, light, etc., quem se ocupava das candidaturas eurovisivas, até se fundir com os liberais da AVRO para formar uma nova emissora em 2014 (aconteceu o mesmo com várias outras emissoras, inclusive de orientações distintas, por razões financeiras). Daí darem pelo nome actual de AVROTROS.

    Neste contexto, não há propriamente notícia nenhuma em dizer-se que haverá 3 emissoras envolvidas na organização do ESC2020. É um bocado como dizer que o ESC2011 teve a organização de dois canais (que o são de facto), a NDR e a ADR, embora aquela seja membro desta.

    ResponderEliminar