Portugal: Filme sobre António Variações será uma realidade em 2019

"Variações", do realizador João Maia, é uma homenagem a um dos mais emblemáticos artistas portugueses. O filme tem estreia marcada para o próximo ano e tem Lúcia Moniz num dos papéis principais. 


Esta terça-feira foi apresentado à comunicação social o filme “Variações”, conferência de imprensa que decorreu na discoteca Trumps, em Lisboa, onde também será rodada uma cena do filme. A estreia deverá ocorrer em 2019, por ocasião do 75º aniversário do nascimento do cantor português. No principal papel está o ator Sérgio Praia, que também já desempenhou o papel de António Variações numa peça de teatro da autoria de Vicente Alves do Ó. Do elenco do filme fazem ainda parte Lúcia Moniz, representante de Portugal no Festival Eurovisão da Canção em 1996, bem como Filipe Duarte, Victoria Guerra, Augusto Madeira, Afonso Lagarto, Maria José Paschoal, José Raposo, entre outros. 

 Segundo descreve o site Dezanove, o filme irá focar-se sobretudo na vida de António Variações entre 1977 e 1981, altura em que António Ribeiro, barbeiro e figura da movida lisboeta, persegue o seu sonho de se tornar cantor e compositor, apesar de não saber uma nota de música. Na longa metragem poderemos ver o processo de transformação na personagem António Variações, artista excêntrico e popular cuja carreira fulgurante foi interrompida pela sua morte em 1984. 

 António Variações foi - e é - uma referência para a música portuguesa. No início dos anos 80, editou o primeiro single com os temas 'Povo que Lavas no Rio' de Amália Rodrigues (a sua maior referência), e 'Estou Além'. De seguida, gravou o seu primeiro LP, 'Anjo da Guarda' com dez faixas, todas de sua autoria, onde se destacaram os êxitos 'É p´ra Amanhã' e 'O Corpo É que Paga'. Em 1984 lançou o seu segundo trabalho, intitulado 'Dar e Receber'. Era fevereiro e, dois meses depois, a 22 de Abril, Variações daria um concerto, na aldeia de Viatodos, concelho de Barcelos, durante as festas da "Isabelinha". Depois disso, aparece pela última vez em público no programa televisivo "A Festa Continua" de Júlio Isidro. Será a única interpretação no pequeno ecrã das faixas do novo disco, usando o mesmo pijama com ursinhos e coelhinhos que usou na sua primeira aparição televisiva. Variações cantou na Queima das Fitas de Coimbra de 1984, no dia 17 de maio, já gravemente doente, sendo que os seus amigos e familiares deixaram de receber notícias do cantor, que ficou hospedado por alguns dias em casa de um amigo até ter sido levado para o Hospital Pulido Valente no dia 18 de maio devido a um problema brônquico-asmático. Quando 'Canção de Engate' invadiu as rádios, já António Variações se encontrava internado no hospital. Transferido para a Clínica da Cruz Vermelha, morreu a 13 de Junho, vítima de uma broncopneumonia, especula-se que provavelmente foi causada pelo vírus HIV. Foi a sepultar ao cemitério da terra natal, em Fiscal, Amares. 




 Esta e outras notícias também no nosso FacebookTwitter e Instagram. Visite já!
Fonte: DEZANOVE, WIKIPEDIA/ Imagem: GOOGLE /Vídeo: YOUTUBE

Sem comentários