ESC2019: Estónia anuncia mudanças para o 'Eesti Laul 2019'


A emissora da Estónia revelou, esta tarde, as novas regras do Eesti Laul 2019, final nacional do país para o Festival Eurovisão 2019. Pela primeira vez, os compositores estrangeiros poderão participar na edição que incentiva à utilização do estoniano.


O novo diretor do Eesti Laul, Tomi Rahula, revelou, esta tarde, o novo regulamento para a edição de 2019 do formato que será utilizado como final nacional para o Festival Eurovisão. A primeira mudança diz respeito ao número de candidatos: ao contrário das edições anteriores, o número de semifinalistas aumentará de 20 para 24, sendo que, em cada uma das duas galas, serão apurados 6 candidatos para a Final do certame. Além disso, Tomi Rahula revelou que as semifinais acontecerão "fora de Tallinn" e serão transmitidas em direto, adiando o anúncio do local e das datas da competição para as próximas semanas.

Por outro lado, a edição de 2019 estará aberta a compositores estrangeiros, algo inédito na competição que, por sua vez, contará com duas taxas de inscrição: as candidaturas em estoniano pagarão 25 euros de taxa de inscrição, enquanto que as candidaturas noutras línguas pagarão 50 euros. Estes valores serão depositados num fundo da ERR que será utilizado, exclusivamente, para o pagamento de gastos referentes à participação no Festival Eurovisão 2019.

Estreante em 1994, a Estónia participou em 24 edições do Festival Eurovisão, registando uma vitória (2001), um terceiro lugar (2002) e 15 presenças na grande final. Em Lisboa, o país foi representado por Elina Nechayeva e "La Forza" terminando em 8.º lugar com 245 pontos, tendo sido a candidatura mais votada por Portugal (12 pontos do júri e 7 do televoto).


Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: ERR / Imagem e Vídeo: Eurovision.tv

Sem comentários