[ZONA DE DISCOS #81] Mila Dores "A quem possa interessar"


Todas as semanas no ESCPORTUGAL, a crítica aos álbuns editados por artistas que participaram no concurso Eurovisão da Canção e/ou seleções nacionais ao longo dos anos. 
Esta semana, a análise recai em Mila Dores e "A quem possa interessar".
O responsável da rubrica é Carlos Carvalho.
Lançamento: 11 de dezembro de 2015
Nota: 7,5/10
Em 2019, o “novo” Festival da Canção (as aspas são propositadas), representa, a nível pessoal, um fenómeno engraçado, ver no palco dois artistas que já sigo há já alguns anos, tendo até os seus álbuns (em cd, old school). Algo ainda raro no fenómeno Festival da Canção mas altamente positivo ver esses mesmos artistas num certamente que há 3, 4 anos seriam motivo de chacota (vai-se lá saber porquê) se os seus nomes aparecessem ligados ao Festival da Canção. Falo do Dan Riverman e da artista do “Zona de Discos” desta semana, Mila Dores.
“A quem possa interessar” vai especialmente interessar a quem possa ter descoberto Mila Dores no ainda fresco Festival da Canção 2019. Um álbum que apesar de não ser novidade no mercado, vale a pena descobrir. Com uma base jazzística, “A quem possa interessar” mostra-nos uma jovem promessa que muito provavelmente está na iminência de se tornar numa das aclamadas artistas musicais da atualidade. Este disco, editado em finais de 2015, é um álbum verdadeiramente consistente que, embora tenha uma matriz base bem assente e inspirada no jazz, dá-nos tons de rock alternativo, momentos intimistas e uma forma muito própria de cantar.
Numa abertura mais rock do que o expectável, “Ar”, o primeiro tema, dá-nos instantaneamente luzes da efervescência artística de Mila Dores, a qual é ampliada para uma abordagem mais intimista em temas tais como “A quem possa interessar” (#2), ou “A.M.” (#4). “A jaula” (#7), provavelmente a faixa com maior visibilidade, em conjunto com o vídeo, remete-nos para a irreverência artística de Mila e “Amor” fecha com chave d’ouro, ativando reminiscências qualitativas dos Portishead (ver vídeo abaixo).
Há duas semanas, O Festival da Canção teve a honra de ter Mila Dores no seu palco. Se o ambiente da atuação não o mais adequado, a atuação de Mila Dores tem tudo para se converter com o tempo uma das mais apreciadas desta edição.
Enquanto Mila Dores prepara já um novo trabalho – do qual podemos ver e ouvir “Alice” – o álbum aqui em análise poderá e vai interessar não só aos seguidores do Festival da Canção, como a todos os ávidos pela boa nova música portuguesa.
De um lote de canções deveras prazeroso ao ouvido, destacamos os temas “A Jaula” (#7), impossível deixar escapar; “Maria” (#5) o momento mais alternativo; e, “Amor” (#9).

Vídeos promocionais
A jaula




A quem possa interessar


Amor

Alinhamento
Ar

A quem possa interessar



Cortina de Néon





A.M


Maria


Sonhos
A jaula


Mundo de sol
Amor… Universo Portishead

A ver:
15 06 09 Entrevista Mila Dores e Fulminantes

Mila Dores - Debaixo do Luar - 2ª Semifinal | Festival da Canção 2019


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: OPINIÃO CARLOS CARVALHO / Imagem: GOOGLE / Vídeo: YOUTUBE

Sem comentários