ESC2019: Holanda lidera as preferências da INFE Turquia


A Holanda é a favorita dos associados da INFE Turquia para vencer o Festival Eurovisão 2019. Suíça e Rússia seguiram-se nas preferências.


A INFE Turquia foi a décima-primeira associação filiada à INFE Network a revelar a votação dos seus associados, com a pontuação máxima a rumar à Holanda, país que continua destacado na liderança das preferências. Suíça e Rússia seguiram-se na votação, com a Albânia a receber a primeira pontuação.

Votação da INFE Turquia
12 pts Holanda
10 pts Suíça
8 pts Rússia
7 pts Macedónia do Norte
6 pts Chipre
5 pts Azerbaijão
4 pts Albânia
3 pts Itália
2 pts Espanha
1 pt Noruega



Classificação Total (11 de 22)
1.º Holanda - 97 pontos
2.º Suíça - 88 pontos
3.º Itália - 76 pontos
4.º Chipre - 56 pontos
5.º Rússia - 54 pontos
6.º Suécia - 33 pontos
7.º Espanha - 33 pontos
8.º Malta - 32 pontos
9.º Grécia - 24 pontos
10.º França - 23 pontos
11.º Azerbaijão - 22 pontos
12.º Macedónia do Norte - 19 pontos
13.º Islândia - 17 pontos
14.º Israel - 12 pontos
15.º Hungria - 12 pontos
16.º Noruega - 11 pontos
17.º Arménia - 5 pontos
18.º Bélgica - 5 pontos
19.º Albânia - 4 pontos
20.º Portugal - 3 pontos
21.º Roménia - 3 pontos
22.º Sérvia - 3 pontos
23.º São Marino - 3 pontos
24.º Eslovénia - 2 pontos
25.º Montenegro - 1 ponto

Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ESCTOday/ Imagem: Google/Vídeo: Eurovision.tv

7 comentários:

  1. Anónimo16:26

    Ok já sabemos que a Holanda vai ganhar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A votação das OGAE e das INFE talvez.Vamos ver se consegue vencer o mais importante, a Eurovisão.

      Eliminar
  2. Parece que a ideia do mentor dele em colocá-lo dentro de um tanque como Deus o deitou ao mundo está a dar os seus frutos. Mas não será isto apenas paisagem e no final iremos encontrar em vez disso um deserto com um minúsculo oásis?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensamento erótico do dia!!! 😂😂😂
      O problema é que ele tem que ir vestido para o palco.

      Eliminar
  3. Anónimo20:54

    Sinceramente, penso que Holanda e Rússia terão boas hipóteses, mas dependerá muito do staging. Para quem vê pela primeira vez em casa, a balada da Holanda poderá ser mais esquecível, e não cavalgar a onda de popularidade que tem vindo a obter nas últimas semanas entre os eurofãs. A Suíça vai depender muito da prestação do cantor em palco, e de quão dinâmica for a performance. A Itália vai sofrer do eterno problema dos BigFive, que é não ganhar visibilidade suficiente até longo da semana eurovisiva. A Noruega, quanto a mim, será o flop do ano. Chipre éFuego 2 Malta e Grécia são canções cliché. Acho que os votos na diferença têm boas hipóteses, mas até que ponto o público vai responder positivamente ao bdsm da Islândia ou ao alternativo de Portugal? É também uma incógnita. Apesar do hype todo em torno da Holanda, que nãose compara com o de Itália 2017 e depois foi o que se viu, o vencedor este ano não é nada óbvio. Vai ser mesmo uma grande surpresa para muita gente.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo20:54

    Sinceramente, penso que Holanda e Rússia terão boas hipóteses, mas dependerá muito do staging. Para quem vê pela primeira vez em casa, a balada da Holanda poderá ser mais esquecível, e não cavalgar a onda de popularidade que tem vindo a obter nas últimas semanas entre os eurofãs. A Suíça vai depender muito da prestação do cantor em palco, e de quão dinâmica for a performance. A Itália vai sofrer do eterno problema dos BigFive, que é não ganhar visibilidade suficiente até longo da semana eurovisiva. A Noruega, quanto a mim, será o flop do ano. Chipre éFuego 2 Malta e Grécia são canções cliché. Acho que os votos na diferença têm boas hipóteses, mas até que ponto o público vai responder positivamente ao bdsm da Islândia ou ao alternativo de Portugal? É também uma incógnita. Apesar do hype todo em torno da Holanda, que nãose compara com o de Itália 2017 e depois foi o que se viu, o vencedor este ano não é nada óbvio. Vai ser mesmo uma grande surpresa para muita gente.

    ResponderEliminar
  5. Acho que este ano ganha um dark horse. Um país a quem não estão a dar muita importância, e que vai sobressair com uma atuação vistosa, e no final acaba por ganhar a medalha de ouro.
    A Holanda tem um vídeo muito bonito, mas depois a atuação no meio das outras músicas, ouvidas umas seguidas das outras, não me parece que consiga sobressair o suficiente para ter um bom televoto. A Suiça leva música latina, que por norma não é muito apelativa para os júris, vai depender do resultado do televoto. Já a Itália nunca se dá muito bem com os júris. Regra geral têm stagings que não sobressaem muito. Contudo, e como sempre, vai ter um bom televoto, porque todos os anos tem. Por tudo isto, acho que este ano vai ser de um dark horse. Ansiosa para que comecem os ensaios, para ver se as coisas ficam mais claras.

    ResponderEliminar